terça-feira, 31 de julho de 2012

GEPEC: EVANGELIZAÇÃO DE JOVENS

GRÊMIO ESPÍRITA PERSEVERANÇA E CARIDADE

EVANGELIZAÇÃO DE JOVENS

Trabalho dinâmico que visa despertar no jovem o interesse pelo Espiritismo e o
seu conhecimento,
 bem como estudaras lições cristãs, identificando os princípios espíritas no Evangelho de Jesus.
E mais:desenvolver o potencial criativo e crítico por meio deatividades que fomentem o diálogo e o
debate fraterno de temas atuais e/ou que digam respeito a essa fase da evolução do espírito,
pondo em prática a proposta libertadora de amarmo-nos e instruirmo-nos.

INÍCIO: 11 de agosto de 2012.
HORÁRIO: 16:30
LOCAL: GEPEC - Av. Euclides da Cunha, 778, Graça, tel. 3261-8828,
na Sala Eurípedes Barsanulfo.

Inscrições abertas na recepção do Grêmio.

Caso não prefira receber notícias do Gepec por e-mail, devolva com a palavra "remover"

--
Fábio Pires.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Reunião Especial em Comemoração aos 60 anos da Mansão do Caminho-Dia:16/08/12


Reunião Especial em Comemoração aos 60 anos da Mansão do Caminho.
Palestra com Divaldo Pereira Franco.
Data: 16/08/12(Quinta-Feira)
Local: Mansão do Caminho
Horário: 20 horas
Muita Paz!


Foto


domingo, 29 de julho de 2012

CENA DE "INCORPORAÇÃO" NA NOVELA DAS 18 H


Cena de "incorporação" na novela da 18 h.Bem feita a cena,no entanto sabemos que o termo é explorado e liustrado omo mera didática pois não se entra no corpo alheio,mesmo sendo espirito. O que é é um acoplamento cuja ligação fluidica se dá pela telementalização,mas em se tratando do publico e o nivel de esclarecimento escolar e espiritual brasileiro,a cena deve ter sido facilmente entendida,mas ressaltamos que na prática,o fenômeno não é bem como o ilustrado.
http://tvg.globo.com/novelas/amor-eterno-amor/Fique-por-dentro/noticia/2012/07/carmo-dalla-vecchia-comenta-cena-em-que-fernando-e-possuido-por-espirito.html 

sábado, 28 de julho de 2012

Diga NÃO aos TROTES!

O mesmo vale para Bombeiros e Policia Militar! E outros órgãos essenciais!


sexta-feira, 27 de julho de 2012

Informações descabidas

          Informações descabidas
Quase todas as propostas idealistas, na medida em que se fazem conhecidas, perdem em profundidade o que lucram em superfície.
De igual maneira vem sucedendo ao movimento espírita, cuja divulgação merece aprofundar os conceitos doutrinários, a fim de oferecer subsídios valiosos aos iniciantes e interessados em conhecer na sua realidade legítima a doutrina libertadora da ignorância espiritual sobre a vida.
Em face da popularização dos nobres conteúdos filosóficos, pessoas inescrupulosas transformam-se de um para outro momento em pretensos esclarecedores do pensamento espírita, introduzindo as próprias ideias, em razão do quase total desconhecimento espiritista.
Não poucas vezes, presunçosos e arrogantes, criam diretrizes burlescas e teorias esdrúxulas que dizem provir do mundo espiritual, completando o que Allan Kardec não teve tempo de realizar.
Nesse capítulo, surgem movimentos denominados um passo adiante do que se encontra estabelecido na Codificação, como resultado de informações perfeitamente compatíveis com as conquistas da ciência contemporânea.
Outros indivíduos, portadores de conflitos psicológicos, projetam os seus transtornos na farta clientela desprevenida e se apresentam como portadores de mediunidade especial, caracterizada por expressiva clarividência, que lhes permite antever o futuro, detectar o presente, formular diagnósticos de enfermidades graves e resolvê-las, identificar obsessões perversas, infortúnios porvindouros... E utilizando-se da iluminação que se atribuem, apresentam fórmulas salvacionistas, propondo comportamentos incompatíveis com o bom senso e a lógica doutrinários.
É lamentável que tal fenômeno tenha lugar num movimento que pretende traduzir a grandeza do pensamento dos Imortais, com simplicidade e lógica, embora a sua grandiosa e complexa estrutura intrínseca.
Sucede que os tormentos da vaidade e do orgulho, que ainda predominam em a natureza humana, como herança do seu processo de evolução antropológica, impedem ou dificultam que o indivíduo amolde o caráter moral às novas propostas de iluminação, tornando-se-lhe mais fácil adaptá-las ao seu vicioso modo de ser.
No começo, um grande entusiasmo invade esses desprevenidos, que se deixam tocar interiormente pela significativa contribuição imortalista, logo após acostumando-se com a informação valiosa e, necessitados como se encontram, de novidades, criam, fascinados pelo próprio raciocínio, correntes de pensamento que lhes projetem o ego, a desserviço da divulgação saudável e correta do Espiritismo.
É sempre valioso recordarmo-nos da frase enunciada por João, o Batista, a respeito de Jesus, quando elucida: - É necessário que Ele cresça e que eu diminua.
Assim, agiu corretamente, porque o seu era o ministério de preparar-Lhe os caminhos, diminuindo as asperezas, que se tornaram ainda muito complicadas para vencê-las, fazendo, porém, a sua melhor parte.
Aos espiritistas, portanto, novatos ou militantes, que tudo façam para que a doutrina cresça e eles diminuam, de modo que realizem o mister que lhes cabe sem a ufania de serem inovadores, médiuns especiais e reveladores, completistas do trabalho do Codificador ou elucidadores das diretrizes fornecidas pelos Espíritos, o que lhes desvela a insensatez e a presunção, demonstrando que, não fossem eles e não se compreenderia a Revelação que, no entanto, é simples e profunda.
Também repontam os defensores do Espiritismo, sempre preocupados com a forma exterior e não com a vivência interna, quais antigos fariseus, estando sempre vigilantes para denunciar, agredir aos demais e aparecer com a bandeira da salvação, como se fossem necessários. Olvidam que a sua jornada terrestre é sempre breve, e que se o Espiritismo os necessitasse para esse fim, bem pobres seriam a sua filosofia e ética-moral, porque dependentes da sua defesa. Quando desencarnassem, como é inevitável, e tem sucedido com todos esses que assim se comportam, o pensamento espírita ficaria órfão, e logo desapareceria.
Ledo engano, a morte que a todos arrebata, não consegue diminuir o impacto e a força da Terceira Revelação que vem dos Céus à Terra, ao inverso do que alguns pensam...
A maneira mais vigorosa e própria para a divulgação do Espiritismo é a exposição dos seus ensinamentos conforme se encontram na Codificação, naturalmente apresentando contribuições convergentes, contemporâneas, sem alardes nem sensacionalismos, porquanto, os mentores da Humanidade prosseguem vigilantes, a fim de que nada venha a faltar, para que, em breve, seja conhecido e vivenciado.
Portanto, é de igual e magna importância, viver-se o dia a dia existencial fixado no programa elaborado pelo Consolador prometido, demonstrando alegria de participar deste momento, com fidelidade ao amor e à caridade, vivenciando uma conduta moral saudável, tornando-se carta viva do Evangelho, a fim de que todos possam ver no seu comportamento o profundo e desafiador contributo que proporciona felicidade e paz.
Desse modo, não há lugar no movimento espírita para pessoas-fenômeno, para gurus de ocasião, para reveladores extravagantes, para mensagens bombásticas, para informações apavorantes, a fim de atrair adeptos temerosos do fim do mundo, do juízo final, dos umbrais, da necessidade de fazer a caridade de modo a evitar sofrimentos e quejandos...
O Espiritismo ilumina a consciência, libertando os sentimentos das prisões emocionais, das dependências de pensamento febril, facultando aos seus adeptos a responsabilidade pelos próprios atos, sempre geradores de consequências compatíveis com a sua constituição.
Doutrina da alegria, não é festeira, nem pode ser transformada em um oásis de fantasias para diversão ou frivolidade.
É uma ciência grave e simples, que se destina a pessoas sérias, laboriosas, que anelam por uma sociedade mais solidária e fraternal.
Todo o investimento de zelo e carinho, responsabilidade e amor na vivência dos seus postulados, de que se encarrega o movimento organizado pelas criaturas humanas, deve ser levado em conta, a fim de que o Espiritismo alcance a finalidade para a qual foi enviado pelo Senhor, qual seja a verdadeira construção do reino de Deus no coração.
 
Vianna de Carvalho
Psicografia de Divaldo Pereira Franco, na manhã de 5 de março de 2012, em Miami Beach, Flórida, EUA.

Palestra de 18o-Aniversário da AME-BA com RUTH BRASIL MESQUITA



ANIVERSÁRIO DA ASSOCIAÇÃO DE MEDICINA E ESPIRITISMO DA BAHIA-AME-BAHIA


segunda-feira, 23 de julho de 2012

AMOR E SEXO NO CASAMENTO

Por Manoel Trajano

A canção "Amor e Sexo" composta por Rita Lee, Roberto de Carvalho e Arnaldo Jabor diz tudo sobre as diferenças entre ambos,ou pelo menos,quase tudo. Mas vou tomar a liberdade e a ousadia de fazer uns complementos sob meu modesto ponto de vista,ou pelo menos vou tentar,se não for redundante em relação a esta linda letra e melodia tão gostosa.

Sexo não é sujeira, não é imundicie, não é pecado, não é nada de errado como tanto nosso insconsciente faz-nos acreditar pelo tanto que nossa formação católica de tantas vidas passadas nos ensinou. Há diversas formas de Sexo, seja ele solitário, seja entre almas diferente de como concebemos, seja no Kama Sutra ou numa tentação de uma noite inesquecível de alguém que vai embora, não volta mais e esquecemos da pessoa mas ficamos impregnados com aquele momento que nos marca numa sensação de promiscuidade de uma pessoa só em loucas horas com quem nos entregamos (como bem cantou Guilherme Arantes em "Loucas Horas" ou em "Olhos Vermelhos"). Sexo mesmo com letra maiúscula, como ficam nossos corpos,nossos órgãos genitais que fazem parte de nossa essência e que expressam nossa manifestação espiritual enquanto seres encarnados e extasiados de paixão. Sexo faz parte da energia da vida, da criação, da fertilidade, do centro genésico e enquanto energia primária nada tem de primitivo como tentam sustentar olhando apenas por um de seus ângulos. Ainda no nível da Terra não fazemos Sexo por telepatia e mais do que isso é uma necessidade fisiológica, como abraçar, beijar, comer, eliminar sólidos e líquidos, tomar banho de mar ou de sol. É claro que há os desequilibrados, as parafilias (disturbios de comportamento com CID inclusive na OMS) como necrofilia,zoofilia,pedofilia,entre outras. 

Onde quero chegar? Que há diferença entre "fazer amor" e "fazer sexo". Dá para fazer os dois? Sim. Mas se não houver momento para um amor depois de uma briga ou ambos estão chateados e dizem estar "sem clima", o Sexo pode salvar, no mínimo aliviar as tensões,pois mexe com todos os musculos, hormônios,apreensões enquanto a mente reflete,descansa e reavalia.No momento exato em que ocorre,de nada há de amor,há um momento visceral,como dizia uma amiga há muito tempo atrás,amiga mesmo,nada minha,ou seja,opinião meramente feminina,informativa e imparcial,sem envolvimento passional. Por que toco nisso em um espaço espiritualista? Porque precisamos acabar com essa hipocrisia de deturpar algo tão natural nada vida das pessoas que se gostam, se atraem magneticamente, independente de estarem num momento "bom" selados no espaço sagrado do casamento. Tem outras palavras divertidas e mais ousadas que poderia definir o que Sexo significa no momento de êxtase e auge de seu acontecimento mas para não ferir o pudor de quem lê e se ofende ainda nas máscaras que se encontram vou me controlar a transbordar meu kundalini circulando internamente em uma forma de energia amorosa e harmoniosa.

E com relação àquelas pessoas que por opção, vocação, escolha, abrem mão do contato corporal e estão achando um absurdo todo este papo? Nada contra,mas há que se respeitar e compreender que as escolhas de cada um devem ser preservadas sem julgamento,críticas ou comparações.Cito Sexo com S maiúsculo mesmo porque independe de ser hetero ou homossexual,ou bissexual,é simplesmente a conexão,que pode ser um simples toque de olhares,dedos,braços ou palavras,como bem colocada esta palavra em "Porque o homens fazem sexo e as mulheres fazem amor?" de Barbara e Allan Pease. Conexão é tudo e nos revitaliza.Sexo com violência que lesiona,maltrata,mata nada tem a ver com energia de criação,talanto e inspiração que esta região sacro expressa! Tapinhas valem sim e carinhos fortes! O casamento precisa do Sexo como o alimento que sustenta na mesa,o banho de cada dia,o ar que respiramos. Deixemos o confessionário imaginário dos pecados herdado por punições repetidas por falsos sacerdotes sem moral ao longo de tantas histórias no mundo e aprendamos a nos confessar por uma consciência limpa de ser sinceros conosco mesmos.

E viva a vida!

Filme "E a Vida Continua." estreia em setembro

 

 
 
Filme "E a Vida Continua…" estreia em setembro
 
Adaptado do livro de André Luiz e psicografado por Chico Xavier estreia no dia 14 de setembro o filme "E a Vida Continua…".
 
Com direção e roteiro de Paulo Figueiredo, conta com produção da Versátil Digital e participação especial do ator Lima Duarte.
 
 
 
 
fonte: http://www.febnet.org.br/blog/geral/divulgacao/midias-espiritas/filme-e-a-vida-continua-estreia-em-setembro/

__._,_.___

sábado, 21 de julho de 2012

SEXO É VIDA!


Como melhorar sua vida com o sexo

Todos nós estamos sujeitos a enfrentar problemas sexuais. A boa notícia é que a maioria dos casos já pode ser tratada com eficácia.

Quem sente dores no estômago costuma correr para o médico, mas quem enfrenta dificuldades sexuais raramente age com a mesma urgência em busca de ajuda. Ao fazer a visita periódica ao ginecologista, boa parte das mulheres esquece de comentar que a vagina não está se lubrificando adequadamente na fase de excitação e que os orgasmos estão cada vez mais raros. Da mesma forma, homens com dificuldade de ereção ou com ejaculação precoce demoram muito para enfrentar o problema. "Grande parte deles espera entre três e cinco anos para consultar um urologista, tempo mais que suficiente para que um relacionamento acabe", diz o terapeuta sexual Celso Marzano, de São Paulo.

Ainda que o conhecimento geral sobre sexo tenha aumentado nas últimas décadas – especialmente entre os jovens, que passaram a ter acesso a um grande volume de informações na escola, pela TV ou via internet –, o tema continua sendo tabu para muita gente, uma herança de décadas de repressão e preconceito. A dimensão real do erotismo humano foi tão menosprezada ao longo da história que o sexo passou a ser tratado como algo doentio, quando é exatamente o oposto: é uma fonte de prazer e de saúde. Estudos científicos já identificaram vários benefícios para quem pratica o sexo regularmente:

Melhora da atividade cardíaca

Acredita-se que os hormônios liberados durante o ato sexual, como a testosterona, ajudem a proteger o coração.

Aumento da resistência à dor

Durante o clímax feminino são ativados os centros analgésicos do cérebro médio, que ordenam a liberação corporal de endorfinas e corticóides, capazes de atenuar dores de cabeça e na coluna ou as provocadas por artrite.

Fortalecimento do sistema imunológico

A atividade sexual regular contribui para a produção de certos anticorpos e imunoglobinas que ajudam a combater as infecções.

Efeito antidepressivo

Pessoas satisfeitas com a vida sexual são menos vulneráveis a sofrer depressão, tanto por razões psicológicas quanto químicas.

Perda de peso

O ato sexual é um exercício anaeróbio que consome 200 calorias, a mesma quantidade que se queima em meia hora de academia.

Por mais que o sexo contribua para aumentar a expectativa de vida, a maior parte das pessoas nunca associou sua prática à manutenção da saúde, como se faz em relação aos exercícios em academia ou aos cuidados com a alimentação e o sono. Hoje já é consenso, no entanto, que sexo e qualidade de vida andam juntos, tanto que a divisão de saúde mental da Organização Mundial de Saúde (OMS) passou a considerar o exercício da sexualidade como um parâmetro para medir a qualidade de vida.

Apesar de todas as possíveis causas psicológicas para os problemas sexuais – que incluem depressão, estresse, experiências anteriores frustrantes e excesso de pressão no trabalho –, os especialistas estão cada vez mais atentos ao fato de que razões físicas também são freqüentemente responsáveis pela queda de desempenho entre as quatro paredes. As alterações percebidas podem ser indícios de problemas de saúde, como complicações cardiovasculares e disfunções no sistema nervoso, endócrino ou circulatório, além de infecções genitais, intervenções cirúrgicas e defeitos congênitos do aparelho reprodutor. Há, por exemplo, a relação comprovada entre disfunção erétil e algumas doenças: 46% dos diabéticos e 33% dos hipertensos têm dificuldade para manter a ereção.

Entre os motivos que fazem com que os males do amor não cheguem aos consultórios dos especialistas com a freqüência necessária se incluem medo, pudor, vergonha e desinformação. Uma pesquisa do Projeto Sexualidade, da Universidade de São Paulo (USP), revelou que apenas 5% das mulheres e 7% dos homens com dificuldades sexuais fazem tratamento. Ela mostrou também que o maior receio dos brasileiros em relação a sexo é não satisfazer o parceiro – alternativa apontada por 56% dos homens e 45% das mulheres, um índice superior ao medo de adquirir doenças sexualmente transmissíveis. "As pessoas ficam tão preocupadas em ter um bom desempenho sexual que acabam deixando o próprio prazer de lado", diz a coordenadora da pesquisa, a psiquiatra Carmita Abdo.

Os homens parecem ser mais suscetíveis a essa preocupação: 37% deles têm medo da ejaculação precoce, mas só 19% das mulheres citaram o temor de que isso ocorra durante a relação; e 31% dos homens assinalaram a perda de ereção, um item apontado por apenas 4% das mulheres (leia mais na pág. 64). Nos consultórios, muitos homens dizem se sentir pressionados pela postura cada vez mais crítica das mulheres quando o assunto é sexo. "A superficialidade das relações é um fator que tem atrapalhado a performance sexual", diz Marzano. "Está faltando o jogo da sedução que prepara para o ato sexual. É preciso sentir o desejo fluir pelo corpo, obter uma excitação que não fique restrita à área genital."

Os mecanismos do desejo

Tanto no homem quanto na mulher, o desejo é instigado por estímulos no cérebro que podem ser acionados por diferentes gatilhos, desde os mais sutis, como pensamentos e carícias, até os mais explícitos, como um vídeo pornô. Esses estímulos agem em uma região do cérebro chamada diencéfalo, que, ao mesmo tempo em que inicia o processo de interesse e excitação por intermédio do hipotálamo, convoca o sistema límbico para inibir os impulsos sexuais quando não forem convenientes.

Esses mecanismos são, no entanto, apenas a parcela animal e instintiva da sexualidade humana. Quando os estímulos gerados no circuito neurológico arcaico passam ao córtex cerebral, são influenciados por emoções, fantasias, desejos, ritos, medos, censuras, tabus, costumes e condutas aprendidas e impostas ao longo da vida. Os sinais voluptuosos gerados no cérebro viajam então pela medula espinhal para orquestrar uma verdadeira sinfonia erótica. Os hormônios sexuais e um conjunto de neurotransmissores libidinosos acompanham os estímulos elétricos que estão na origem da atração erótica.

Não há dúvida de que o sexo muitas vezes é bloqueado diretamente na fonte – ou seja, no cérebro. Determinadas situações relacionadas a experiências do passado podem se integrar à personalidade do indivíduo e influenciar, a médio e longo prazo, a deterioração de sua vida amorosa. Muitos dos problemas do gênero decorrem da falta de educação sexual, tanto dentro de casa como nas escolas, uma situação que contribuiu e ainda contribui para a difusão de mitos perniciosos, como o de que a masturbação é prejudicial (provoca espinhas, emagrece ou até enlouquece), que o tamanho do pênis é decisivo para o grau de prazer na relação, que a mulher nunca deve tomar a iniciativa na paquera e que os homens são infiéis por natureza.

E o viagra feminino?

Durante a excitação sexual, a força com que o sangue entra nos "corpos cavernosos" do clitóris e do pênis é regulada por uma seqüência química da qual participam duas enzimas: a óxido nítrico síntase, que produz o neurotransmissor óxido nítrico, e a adenilato ciclase, que faz o mesmo com a guanosina monofostato cíclica, ou GMPc. No homem, cabe ao neurotransmissor óxido nítrico, ajudado pelo GMPc, incitar e manter o mecanismo vascular responsável pela rigidez do pênis. Essa molécula é degradada por uma enzima chamada fosfodiesterase do tipo V (conhecida pela sigla PDE 5), responsável pela perda da ereção. O conhecimento desse processo permitiu o desenvolvimento da última geração de medicamentos contra a disfunção erétil masculina, como o sildenafil (Viagra), o tadalafil (Cialis) e o vardenafil (Levitra). Todos inibem a ação da PDE5. Os experimentos, contudo, têm demonstrado que esses medicamentos não funcionam nas mulheres. Há quem já tenha lançado a suspeita de que atacar primeiramente o problema masculino foi uma decisão premeditada da indústria farmacêutica, à qual não interessaria resolver o problema dos dois gêneros ao mesmo tempo. Dessa forma teria a oportunidade de repetir, com as mulheres, os resultados obtidos com a comercialização dos medicamentos contra a impotência masculina.

Ao mesmo tempo que se fala de um cenário em que metade das mulheres enfrentaria disfunções sexuais, uma linha de pesquisadores afirma que os altos e baixos do apetite sexual feminino são normais. "A inibição do desejo sexual em muitas situações é uma resposta funcional de mulheres que sofrem de estresse ou de cansaço", diz John Bancroff, diretor do Instituto Kinsey, da Universidade de Indiana, EUA. "Seria preciso combater em primeiro lugar esses fatores." Uma equipe de psiquiatras do Royal Free Hospital School of Medicine publicou, em 1997, um estudo que levou à conclusão de que apenas 2% das mulheres sofriam realmente de disfunções sexuais.

Independentemente de as disfunções terem origem orgânica ou psicológica, os especialistas afirmam que 95% dos casos femininos já podem ser tratados com eficácia. Entre os homens, essa taxa beira os 100%. Não há razão, portanto, para passar longe dos consultórios dos especialistas. n

Adaptação Maurício Oliveira

 

Como funcionam os genitais

Os órgãos genitais masculinos e femininos apresentam diferenças marcantes do ponto de vista anatômico e fisiológico por seus diferentes papéis na reprodução. Veja os principais órgãos e para que eles servem.

FEMININO

Por baixo dos lábios maiores, que têm a função de proteger a vagina e o canal da uretra contra infecções, estão os lábios menores. Muito sensíveis ao tato, eles inflam durante a excitação erótica. O ponto de encontro dos lábios é o clitóris, pequena protuberância análoga ao pênis masculino que também se põe ereta durante a excitação sexual e é igualmente protegida por um capuz de pele, o prepúcio feminino. O orifício vaginal (que nas virgens está coberto ou rodeado pelo hímen) é a entrada da vagina, um canal úmido e elástico com largura entre 8 e 12 cm que apresenta na parte posterior uma protuberância, o cérvix. Trata-se de um canal por onde flui o líquido menstrual e os espermatozóides chegam ao útero, uma cavidade em forma de pêra que se expande para abrigar o feto. De cada lado do útero saem as trompas de Falópio, que se unem ao correspondente ovário, a fábrica de óvulos e hormônios femininos.

MASCULINO

A parte visível dos genitais são o pênis, os testículos e o escroto. Durante a atividade sexual, em função de uma série de impulsos, o pênis se torna rígido e ereto para possibilitar a penetração. No extremo, o formato é de cone para formar a glande, envolta por um capuz de pele chamado prepúcio. Na ponta da glande está a abertura da uretra, o canal que transporta o sêmen e a urina. É nos testículos que são produzidos os espermatozóides. Lançados ao epidídimo, um tubo em espiral onde amadurecem, os espermatozóides chegam à uretra para serem lançados durante a ejaculação em meio ao sêmen, composto na maior parte por um líquido produzido na próstata e nas vesículas seminais..

 

Os maiores medos

O que preocupaos brasileiros quando oassunto é sexo.*

Homens

56% - Não satisfazer o(a) parceiro(a)

44% - Contaminar-se com doenças sexualmente transmissíveis

41% - Gravidez

37% - Ejaculação precoce

31% - Perda de ereção

25% - Não conseguir repetir a relação

16% - Não ter excitação pelo(a) parceiro(a)

15% - Não ter orgasmo

11% - Não ser aceito pelo(a) parceiro(a)

8% - Não saber fazer algo

2% - Outros

Mulheres

45% - Não satisfazer o(a) parceiro(a)

44% - Contaminar-se com doenças sexualmente transmissíveis

42% - Gravidez

32% - Não ter orgasmo

20% - Não ter excitação pelo(a) parceiro(a)

19% - Ejaculação precoce

14% - Não saber fazer algo

11% - Não ser aceito pelo(a) parceiro(a)

7% - Não conseguir repetir a relação

4% - Perda de ereção

2% - Outros

*Respostas com alternativas múltiplas

Fonte: Projeto Sexualidade/Universidade de São Paulo (USP)

 

Teste

Foi bom para você?

Muitas pessoas não têm a vida sexual que gostariam. Este teste avalia como está sua saúde sexual. Assinale a opção que se aplica a seu caso, some os pontos e confira o resultado.

HOMENS

Você tem pensamentos, sonhos ou fantasias sexuais?

( )0Nunca ou quase nunca

( )1Às vezes

( )2Com freqüência

Com que freqüência você tem vontade de ter uma relação erótica?

( )0Nunca ou quase nunca

( )1Às vezes

( )2Muitas vezes

Sente-se tão cansado ou esgotado que evita manter relações sexuais?

( )0Com freqüência

( )1Às vezes

( )2Nunca ou quase nunca

Tem ereções espontâneas durante a noite ou ao acordar pela manhã?

( )0Nunca ou quase nunca

( )1Às vezes

( )2Com freqüência

Tem dificuldade para que seu pênis fique ereto?

( )0Com freqüência

( )1Às vezes

( )2Nunca ou quase nunca

Quando há estímulo, a ereção é suficientemente rígida para a penetração?

( )0Nunca ou quase nunca

( )1Às vezes

( )2Sempre

Consegue manter a ereção depois de ter penetrado sua companheira?

( )0Nunca, quase nunca ou nem tento

( )1Às vezes

( )2Geralmente

Alcança o orgasmo em seus encontros sexuais?

( )0Nunca

( )1Às vezes

( )2Geralmente

Controla a ejaculação?

( )0Nunca ou quase nunca

( )1Às vezes

( )2 Geralmente

Sente dor quando tem uma ereção ou ejacula?

( )0Sempre

( )1Às vezes

( )2Nunca

Está satisfeito com sua vida sexual, erótica, sentimental?

( )0Muito insatisfeito

( )1Insatisfeito

( )2Satisfeito

( )3Muito satisfeito

MULHERES

Você tem pensamentos, sonhos ou fantasias sexuais?

( )0Nunca ou quase nunca

( )1Às vezes

( )2Com freqüência

Com que freqüência você tem vontade de ter uma relação erótica?

( )0Nunca ou quase nunca

( )1Às vezes

( )2Muitas vezes

Sente-se tão cansada ou esgotada que evita manter relações sexuais?

( )0Com freqüência

( )1Às vezes

( )2Nunca ou quase nunca

Se excita sexualmente com facilidade?

( )0Nunca ou quase nunca

( )1Às vezes

( )2Geralmente

Tem dificuldade para manter a excitação durante o ato sexual?

( )0Geralmente

( ) 1Às vezes

( ) 2 Nunca ou quase nunca

Sua vagina se lubrifica durante a excitação e o ato sexual?

( )0Nunca ou quase nunca

( )1Às vezes

( )2Geralmente

Sente dor durante a relação sexual?

( )0Geralmente

( )1Às vezes

( )2Nunca ou quase nunca

Durante o ato sexual, a vagina se tensiona e se contrai, dificultando a penetração do parceiro?

( )0Geralmente

( )1Às vezes

( )2Nunca ou quase nunca

Alcança o orgasmo quando tem relações sexuais?

( )0Nunca ou quase nunca

( )1Às vezes

( )2Geralmente

Quando se masturba, chega ao orgasmo?

( )0Nunca ou quase nunca

( )1Às vezes

( )2Geralmente

Está satisfeita com sua vida sexual, erótica, sentimental?

( )0Muito insatisfeita

( )1Insatisfeita

( )2Satisfeita

( )3Muito satisfeita

RESULTADO

Some os pontos que obteve e verifique em que faixa você se enquadra:

MAIS DE 11 PONTOS

Sua vida erótica está dentro do normal e não dá sinais de disfunção sexual. Mas não baixe a guarda.

ENTRE 7 E 11 PONTOS

Há indícios de que algo não está funcionando bem em sua vida sexual. Se deseja obter um maior grau de satisfação, converse com o(a) parceiro(a) sobre o assunto. Se não houver progressos apesar do diálogo, procure um especialista.

ATÉ 6 PONTOS

É muito provável que você padeça de algum tipo de disfunção sexual. Para detectar e tratá-la, consulte seu médico.

 


Fonte: http://super.abril.com.br/saude/como-melhorar-sua-vida-sexo-446377.shtml?utm_source=redesabril_jovem&utm_medium=facebook&utm_campaign=redesabril_super

ATENÇÃO PAIS E RESPONSÁVEIS: FILTREM AS INFORMAÇÕES QUE CHEGAM A SEUS FILHOS!

Procon multa empresas por campanhas abusivas dirigidas a crianças

Nestlé, Mattel, Habib's, Biscoitos Spuleta e Roma Brinquedos foram multadas em mais de R$ 3 milhões

 

Fonte: Envolverde

 

crianca Procon multa empresas por campanhas abusivas dirigidas a crianças

 

 

Na semana de 9 a 13 de julho, as empresas Nestlé, Mattel, Habib's, Biscoitos Spuleta e Roma Brinquedos foram multadas pelo Procon de São Paulo em mais de R$ 3 mi por campanhas abusivas dirigidas ao público infantil.

A punição teve como base as denúncias do Projeto Criança e Consumo, do Instituto Alana. O projeto já ajuizou, desde 2006, um total de 188 reclamações.

O apelo da linguagem publicitária descobriu nas crianças um de seus melhores promotores de venda. De acordo com o site da Instituto Alana, "a indústria descobriu que é mais fácil convencer uma criança do que um adulto. Logo, as crianças são bombardeadas por propagandas que estimulam o consumo e que falam diretamente com elas".

"O resultado, devastador, é que crianças vão para a escola totalmente maquiadas; deixam de brincar e correr por causa de seus saltos altos; sabem as marcas de todos os celulares, mas não sabem o que é uma minhoca; reconhecem marcas de todos os salgadinhos, mas não sabem os nomes de frutas e legumes, dentre outros tantos exemplos", diz o site.

A declaração política aprovada na 4ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional chama a atenção para a publicidade de alimentos junto ao público juvenil e adolescente, que tem gerado efeitos na perda de soberania alimentar e em fenômenos como o avanço do sobrepeso, da obesidade e de outras doenças crônicas não-transmissíveis.

Dentre as propostas da 4ª Conferência do Consea estão ainda assegurar alimentação escolar durante o período de férias e a regulação da publicidade de alimentos e de práticas de marketing destinadas ao público infantil.

Clique aqui para conhecer o Projeto Criança e Consumo.

 

 

Postado por Daniela Kussama


PRIVACIDADE E PEDRO...CARDOSO...Muito bom!


--

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Palestra: Mediunidade, Sobrenatural ou Transtorno Psiquiátrico?

Data: 23/07/12

 

Palestra Mediunidade, Sobrenatural ou Transtorno Psiquiátrico?

Sinopse: Sensações estranhas, de presenças; visões; sonhos pré-monitórios; audição de ruídos ou vozes; captações energéticas; formigamento nas mãos; entorpecimento; arrepios; ondas de frio; ondas de calor; doenças sem causa física; mudança repentina do timbre vocal; escrita compulsiva de conteúdo estranho à experiência do autor; lâmpadas que apagam e acendem sozinhas; fortes emoções repentinas sem motivo; choro gratuito. Fenômeno mediúnico ou Transtorno Psiquiátrico? Você apresenta algum desses sintomas? Sobrenatural? O que é isso?

 

Palestrante: Terapeuta e Iridólogo: Jordan Campos – www.jordancampos.com.br

Local: Instituto Quatro Estações – Rua Recife, 115 – Jardim Brasil – Salvador / BA

Horário: 19h30 / 21h00

Entrada: 2 kg de alimentos não perecíveis

Inscrição: Apenas pelo e-mail contato@jordancampos.com.br

Procedimento: Basta enviar para o email acima: nome + e-mail + telefone do(s) nome(s) inscrito(s) + nome do evento para reserva / aguarde então a confirmação da vaga.

Importante: Apenas o email de confirmação garante a vaga.

Aviso: Caso se inscreva e não compareça, seu nome ficará impedido de comparecer em até dois eventos. Para isso, em caso de desistência, basta nos informar com 24 horas de antecedência.

Outras Informações: 71. 9673. 8890 / 8645.8280





--

Manoel Trajano
Eng.Especialista em Segurança do Trabalho e Gás Natural
+55-71-9155-0556/8800-7713
e-mail/Gtalk :trajanomanoel@gmail.com
Msn: engmtrajano@hotmail.com
Twitter: http://twitter.com/manoeltrajano
Site: http://stv-engenharia.blogspot.com
Currículo Lattes:http://lattes.cnpq.br/8895443035893319 

Kardec e as Palavras(Maria das Graças Cabral)



Fonte: umolharespirita1.blogspot.com

KARDEC e as PALAVRAS

Por Maria das Graças Cabral



Ao iniciarmos o estudo de O Livro dos Espíritos, nos deparamos em sua introdução, com o grande cuidado de Allan Kardec, para com as palavras a serem empregadas no corpo doutrinário espírita. Num primeiro momento, poderíamos entender que tal diligência, se devesse ao fato de ser o Codificador por formação acadêmica, um pedagogo, lingÃ?ista insigne, que falava alemão, inglês, italiano, espanhol e holandês. Escreveu gramáticas, aritméticas, estudos pedagógicos superiores; traduziu obras inglesas e alemãs. Ou seja, na condição de poliglota e profundo conhecedor da língua francesa, seu idioma pátrio, sabia da importância das palavras para que um discurso fosse claro, e alcançasse seu objetivo. 

Não obstante, poderíamos também considerar, que na condição de organizador de toda uma gama de conhecimentos, advindos de Espíritos de alta evolução para a estruturação de uma obra, que segundo J. Herculano Pires, seria "o código de uma nova fase da evolução humana", buscasse 'cuidar' das palavras a serem empregadas nessa sistematização, de forma a evitar que o uso inadequado das mesmas, viesse a "desvirtuar" os preceitos doutrinários.
E assim, o Codificador inicia a Introdução de O Livro dos Espíritos dizendo que: - "Para as coisas novas necessitamos de palavras novas, pois assim, o exige a clareza de linguagem, para evitarmos a confusão inerente aos múltiplos sentidos dos próprios vocábulos." Observa-se claramente, que o mestre trata a doutrina como algo inovador, ciente da grandeza de suas revelações. Sabia que os assuntos abordados, envolviam grandes questionamentos da humanidade, que até então nunca haviam sido tratados tão objetivamente. Não queria portanto, que palavras com sentidos já definidos, distorcessem os preceitos fundamentais da nova doutrina.
Em seguida, o Mestre Lionês reporta-se às palavras espiritual, espiritualista, espiritualismo, demonstrando que as mesmas já tinham uma significação bem definida - entendendo-se por espiritualismo - toda filosofia religiosa que prega a existência de um ser ou realidade distinto da matéria. Entendia Kardec, que não aplicando à Doutrina Espírita tais palavras, evitar-se-ia a multiplicação das já numerosas causas de ambigÃ?idade e de duplo sentido, (anfibologia), que acabariam por gerar graves conflitos de entendimento.
Daí, o codificador estabelece que "em lugar das palavras espiritual e espiritualismo" - para designar a Doutrina dos Espíritos - a palavra adequada seria espírita ou espiritismo. E conclui afirmando, que "Os adeptos do Espiritismo serão os espíritas, ou se o quiserem, espiritistas." Segundo Kardec, O Livro dos Espíritos tem como especialidade a Doutrina Espírita, e como generalidade o Espiritualismo, daí, a referida obra traz abaixo do título, as palavras Filosofia Espiritualista.
Ocorre, que o cuidado de Kardec, foi totalmente negligenciado pelos espíritas. É fato que identifica-se na abundância de obras publicadas, nos discursos e na fala da grande maioria dos espiritistas, não só palavras, mas teorias e filosofias, totalmente estranhas ao corpo doutrinário espírita, e que alteram frontalmente os seus preceitos.
Aliás, desde a morte de Kardec, o Espiritismo vem sofrendo cruéis distorções. Vale lembrar que a própria Revista Espírita, com a sua morte, caiu nas mãos de Pierre Gaëtan Leymarie, que por seu excessivo espírito de tolerância, desvirtuou a finalidade da mesma, abrindo suas páginas à propaganda de filosofias espiritualistas, inclusive à de Roustaing, que diverge frontalmente do Espiritismo.
Não obstante, faz-se por oportuno ressaltar, os desdobramentos sofridos pela palavra "espírita", designada por Kardec aos adeptos da Doutrina dos Espíritos. O referido vocábulo, viria a ser acompanhado de certos adjetivos, visando fazer uma distinção ideológica no próprio meio espírita. Nos idos de 1860, quando o Brasil despertava para o estudo da nova doutrina, recém chegada ao país, já começavam a surgir divergências de pensamento com relação aos aspectos filosófico, científico e religioso da mesma. Diante da discordância, passaram os espíritas da época a serem identificados, dependendo da linha de pensamento, por espíritas científicos, espíritas místicos, ou espíritas kardecistas.
Com o passar do tempo, algumas adjetivações se consubstanciaram, como é o caso do "espírita cristão", que é a denominação dada ao adepto do Espiritismo Cristão, lançado pelo advogado de Bodeaux e opositor de Kardec, Jean Baptiste Roustaing, na obra Os Quatro Evangelhos, editado pela FEB.
Hodiernamente, a variedade de adjetivos aumentou grandemente dentro do movimento espírita, posto que, se tem espírita, roustenguista, chiquista, andreluizista, laico, religioso, kardecista, ramatista, livre-pensador, etc. Pode-se asseverar que hoje, o movimento espírita é formado por numerosas correntes espiritualistas, conhecidas como Espiritismo.
Não obstante, na busca por uma identidade filosófica e/ou religiosa, e em razão da 'anfibologia' criada para a palavra 'espírita', aquele que se considera adepto da Doutrina dos Espíritos, positivada nas Obras Fundamentais que formam o Pentateuco, e codificadas pelo mestre Allan Kardec, identifica-se como "espírita kardecista", ou simplesmente "kardecista", distinguindo-se das demais correntes de pensamento espiritualista, e dos seguidores de cultos afro-brasileiros, os quais também se auto-denominam espíritas.
Alguns companheiros, julgam que "espírita kardecista" seria uma redundância, pois todo Espiritismo deveria ser kardecista. É fato que seria uma redundância, se não estivéssemos diante de tantas correntes espiritualistas que adotaram a denominação de espírita.
Vale ressaltar, que há inúmeros espíritas que não são kardecistas. Alguns nunca leram nenhuma obra codificada por Allan Kardec. Seriam considerados crentes. Não obstante, a Doutrina Espírita é uma doutrina anti-dogmática, racional e evolucionista, que prega a fé raciocinada, e exige de seus adeptos o estudo constante e aprofundado de seus princípios libertadores, positivados nas obras fundamentais, quais sejam: O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns, O Evangelho Segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno, A Gênese, o pequeno livro introdutório ao estudo da doutrina O que é o Espiritismo e Obras Póstumas, que segundo J. Herculano Pires, representa o testamento doutrinário de Allan Kardec.
Diante do exposto, é fato que os cuidados do Codificador para que a Doutrina dos Espíritos não se 'perdesse nas palavras', não impediu que tal fato ocorresse.
Hodiernamente, aqueles que estudam a codificação com dedicação e de forma atenta, constatam com profundo pesar, a adulteração dos preceitos doutrinários, presentes nas traduções e nas novas edições das obras fundamentais da Doutrina Espírita; na 'importação' de filosofias estranhas aos preceitos espíritas presentes na vasta produção literária publicada e divulgada; nos discursos, falas e textos. Enfim, a anfibologia se faz presente no discurso espírita, apesar de todo o cuidado de Kardec em evitar que o Espiritismo viesse a se enredar em suas malhas, gerando os atuais conflitos de entendimento.
Aliás, é fato que o desvirtuamento da Doutrina dos Espíritos, já vai muito além das palavras e das fronteiras, posto que o Brasil, é o maior exportador de obras e de divulgadores espíritas.
Na verdade, a cada dia, me admiro mais e mais com o que leio, ouço e presencio, por parte de espíritas, independentemente de classe social ou do grau de escolaridade. Como também, me espanto com os rumos tortuosos tomados pelo movimento espírita brasileiro.
Não obstante, não podemos abandonar a luta. Alguns companheiros já me perguntaram: - Fazer o que, diante da dimensão do problema? Resposta que não quer calar: - Cada um faça a sua parte. Não sejamos omissos, covardes, ou acomodados, pois a responsabilidade é individual. Vamos com muito amor e disposição, viver, estudar e divulgar com fidelidade a Doutrina Espírita, positivada com brilhantismo nas obras fundamentais, pelo gênio do insigne codificador Allan Kardec. As conseqÃ?ências virão naturalmente com o tempo. Afinal, somos Espíritos eternos!




REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
CABRAL, Maria das Graças. Quem foi Hyppolite Leon Denizar Rivail, mundialmente conhecido como Allan Kardec? IN: http://umolharespirita1.blogspot.com/
CABRAL, Maria das Graças. Os Inimigos do Espiritismo. (Parte II) IN: http://umolharespirita1.blogspot.com/
KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. Ed. LAKE, SP/SP, 62ª edição, 2001.
LARA, Eugênio. Kardecista ou Espír

[via irmaosdeluz] Palestra: Mediunidade, Sobrenatural ou Transtorno Psiquiátrico?


 

Palestra Mediunidade, Sobrenatural ou Transtorno Psiquiátrico?

Sinopse: Sensações estranhas, de presenças; visões; sonhos pré-monitórios; audição de ruídos ou vozes; captações energéticas; formigamento nas mãos; entorpecimento; arrepios; ondas de frio; ondas de calor; doenças sem causa física; mudança repentina do timbre vocal; escrita compulsiva de conteúdo estranho à experiência do autor; lâmpadas que apagam e acendem sozinhas; fortes emoções repentinas sem motivo; choro gratuito. Fenômeno mediúnico ou Transtorno Psiquiátrico? Você apresenta algum desses sintomas? Sobrenatural? O que é isso?

 

Palestrante: Terapeuta e Iridólogo: Jordan Campos – www.jordancampos.com.br

Local: Instituto Quatro Estações – Rua Recife, 115 – Jardim Brasil – Salvador / BA

Horário: 19h30 / 21h00

Entrada: 2 kg de alimentos não perecíveis

Inscrição: Apenas pelo e-mail contato@jordancampos.com.br

Procedimento: Basta enviar para o email acima: nome + e-mail + telefone do(s) nome(s) inscrito(s) + nome do evento para reserva / aguarde então a confirmação da vaga.

Importante: Apenas o email de confirmação garante a vaga.

Aviso: Caso se inscreva e não compareça, seu nome ficará impedido de comparecer em até dois eventos. Para isso, em caso de desistência, basta nos informar com 24 horas de antecedência.

Outras Informações: 71. 9673. 8890 / 8645.8280

 

Os velhinhos da Casa de Repouso Bom Jesus estão precisando de...

REPASSANDO
 
Oi, Gente
Os velhinhos da Casa de Repouso Bom Jesus estão precisando de ajuda. Caso vocês possam ajudar, entrem contato com Tânia Lobo. Tel: 8700-7333.
Pessoal
 
Emerson um amigo meu esteve neste domingo nesta casa que fica no subúrbio, estes velho que estão neste abrigo foram despejados de uma instituição que fechou anos atrás, e que pela bondade de uma pessoa foram recolhidos para não ficarem na rua, eles são carentes de todo tipo de ajuda por que o rapaz tem lutado para conseguir ajuda da prefeitura e até agora nada.
Eles estão precisando dos medicamentos, alimentos, fraldas, lençóis, em qualquer quantidade, etc.
 
Caso possa, quem tiver como encaminhar este e-mail para outras pessoas que tenham condição de ajudar agradeço.
 
A CASA DE REPOUSO BOM JESUS PRECISA DESSES MEDICAMENTOS COM URGÊNCIA!(ALÉM DE MATERIAL PARA CURATIVOS).QUEM PUDER AJUDAR , ENTRE EM CONTATO!
 
CAPTOPRIL(URGENTE!)
SIVASTATINA
ATENSINA
FENITOÍNA
NIFEDIPINA
METFORMINA
OMEPRAZOL
DIPIRONA GOTAS
DICLOFENACO GEL
 
Fomos lá hoje,e não tinha alimento nenhum, compramos uns 40 kg de frango, 8 pacotesde macarrão e 10kg de açúcar, deixamos tudo lá. O responsável falou quase aos prantos da falta dos remédios acima, quem puder ajudar é só entra em contato. Qualquer quantidade, uma caixa de pomada, de remédio, lá tudo é bem vindo.
 


quarta-feira, 18 de julho de 2012

Limpeza



                                                     

Limpeza

 

 

"Há uma diferença entre puro e limpo. É dito que a água é pura. Porém, para roupas, grãos e vegetais dizemos que devem ser limpos porque é preciso esforço para limpá-los. Antes de começar qualquer tarefa, primeiro certifique-se de que você está limpo internamente através da introversão. Então assegure que tudo que é externo também esteja limpo para evitar o aparecimento de germes ou infecções. Qualquer pessoa pode fazer a limpeza física, mas ninguém, exceto eu, posso fazer o trabalho de limpar o mundo interior da alma. Esse é o trabalho que nenhum de nós pode deixar de fazer. Se você quer aprender a limpar, aprenda com os outros e com Deus. O Senhor fica satisfeito com um coração honesto. Quando suas intenções e motivos são limpos, seus desejos serão preenchidos. Ter um coração honesto é ter verdade na lembrança de Deus, nas ações e nos relacionamentos."

 

Dadi Janki

 

 

 

Links – BK Brasil:

           

 

Meditações, Palestras e Artigos

clique aqui

 

        Conheça também:

Editora BK  |  Outras mensagens

 

*

Para indicar o recebimento dessas mensagens a um colega, favor sugerir que acesse www.bkumaris.org.br/cadastro

**

A Organização Brahma Kumaris respeita sua privacidade.

 Caso você não deseje mais receber as mensagens, clique na expressão "remova aqui", abaixo.

Elas podem estar sendo enviadas diretamente por nós (remetente mensagens@bkumaris.org.br) ou reenviada por terceiros; no nosso caso, garantimos a descontinuidade no recebimento.

 

 



Primeiro Museu do Espiritismo da Bahia-Inauguração dia: 15/08/12




Olá.
Neste espaço (foto), na Mansão do Caminho, nascerá em 15 de agosto o primeiro Museu do Espiritismo do nosso Estado.
Precisamos de um estagiário de Museologia (com conhecimento espírita básico) para trabalhar na montagem do mesmo. Ajuda de custo será garantida.
Obrigado e aguardo os contatos
Ricardo Carvalho-Facebook
Mansão do Caminho: 71-3409-8320
Muita Paz!







segunda-feira, 16 de julho de 2012

ESCLARECIMENTO AOS TATUADOS (EM EXCESSO)!

Por Manoel Trajano


Sem querer criar polêmica, revolta, indignação e partindo da premissa de que respeito a liberdade de escolha de cada um e que cada qual siga sua consciência conforme suas conveniências,crenças e culturas,gostaria de deixar claro que não tenho nada contra quem faz mas me sinto na obrigação de lembrar algumas coisinhas, embora eu não seja médico,ainda mais dermatologista. Escrevo dentro de minha ideologia e visão espírita, com base na grande obra de Manoel Philomeno de Miranda (espírito) com Divaldo Franco.

Vivemos numa sociedade em que se julga primeiro pelas aparências(primeira vista,primeiro contato), segundo pelas aparências(segunda vista,confirmação) e terceiro pelas aparências (terceira vista,tréplica). Vivemos de máscaras que se adequam aos que os outros vão achar,opinar e assim nos incluir(seria o pertencimento social?) e não nos sentirmos isolados. Argumentamos que africanos,índios,tribos são assim em vários lugares do mundo como se todos fossem de um mesmo nível espiritual.Não existe esta generalidade.Há maiores e menores níveis.O que importa é o que tá dentro.São nossos conflitos mal administrados,porque todos temos e fugimos dele em formas diversas de válvulas de escape sejam drogas como alcóol,cocaína,cigarro,esportes radicais suicidas ou autoflagelo, que pode incluir os anteriores. Bem, mas no que diz respeito ao foco do tema,e considerando a questão aparências lanço uma pergunta no ar: por que não se tatua ou coloca piercing no coração, nos pulmões,no fígado,no baço, no pâncreas,na bexiga e no cérebro?Por razões óbvias: porque estão escondidos dentro do corpo humano.E o que eles tem em comum com a pele?São todos ÓRGÃOS,aliás, a pele é o maior órgão do corpo humano e é completa e diariamente agredida e massacrada pelo sol,pelo calor excessivo,pelo trabalho a céu aberto,pelo frio,pela falta de higiene e descuido em geral.Ah,mas existem brincos,pequenas obras de arte pintadas,adornos indígenas e outros africanos que existem há milhares de anos.Concordo.Mas nunca se abusou tanto da pele negativamente numa sociedade que não sabe o que é limite,o que pode ser arrependimento futuro que pode vir com a maturidade etária ou espiritual,ou pela adequação a profissões que exigem certas condutas que não são preconceitos,são estilos,marcas e padrões de mercado e devem ser respeitadas e não adianta querer brigar com isso até porque levaria a ignorar toda uma razão histórica que nada tem a ver com paradigmas e sim conquista de respeito,espaço e crescimento,mas voltando a questão saúde,são lesões que se criam em um órgão que tem células sendo alimentadas,excretadas,interligadas dentro de algo maior chamado energia e perispírito,esta massa semimaterial,semidensa que liga a matéria/carne a sua essência/espírito e vai junto com você ao longo das encarnações e eternidade e mais cedo ou mais tarde precisará ser reparada,muitas vezes com dores e sofrimentos desnecessários.

É preciso que pais e responsáveis freiem os abusos sim antes que aconteçam,pelo diálogo,pelo esclarecimento,pelo amor e carinho.Não podemos viver inconsequentemente.Há um caminho a ser percorrido nesta vida e nas próximas.Cada um nada sua.Não tenho preconceito e sim amigos e parentes com estas opções,mas não posso ficar omisso diante de tanto abuso e autodestruição.Há tantas formas de se expressar na vida pelas artes nas várias formas e na caridade para com o próximo em que inquietações consigo mesmo podem  ser melhor acalmadas e transferidas de forma alegre e harmônica.Sei que poderei receber muitas críticas,mas estou tranquilo em relação a minha consciência.É só uma questão de ponto de vista sem anular ou excluir meu semelhante nem muito menos segregar.Continuamos amigos?

sábado, 14 de julho de 2012

Participação do Projeto Manoel pHilomeno de Miranda em Porto Alegre(RS)





Brasil
Ano 6 - N° 269 - 15 de Julho de 2012
    www.oconsolador
PAULO SALERNO
pgfsalerno@gmail.com
Porto Alegre, RS (Brasil)

 
 

O Projeto Manoel Philomeno de Miranda de volta ao Rio
Grande do Sul

Qualidade na prática mediúnica foi o tema dos seminários realizados nos dias 7 e 8 de julho nas cidades de Tramandaí e Porto Alegre

 
A equipe da Mansão do Caminho composta por José Ferraz, Nilo Calazans e João Neves, responsável pelo Projeto Manoel Philomeno de Miranda, esteve nos dias 7 e 8 de julho nas cidades gaúchas de Tramandaí e Porto Alegre, respectivamente, realizando um magnífico seminário sobre a Qualidade na Prática Mediúnica (fotos).
 

O Projeto Manoel Philomeno de Miranda foi criado no mês de maio de 1990 em Salvador-BA, com a finalidade de dar apoio e treinamento aos trabalhadores da Área Mediúnica dos Centros Espíritas, através de seminários, encontros e outras atividades correlatas.

Os promotores dos eventos foram, em Tramandaí, a União Intermunicipal Espírita – UNIME e o Conselho Regional Espírita da 10ª Região da Federação Espírita do Rio Grande do Sul, e, na capital dos gaúchos, a Sociedade Beneficente Espírita Bezerra de Menezes, de Porto Alegre.

O seminário Qualidade na Prática Mediúnica é divido por módulos. No 1º módulo – Qualidade e Espiritismo – a visão de qualidade de Allan Kardec. O 2º módulo tem por título Qualidade no Desempenho Funcional. O 3º módulo é dedicado ao estudo sobre a Qualidade de Resultados.

O 1º módulo – Qualidade e Espiritismo – foi desdobrado com estudos sobre as seguintes qualidades: de objetivos; de pessoas; de organização; de direção e resultados; e finalizado com a apresentação da trilogia estabelecida por Joanna de Ângelis, ou seja, espiritizar, qualificar e humanizar.

O trio de expositores, revezando-se, discorreu sobre os estudos, as pesquisas realizadas por Allan Kardec visando dotar as reuniões mediúnicas com   aspectos   de   seriedade,   de

Nilo Calazans, João Neves e José Ferraz

Público em Porto Alegre

Público em Tramandaí

Trio de expositores em Tramandaí

utilidade, dignificando-as, dando-lhes sentido fraterno, caridoso, amoroso. 

Espiritizar, qualificar e humanizar, essa a
proposta de Joanna de Ângelis
 

Kardec, bem antes de as organizações em geral despertarem para o fator qualidade, evidenciou essa visão, aplicando-a às reuniões mediúnicas.

A reunião bem planejada e executada, utilizando-se de critérios rígidos, teria o poder de afastar os Espíritos inferiores que desejassem acarretar prejuízos tanto para a reunião em si, como para os próprios medianeiros.

Na trilogia proposta por Joanna de Ângelis, o aspecto qualificar visa dotar o medianeiro de capacitação, conhecimento e consciência clara a respeito de suas tarefas. Já a questão humanizar diz respeito à educação emocional para o exercício da mediunidade, a fraternidade e a solidariedade.

O exercício dessas duas ações – qualificar e humanizar – ensejaria ao médium a possibilidade de espiritizar-se e, por conseguinte, o centro espírita alcançaria melhores condições para acolher aqueles que buscam o auxílio.

A Qualidade no Desempenho Funcional foi o título do 2º módulo. Foram apresentados os aspectos que envolvem o doutrinador/dirigente da reunião mediúnica, o médium e o assistente participante.

Nesse módulo foram apresentadas as condições necessárias, os atributos, que devem reunir todos os que participam das reuniões mediúnicas, as precauções em se admitir elementos novos, as finalidades de uma reunião, os desentendimentos entre os médiuns, os equívocos, as influências espirituais, a convivência fraterna e o necessário estudo de O Livro dos Médiuns. 

A busca de qualidade nos resultados foi o
tema do 3º e último módulo
 

Igualmente tiveram destaque os aspectos que envolvem as manifestações, a regularidade, a clareza, a fluidez, a filtragem, o ritmo, o acolhimento, o entrosamento, bem como o esforço para se estabelecer a homogeneidade possível visando alcançar resultados sérios e úteis, objetivando receber a assistência de Espíritos nobres, afastando-se de toda e qualquer frivolidade.

O 3º módulo foi dedicado ao estudo sobre a Qualidade de Resultados. O módulo foi estruturado para oferecer indicadores de desempenho objetivando facilitar a análise por parte de todos os integrantes de uma reunião mediúnica. Os subtemas foram: A Palavra e a Prece; O Choque Anímico; O Passe; e As Terapias Sugestivas.

Todo esse trabalho visa oferecer mecanismos e parâmetros para que os integrantes de uma reunião mediúnica possam proceder a avaliações judiciosas a fim de alcançarem uma melhor compreensão dos objetivos e da qualidade alcançada pelos participantes, individualmente considerados, e pela equipe como um todo. A análise dos resultados se destina à obtenção de níveis mais elevados de qualidade na tarefa de intercâmbio com as entidades espirituais.

As inúmeras perguntas realizadas, em dois momentos, aferiram o interesse que o assunto despertou. Em cada indagação o trio de expositores teve a oportunidade de aclarar e ampliar alguns pontos, o que possibilitou ampliar a compreensão desse delicado assunto técnico de uma instituição espírita que deseja bem servir aos propósitos do Mestre dos Mestres.

A equipe foi aplaudida em gratidão ao esforço e dedicação ao trabalho muito bem planejado e executado.

Para saber mais sobre as atividades do Projeto Manoel Philomeno de Miranda consulte http://projetomanoelphilomenodemiranda.com/portal/


Nota do Autor:

As fotos que ilustram esta reportagem são de autoria de Jorge Moehlecke.


 

 

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com