segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

A VERDADEIRA BELEZA - AUDREY HEPBURN

A VERDADEIRA BELEZA É O TEMA DO DIA 02/02/09
S.E.AMAR , 19:00 h - Barra - Salvador-Bahia
Facilitador: Manoel Trajano







Uma das grandes atrizes do cinema americano, a belga Audrey Hepbum, que marcou sua presença nas telas vivendo a adolescente espirituosa e sofisticada, quando indagada a respeito, sintetizou em dez itens as suas dicas de beleza:




"Primeiro, se desejar lábios atraentes, fale palavras de ternura.




Segundo, se pretender ter olhos encantadores, procure ver sempre o lado positivo das pessoas.




Terceiro, para uma silhueta esguia, compartilhe a sua comida com aquele que tem fome.




Quarto, para cabelos bonitos, deixe uma criança passar os dedos entre eles uma vez ao dia.




Quinto, para a postura, caminhe com sabedoria, pois você nunca andará só.




Sexto, nunca despreze ninguém. Muito mais do que as coisas, as pessoas devem ser restauradas, revividas, requisitadas, perdoadas.




Sétimo, lembre que se um dia precisar de uma mão amiga, você encontrará na extremidade de cada um dos seus braços. Na medida em que você for envelhecendo, descobrirá que tem duas mãos: uma para ajudar a você, a outra para ajudar os outros.




Oitavo, a beleza de uma mulher não está nas roupas que ela veste, na imagem que ela carrega ou no penteado de seus cabelos. A beleza de uma mulher deve ser vista nos seus olhos, pois esta é a porta de entrada para o seu coração, o lugar onde o amor reside.




Nono, a beleza de uma mulher não está num tipo de rosto, mas a verdadeira beleza numa mulher está refletida na sua alma, no caminho que ela cuidadosamente dá, na paixão que ela mostra.




E, finalmente, o décimo e último item, a beleza de uma mulher cresce com o passar dos anos".

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

PRÓXIMAS PALESTRAS 2009

-Soc.Espirita. O SEMEADOR - Campo da Pólvora - Salvador - BA - dia 04/03 às 19:30 h. - Tema: AÇÃO DO PENSAMENTO

- SELF - Liberdade, rua transversal em frente ao Shopping Liberdade -Salvador - BA - dia 16/03 -
Tema: SOLIDÃO

Manoel Trajano

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

DEUS EM NOSSAS VIDAS







As pessoas, de um modo geral, falam de todos os assuntos, mas se esquecem de falar de Deus. As crianças vão com menos de dois anos para as escolas, começando a entrar em contato com um monte de informação, mas também lá, geralmente não se fala de Deus. Na maioria das casas, também não se faz uma prece com elas. A educação religiosa que, falha ou não, existia quando eu estudei, já não existe mais e eu me pergunto - isto pode dar certo? Que tipo de civilização estamos a criar, onde a pessoas não se preocupam em transmitir, ou aprender nada sobre assuntos tão vitais como: de onde viemos, para que estamos neste planeta, para onde iremos quando o momento da partida chegar, (a chamada morte, então, é um tabu - melhor não se referir a ela...)?


Sabemos tantas coisas, lemos tanto, nos especializamos em quase tudo e não queremos procurar compreender quem somos...


Fugimos dessas questões e vamos levando a vida como sonâmbulos, robôs, até que um dia, assustados, percebemos, através do passar do tempo, que modifica o corpo físico, envelhecendo-o, que a partida pode estar próxima e... que fazer para nos preparar para ela? Falar de Deus, em muitos locais, é considerado impróprio. Assim é nas maiores empresas, onde não se faz uma prece para iniciar o dia de trabalho, assim nas Universidades, nas escolas, nos lares... Então, fico pensando, Deus será apenas um conceito vazio de realidade, que encaramos de forma leve, nos dias de domingo, quando muitos vão aos cultos, às igrejas? Mas, se na verdade Deus está em nós e em tudo que nos rodeia, será que agindo assim não estamos totalmente desviados do caminho que nos cabe trilhar?


Falar em Deus, viver em Deus, comungar o divino, deveria ser natural como respirar - como viver. Mas para muitos, ainda não é. Se conhecemos alguém que se refere ao Divino, enquanto fala de algum assunto, é taxado de fanático... Isto é, penso eu, sem dúvida, a causa maior de tudo de destorcido que estamos sendo obrigados a vivenciar nos dias de hoje. Não adianta ter noções de Deus para poder sustentar um discurso, se Ele não faz parte de nossas vidas, se não o colocamos como integrante de nosso dia-a-dia, como maestro de nossa sinfonia, como capitão de nossa nau!Agora que o novo ano está nas portas, poderíamos parar um pouco e repensar nossas vidas com relação à presença do Divino - tenha ele o nome que tiver para cada um de nós.Somos seres divinos e esta nossa energia precisa ser mais valorizada, para que cresçamos em amor e respeito por nós mesmos e, conseqüentemente, por todos em torno. Divinizemos nossas vidas, nossos lares, nossos amores, nossas relações, nossas palavras.Precisamos, de uma vez por todas, nos assumir, com a nossa TOTAL DIMENSÃO.


Tenhamos coragem de nos comprometer com o que já sentimos ser verdadeiro e vivamos de acordo com o que dizemos acreditar, ajudando pelo menos nossos filhos a se reconhecerem divinos, também.Penso que estamos vivendo um momento de decisão. As dificuldades materiais não vão diminuir, mas nós podemos mudar o foco maior de nosso interesse e nossa atenção e aprenderemos, enfim, como ser feliz! Ele não nos abandonará, se sempre O buscarmos e com Ele em nossas vidas, certamente venceremos o que chamamos de obstáculos e problemas.
PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com