terça-feira, 30 de dezembro de 2008

ESPIRITISMO BÁSICO

Esta é a ordem cronológica das obras de Allan Kardec e seus respectivos conteúdos.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

ESCUTATÓRIA (VOCE SABE OUVIR?)

Rubem Alves

Sempre vejo anunciados cursos de oratória. Nunca vi anunciado curso de escutatória.
Todo mundo quer aprender a falar, ninguém quer aprender a ouvir.
Pensei em oferecer um curso de escutatória, mas acho que ninguém vai se matricular.

Escutar é complicado e sutil.
Diz Alberto Caeiro que "não é bastante não ser cego para ver as árvores e as flores. É preciso também não ter
filosofia nenhuma".

Filosofia é um monte de idéias, dentro da cabeça, sobre como são as coisas. Para se ver, é preciso que a cabeça
esteja vazia.

Parafraseio o Alberto Caeiro:
"Não é bastante ter ouvidos para ouvir o que é dito; é preciso também que haja silêncio dentro da alma".

Daí a dificuldade: a gente não agüenta ouvir o que o outro diz sem logo dar um palpite melhor, sem misturar o
que ele diz com aquilo que a gente tem a dizer. Como se aquilo que ele diz não fosse digno de descansada
consideração e precisasse ser complementado por aquilo que a gente tem a dizer, que é muito melhor.

Nossa incapacidade de ouvir é a manifestação mais constante e sutil de nossa arrogância e vaidade: no fundo,
somos os mais bonitos...

Tenho um velho amigo, Jovelino, que se mudou para os Estados Unidos estimulado pela revolução de 64.
Contou-me de sua experiência com os índios: reunidos os participantes, ninguém fala. Há um longo, longo silêncio.
(Os pianistas, antes de iniciar o concerto, diante do piano, ficam assentados em silêncio, [...]. Abrindo
vazios de silêncio. Expulsando todas as idéias estranhas.).

Todos em silêncio, à espera do pensamento essencial. Aí, de repente, alguém fala. Curto. Todos ouvem. Terminada
a fala, novo silêncio.

Falar logo em seguida seria um grande desrespeito, pois o outro falou os seus pensamentos, pensamentos que ele
julgava essenciais.
São-me estranhos. É preciso tempo para entender o que o outro falou.

Se eu falar logo a seguir, são duas as possibilidades.
Primeira: "Fiquei em silêncio só por delicadeza. Na verdade, não ouvi o que você falou. Enquanto você falava,
eu pensava nas coisas que iria falar quando você terminasse sua (tola) fala. Falo como se você não tivesse falado".

Segunda: "Ouvi o que você falou. Mas isso que você falou como novidade eu já pensei há muito tempo. É coisa
velha para mim. Tanto que nem preciso pensar sobre o que você falou".

Em ambos os casos, estou chamando o outro de tolo. O que é pior que uma bofetada.

O longo silêncio quer dizer: "Estou ponderando cuidadosamente tudo aquilo que você falou". E assim vai a reunião.
Não basta o silêncio de fora. É preciso silêncio dentro. Ausência de pensamentos.
E aí, quando se faz o silêncio dentro, a gente começa a ouvir coisas que não ouvia.

Eu comecei a ouvir.

Fernando Pessoa conhecia a experiência, e se referia a algo que se ouve nos interstícios das palavras, no lugar
onde não há palavras.

A música acontece no silêncio. A alma é uma catedral submersa. No fundo do mar - quem faz mergulho sabe - a
boca fica fechada. Somos todos olhos e ouvidos. Aí, livres dos ruídos do falatório e dos saberes da filosofia,
ouvimos a melodia que não havia, que de tão linda nos faz chorar.

Para mim, Deus é isto: a beleza que se ouve no silêncio. Daí a importância de saber ouvir os outros: a beleza
mora lá também.

Comunhão é quando a beleza do outro e a beleza da gente se juntam num contraponto.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

MENSAGENS

O QUE IMPORTA
por: Bezerra de Menezes
"Notas o desprezo.O abandono te tortura.Mas o que importa é tua fé.Ouves a calúnia.A falsidade te fere.Mas o que importa é tua verdade.Assistes à revolta.A violência te atinge.Mas o que importa é teu perdão.Observas o orgulho.A arrogância te machuca.Mas o que importa é tua humildade.Reparas a inveja.O despeito te constrange.Mas o importa é tua paz.O importante não é o que os outros pensam, falam ou fazem contigo.O que realmente importa é tua atitude."
Por:FRANCISCO/BA


Previna-se
Equilibre sua justiça, subtraindo-lhe as inclinações para a vingança.Acautele-se com o seu desassombro, para não cair em temeridade.Analise sua firmeza, para que não se transforme em petrificação.Ilumine suas diretrizes, a fim de que não se convertam em despotismo.Examine sua habilidade, evitando-lhe a internação em velhacaria.Estude sua dor para que não seja revolta.Controle seus melindres, de modo que não se instalem na casa sinistra do ódio.Vele por sua fraqueza, a fim de que a sua palavra não destile veneno.Vigie seu entusiasmo para que não constitua imponderação.Cultive seu zelo nobre, mas não faça dele uma cartilha escura de violência.
(Chico Xavier pelo Espírito André Luiz)
Por:FRANCISCO/BA


BASTA QUERER
Parece-nos tão simples...Basta querere os céus conquistaremos.Ao nosso redor encontram-se as ferramentas:Amor, dedicação, perseverança, solidariedade e trabalho.Pegue uma pá de amor,junte a isso um saco de dedicação,a seguir acrescente uma lata de perseverançae com a enxada da solidariedade misture tudo.Coloque esta massaentre os tijolos do trabalho.Massa... tijolos... massa... tijolos...E a escada vai-se erguendo, se elevando.Nela, degrau por degrau, subiremos.Basta querer.Basta querer.Tão simples...Sim, irmãos, tão simples seriase o orgulho, a paixão, o egoísmo,não reinassem entre nós.Difícil é, não impossível!Lutemos, estudemos, aprimoremos as nossas qualidades, que estão aqui, guardadas dentro de cada um de nós.Basta querere os céus conquistaremos.
Por:FRANCISCO/BA

"O princípio que dá ao pensamento o poder dinâmico de correlacionar-se com o seu objeto, e por conseguinte dominar cada experiência humana adversa, é a lei da atração, que é outro nome para o AMOR. Este é um princípio eterno, fundamental e inerente a todas as coisas, a cada sistema de filosofia, a cada Religião e a cada Ciência. Não há como escapar à Lei do Amor. É o sentimento que transmite vitalidade ao pensamento. Sentimento é desejo, e desejo é amor. O pensamento impregnado de amor torna-se invencível."
(Charles Haanel)
Por:FRANCISCO/BA


Sempre há uma chance“Quando em algum momento de sua vidaA decepção ou o medo lhe invadirem o peitoE o desânimo fizer morada em seu coraçãoLembre-se de que possuímos a sabedoriadentro de nós como nosso maior tesouro.Cabe a cada um assumir a coragem de cultivá-la.Fazendo com que nossa alma brilhe cada vez mais.Só assim teremos a consciênciaplena de que sempre há uma chance...
Por:FRANCISCO/BA


Alegria bebem todos os seres
No seio da Natureza: Todos os bons, todos os maus, Seguem seu rastro de rosas. Ela nos deu beijos e vinho e Um amigo leal até a morte; Deu força para a vida aos mais humildes E ao querubim que se ergue diante de Deus!
(Letra da 9ª Sinfonia de Beethoven em português)
Por NINA/SP


Agentes do Contra
"A lembrança amarga não consertará o passado.A tristeza não lhe trará luz ao pensamento.O desânimo não tem condições de prestar auxílio.O azedume não pacifica o mundo íntimo.A revolta não lhe fará ver o caminho mais justo.A crítica é fator de mais solidão.A irritação é a companheira do fracasso.A intolerância afasta a simpatia.O ressentimento é veneno em você mesmo.A condenação é treva que se espalha.Evitemos esses agentes do contra e procuremos trabalhar, na certeza de que, servindo, encontraremos a bênção da alegria por nosso clima permanente de LUZ."(Chico Xavier ditado pelo Espírito André Luiz)
Por:FRANCISCO/BA



domingo, 14 de dezembro de 2008

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com