segunda-feira, 22 de outubro de 2007

ECOS DO EGO

Por Manoel Trajano
Repetições mentais que se sucedem na mente levando a um desgaste fisiológico e psicológico impõem a necessidade da oração e da vigilância, devido a pensamentos que não se sabe a veracidade de fatos escutados e/ou constatados, vistos, que tomem uma dimensão que pelo nosso bem estar não deveríamos nos importar. Demos a eles a dimensão que eles merecem e que não abalem a nossa felicidade,nossa saúde.
Nosso ego insiste em crescer para nos fazer diminuir perante a nós mesmos e a vida. Os atos de outrem só nos atingem se assim permitirmos. Nós decidimos o que merecemos para nossa felicidade. Vale a pena mentalizar pelo que passou ou não podemos controlar? Claro que não.
O ego é tudo aquilo que nosso inconsciente impede de nos melhorar. São as resistências à liberdade e à felicidade (neste momento rasurei a palavra). Ele nos dificulta até de escrever o que é melhor para nós.
Lutemos, não pelos outros, mas por nós mesmos.

O LAR DE DEUS

Por Manoel Trajano

O lar de Deus está mais próximo do que você imagina. Ele não está nos céus, apenas, não está somente na Natureza, no trabalho e nas nossas casas. Ele é um lugar aquecido, hospitaleiro, protegido e bem central. Todos os caminhos levam a ele. Ele nos protege de todas as intempéries da vida e é o nosso refúgio que nos faz crescer.
Passa-se a vida inteira procurando o lar divino por todos os cantos do mundo, por pessoas de todos os tipos e vivendo todas as experiências.
Procura-se por ele em todas as religiões, todos os templos e lugares longínquos e inimagináveis.
O Lar de Deus está mais próximo do que você imagina:
Ele está dentro do seu coração!

VIGILÂNCIA AMIGOS MÉDIUNS

Por Manoel Trajano

Caros amigos, quem estuda sabe e quem não estuda fique sabendo que todos somos médiuns(instrumentos, meios de ligação entre os Espíritos e o plano terrestre) e estamos sujeitos a toda ordem de perturbação, sinalização, comunicação e manifestação daquilo que seja para o nosso engrandecimento moral e espiritual conforme a permissão do Pai. Estou percebendo ao meu redor entre pessoas que conheço, admiro e gosto uma vulnerabilidade, uma insensibilidade diante daquilo que vejo como óbvio no sentido de nos desestabilizar e o que é pior estas pessoas estão sendo usadas por inspiração e telementalização de uma forma sutil por parte daqueles que não querem a nossa união e a melhoria do homem em torno da família, da sociedade, na seara do bem. Acordai e despertai amigos!
Faz-se necessário que estejamos vigilantes às sutis influências daqueles espíritos que não se comprazem com o bem, se incomodam com a sua prática ou mesmo aqueles que só interesse na propagação do mau e dos seus interesses, sustentados pela ignorância, pela desinformação e pelo despertar latente que insiste em ficar assim por orgulho, vaidade, pouca evolução e egoísmo. Quando eles não conseguem parear suas forças com as do bem, haja vista que estas últimas são de tamanha força que os assustam, e se aproveitam da latência delas que há em cada um de nós, suprimidas pela invigilância, pela faculdade mediúnica não trabalhada, temerosa de receios inconsistentes, pois demonstramos falta de fé em Deus e no amparo dos nossos amigos espirituais de toda hora e do nosso amado anjo da guarda que está sempre com nós e não deixaria nada nos acontecer que não fosse permitido pelo nosso Senhor Jesus e pelo Deus Pai Todo Poderoso. As conseqüências disso são o medo e sua propagação principalmente a outros médiuns igualmente fragilizados, não trabalhados e enfraquecidos, não despertados da consciência do bem e da missão do compromisso assumido na programação reencarnatória para reparar erros e dividas contraídas no passado. Que o receio exista no seu inicio exista acredito ser natural, pois também possuo aquela apreensão, aquela expectativa, mas daí passar adiante para o meu irmão filho de Deus, jamais. Muito pelo contrario, acredito que temos que estimular o trabalho, a oração, a meditação, o tratamento através do passe como troca de energia em que receptor e emissor se beneficiam, ir aos Centros Espíritas sem receios de efeitos colaterais porque assim como um remédio amargo e de gosto ruim, o que sentimos de desagradável é ínfimo perante o beneficio que estamos praticando a nós mesmos, a quem nos doa e principalmente àqueles ao nosso redor. Estejamos atentos às sugestões daqueles que estão mais próximos de nós e vejamos como ele está sintonizado com a vida espiritual. Um médium não trabalhado, por ter os canais energéticos mais abertos do que aquele com menor potencial (todos somos médiuns, uns mais outros menos e com essa ou aquela ou varias faculdades mediúnicas). A ironia, as brincadeiras, sugestões desestimulantes, comentários infundados e inoportunos vindos daqueles que nós sabemos do potencial ou da consciência edificante, são sinais sutis da influencia daqueles espíritos inicialmente citados que acham brechas na nossa invigilância e fragilidade para disseminar a pratica do bem e da sua melhoria interna. Estou lendo agora o livro “Aconteceu na Casa Espírita” pelo espírito Nora através de Emanuel Cristiano que nos alerta como eles agem sobre nós todos o tempo, seja no Centro, no nosso lar, no trabalho, na rua, principalmente quando planejamos nos cuidar, nos reunir entre amigos para falar da Boa Nova, de irmos tomar passe e nos cuidar. Todos vocês têm um potencial maravilhoso, uma luz linda que está querendo sair e irradiar, banhando a todos com suas palavras e conhecimento. Não deixem se influenciar. Reajam e verão que cumprindo sua programação espiritual firmada aos espíritos superiores, discípulos humildes do Senhor a serviço do Pai, farão sua paz interior reinar, atraindo assim prosperidade, tranqüilidade, consciência e caridade desprendida dos valores materiais. Eles têm medo do nosso potencial porque sabem o que existe de latente e forte dentro de cada um de nós. Força amigos! Vão ao Centro Espírita de vez em quando quem puder, ore em casa, medite, mas não deixem de praticar o bem a si mesmo e aos outros mesmo que de vez em quando vocês tenham que tomar um passe se não puderem sempre, mas lembrem-se que inicialmente o remédio pode trazer às vezes mal-estar, mas isso é um sinal de que você está limpando, se curando e se protegendo. Não tenham medo. Confiem em Deus. Ele está conosco o tempo todo.
PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com