sexta-feira, 19 de setembro de 2008

PRECISA DESABAFAR,LIGUE PARA GENTE!




O GRUPO IRMÃOS DE LUZ APOIA ESTA AMOROSA INICIATIVA CONSOLADORA E EDIFICANTE.

Há 10 anos, funciona em Salvador um serviço salva-vidas por telefone. Trata-se do PLANTÃO DA PAZ, uma instituição espírita, que realiza atendimento fraterno, de segunda a sábado, das 8 às 19h, através do telefone (71) 3322-3580.
O atendente é um amigo-voluntário que profere uma mensagem de conforto e otimismo àquele que, provavelmente, passa por alguma dificuldade no campo das relações afetivas, familiares e existenciais e que, sozinho, tem dificuldade em encontrar uma solução.
A instituição não tem fins lucrativos e atende, em média, 25 pessoas diariamente. Sem se identificar (o trabalho é sigiloso e anônimo) e pagando o valor normal da tarifa telefônica, a pessoa procura o serviço para desabafar e ouvir palavras de reflexão e otimismo.
O PLANTÃO DA PAZ tem por finalidade:
a) prestar atendimento voluntário, anônimo e sigiloso, através do telefone e/ou Internet, às pessoas que o solicitem, sem distinção de classe, sexo, raça, nacionalidade ou religião, oferecendo conforto espiritual e evangélico;
b) conceder apoio espiritual às pessoas com ideação suicida, ouvindo-as com interesse, respeito e atenção, e reconfortando-as em seus conflitos;
c) promover a defesa e preservação da vida em qualquer circunstância, lutando contra o aborto, a pena de morte, a eutanásia e o suicídio;
d) promover a cultura da paz na sociedade, através de ações como cursos, seminários, conferências, encontros e campanhas para a promoção da não-violência
Um dos objetivos do PLANTÃO DA PAZ, como dito anteriormente, é atender pessoas com ideação suicida, pois avançam de forma preocupante as estatísticas sobre suicídios no Brasil e no mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde.
Para cada suicídio: 5 ou 6 pessoas próximas ao falecido sofrem conseqüências emocionais, sociais e econômicas.

Segundo os técnicos do Ministério da Saúde, o suicídio já é considerado um problema de saúde pública e tem como principal causa a depressão. Essa doença, que atinge pelo menos 8% da população mundial (OMS) — aproximadamente 15 milhões de brasileiros – é de difícil diagnóstico e os medicamentos indicados, os antidepressivos, são caros demais para a maioria da população.
O comportamento suicida resulta de causas complexas: situação de pobreza, desemprego, rompimentos afetivos, discussões, perda de entes queridos e enfermidades que causam deficiência ou que afetam a estabilidade mental do indivíduo como a depressão.
O papel do PLANTÃO DA PAZ é o de ouvir e apoiar as pessoas que se sentem desamparadas em algum momento da vida, levando-lhes palavras de esperança e conforto espiritual, restabelecendo a auto-estima e a paz interior.

Voluntários sempre são bem-vindos!! Os requsitos são: ser maior de 21 anos de idade, ser espírita e o desejo de ajudar o próximo através de uma palavra amiga.

sábado, 13 de setembro de 2008

VIGILANCIA AOS MÉDIUNS II

Por Manoel Trajano

De uns tempos para cá tem-se observado como anda o comportamento ou a conduta espírita, cristã e eticamente amorosa,tolerante e solidária para com o próximo nos Centro Espíritas e o que tenho observado, escutado e testemunhado tem feito em mim uma necessidade de uma reflexão urgente e que me sinto na obrigação de compartilhar com meus colegas e amigos desta seara maravilhosa e educadora.
Não estamos,não pudemos e não devemos exigir de ninguém certas posturas, mudanças de atitude, mudanças de comportamento,nem alegar e nem se deixar influenciar por achar que a espiritualidade maior o assim está fazendo porque não é. Cada um a seu tempo, procurando internalizar a Disciplina necessária, o equilíbrio necessário e processo educativo mediúnico necessário deve ter seu caminho a passadas firmes, porem regulares e não apressadas e muito menos ações intimidadas,questionadas,julgadas e agressivas por semelhantes encarnados dentro do mesmo objetivo. Não vamos admitir colegas que se propõe a crescer faltarem com o respeito para com o irmão mais próximo principalmente onde devemos dar o exemplo. Quem tiver a oportunidade de ler “ Aconteceu na Casa Espírita” entenderá melhor o que estou me referindo. Há ainda muita vaidade, orgulho, narcisismo, intolerância,falta de compostura,falta de caridade moral e paciência entre os dirigentes espíritas e seus coordenadores, que ao meu ver estão tratando alguns Centros como empresas,so que sem o lucro(quando não o fazem também) que é diferente de ter saldo para os compromissos e despesas de manutenção do ambiente físico. Hoje,estou me permitindo com a graça de Deus,ser convidado para conhecer outras casas e não há um padrão,nem queremos isso a não ser que tenham em comum o propósito do Evangelho segundo o Espiritismo,da Caridade e do Amor. Fora isso são livres para ter sua identidade própria e aí entra a vigilância dos médiuns que somos todos nós,cada qual na sua tarefa sem hierarquia, sem poderes a não ser os divinos. A Doutrina Espírita tem crescido e evoluído muito através dos homens de bem, humildes, simples,amorosos e desapegados, crescido para esta nova fase que vivemos de transição cujo objetivo é tolerância religiosa no mundo, respeito nas diferenças,num horizonte que contemplará uma religião única, a de Deus e para tanto temos que acabar com essas limitações dentro da ciência de nossas imperfeições. O processo terrestre está complicado, aquela faixa intermediaria dentro da Terceira Ordem está cada vez aumentando,ou seja vemos espíritos encarnados lindos e vem no outro extremos barbaridades de toda ordem.
Vamos ser o exemplo cada vez mais de união,harmonia,força, luz para aqueles que nos procuram, sejam encarnados e desencarnados.Porque somos tão respeitosos quando um deserncarnado pede ajuda e somos tão intolerantes para com aqueles trabalhando ao nosso lado em objetivo comum? Sabemos que são casos isolados, que é uma minoria de colegas que assim age no cotidiano, como em todos os grupos sociais organizados,mas nossa responsabilidade é muito grande para perdermos tempo com essas pequenas desarmonias que podem trazer prejuízos grandes para os envolvidos e principalmente para a Casa Espirita, a nossa moradia e nosso Lar Verdadeiro,o teto administrado por Deus.

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

SOCIEDADE ESPIRITA AMAR - OBRIGADO - SEXO E SEXUALIDADE





Nesta sexta-feira passada,dia 05/09/08 fui convidado para a substituição do ótimo expositor e cantor Fabrício Simões(que não pôde ir por motivo de força maior) e qual foi minha responsabilidade e recompensa de ter contribuído neste aconchegante, harmonioso, hospitaleiro e modernizado Centro Espírita na Barra. Obrigado a Valdete e Aldo pela oportunidade de estar com vocês com o tema Conduta Espírita em que senti no semblante do público algo tão carinhoso e receptivo que me motivou mais ainda a continuar colaborando humildemente nesta Doutrina que tanto me tem ajudado. Obrigado a Arival e a Jacó pelo socorro extra de última hora. Como senao bastasse fiquei sabendo que no dia seguinte meu amigo NAHON CASTRO estaria liderando o SEMINARIO SEXO E SEXUALIDADE e qual foi minha surpresa acompanhado de mais 5 pessoas,com violão,recursos multimídia expôs tema tão importante de uma forma criativa,inteligente,musical,divertida e original,me tornando mais fã dele que é um irmão-amigo lá da FEIS-Fraternidade Espírita Irmã Scheilla. Músicas históricas,novas,velhas,engraçadas,céticas que abordavam RELACIONAMENTO desde o NAMORO, o DESEQUILIBRIO, a PAIXÃO, ALMA GEMEA existe? FOI ABORDADO sobre Ciume,Possessividade,Insegurança,Romantismo,Desapego,Apego,Cumplicidade,Sexualidade,



Paixão,como POR VOCÊ(Frejat), DESCULPE O AUÊ(Rita Lee), PEDACINHOS(G.Arantes), axé music(Meu amor é só seu,seu amor é só meu...kkk foi divertido falar de posse...),CIUME(Ultraje a Rigor),NÃO SE VÁ...Voces todos foram ótimos. Depois num to mais sério e não menos importante abordou-se o HOMOSSEXUALISMO,o ABORTO,o ESTUPRO, O CASAMENTO e o DIVÓRCIO,sempre a luz da Doutrina Espírita ditados por Manuel Philomeno de Miranda,André Luiz,Emmanuel e Joana De Angelis.






E em breve o FESTIVAL DE TORTAS de Jacó,dia 21/09/08 às 15 h no Costa Azul a 10,00.Não percam!!!

TAREFA COTIDIANA - VIGILANCIA SEMPRE

Livre Arbítrio


O livre-arbítrio é a maneira pela qual vivemos a vida conforme nossos princípios, escolhas, carinhos e pensamentos agregados a nossa bagagem espiritual, educação, cultura e independência perante a vida. Há de ser respeitado, aceito e admirado porque é através dele que erramos, acertamos, aprendemos e crescemos.
É preciso libertar para ser libertado nós ganhamos e o outro ganha. O verdadeiro amor é conquistado através da transcendência dos atos e da caridade para consigo mesmo e para com o próximo.
É a autolibertação, a salvação de si mesmo e a sincera felicidade por si e pelo outro.
É Dor que liberta porque desaprisiona. É mente que respira aliviada pelo querer honesto e sereno.
Desejar a livre escolha é libertar-se para a vida. É libertar para ser libertado.



Trajano, 11/12/05 – 11:30 h.

Casa de Retiro São José – Mar Grande / Ilha de Itaparica – Bahia
Seminário Mediunidade com Jesus

VIVA LIBERDADE - BAIRRO DE LUZ SEM FIM

Liberdade
Símbolo de toda uma independência, manifestação, emanação esublimação de uma energia às custas de muito sofrimento, lutas,crenças e fé na esperança de dias melhores. Vibração espontânea de umpovo que ainda hoje luta para mostrar sua igualdade como espíritosperante a Deus, num mundo de várias cores que se espera brilharunicamente sob um mesmo Sol. Manifestação de sons, cores, luzes, amore vida, a abolição representou o grito de independência que aindahoje se conquista em cada esquina, cada rua, cada escola e cadafamília.Viva o povo negro que luta por derrubar os muros do preconceitoSocial, racial, cultural não só de negros, mas também de judeus,Árabes, índios, amarelos, caboclos, mestiços, cafuzos, mamelucos,fazendo prevalecer o amor unicolorido perante os olhos de Deus atodos os povos do mundo.
Manoel Trajano, 13/05/2004, Dia da Abolição da Escravatura (1888 –2004), 21:00h sob inspiração divina. Escrito no bairro da Liberdadeem Salvador, onde aflora toda uma energia de um povo que luta paraser feliz. Parabéns !

ANTENAS



Todos nós somos antenas que estamos sempre a emitir e receber sinais que viajam pelo espaço cósmico entre os seres aqui encarnados e desencarnados, onde através da sintonia podemos captar ou emanar boas ou más vibrações. Podemos comparar este meio com a própria atmosfera a qual é carregada de radiações eletromagnéticas e solares onde as ondas viajam e se interferem a todo instante.
Dentro do nosso inconsciente, que por natureza nasceu puro como a vontade divina, retém-se muitas impurezas de várias ordens captadas ao longo das nossas existências passadas e atual. Nós temos um grande poder de comandar nossos pensamentos e irradia-los da melhor maneira possível, beneficiando em primeiro lugar a nós mesmos e atraindo assim coisas boas e felicidade. Às vezes nossa estação precisa passar por reparos gerais quando não consegue irradiar o que queremos ou muitas vezes não queremos mesmo. Cabe a nós aprimorarmos nosso filtro mental para absorver aquilo que nos interessa e nos engrandece. Deus nos fez para o bem e assim devemos agir, interagindo da melhor forma possível com o próximo, os animais, a natureza e no mundo em que vivemos não só em nível de Terra, mas de Universo, na concepção da palavra pois até lixo espacial o Homem já dispõe ao redor do planeta. Os pensamentos viajam e tem força. Materializam-se às vezes e isso já é certo pela própria espiritualidade e graças a Deus poucos aqui tem esse poder, pois imagina-se o que se faria com isso, com tantas guerras em nome Dele há por aí...
Portanto amigos, vibrem pela paz, vibrem pelo amor ao próximo e sintonizem a sua estação com alegria, harmonia, respeito ao próximo, paz, prosperidade, sempre pensando no coletivo e não apenas no individual. Sejamos caridosos,indulgentes e solidários para com o próximo e com o mundo em que vivemos. É a lei da afinidade que rege o mundo e os maus espíritos e energias negativas de toda ordem serão direcionadas para aqueles que privilegiam a depressão, as drogas, a tristeza, o egoísmo, a indiferença, o desrespeito e a desordem. Jamais podem esperar coisas boas pois estas assim que aparecem não duraram a felicidade eterna que deseja o Pai para nós. Tudo se tornará efêmero e a dor através do resgate se tornará inevitável.
Que todos tenham muita paz e ajustem suas antenas para o bem,pois captamos e emitimos aquilo que quisermos e que limpemos nosso inconsciente através da prece e da meditação para materializar e emanar felicidade em nossas vidas.
Um grande abraço

Manoel Trajano, 30/03/2004

Nota: Parabéns a Salvador neste dia 29 de Março para os seus 455 anos de história e cultura no Brasil e que o povo daqui se torne cada vez mais humano e não apenas uma cidade humana como deseja o prefeito. Temos um dos piores níveis de educação no transito do Brasil e somos a cidade de maior poluição sonora atualmente. Temos índices graves de falta de segurança e de desemprego, apesar da bela cidade turística e hospitalidade que temos por natureza. Que o sincretismo religioso daqui emane o que há de bom em cada religião e doutrina presentes ao longo da historia.

A PAZ...

A Paz Interior


A felicidade começa dentro de nós, nas pequenas mudanças de comportamento sejam elas ações ou reações. Parte de uma iniciativa difícil que sai do comodismo consolidado em forma de descaso com o próprio crescimento e na busca de algo melhor que acreditamos sempre partir dos outros.
Pensamos que aqueles que nos incomodam e/ou tentam nos atingir são os motivos das nossas tristezas, irritações, frustrações e ansiedades. A expectativa não realizada ou a vontade de querer que as coisas ou que as pessoas sejam do jeito que queremos traz em nós sensações desagradáveis, angustiantes e revoltantes. Tudo isso não vale a pena, pois este estado de espírito depende exclusivamente de nós, pois disso depende a nossa Paz Interior, a nossa Felicidade. Medo de dizer não para o que incomoda, medo de mudar de atitude e deixar de sentir aquela dor na altura do diafragma cuja respiração torna-se ofegante, sufocante, incômoda tornando algo pseudonormal no nosso cotidiano deixando de lado a verdadeira forma de sentir e pensar na forma mais saudável, pois aquela condição passa a ser normal, não o correto, mas para nossa realidade.
Aquela vontade de resolver tudo naquele momento, a ansiedade de que chegue logo o dia, mas paramos no momento em que vemos que não depende só de nós, não depende só do outro, não depende de pessoa alguma, não depende de nada e sim de Deus e do tempo natural das coisas, daquele aprendizado que nos recusamos a nos submeter, no nosso egoísmo de achar que aquilo que vivemos é nosso futuro definitivo como se tivéssemos o controle total de tudo que acontecesse ao nosso redor. Não é bem assim.Deus e a Sua sintonia do Universo regula o tempo e a ação de cada coisa de acordo com nossas necessidades.Submetemo-nos a Ele e aos desígnios do nosso Senhor Jesus.Para toda a ação tem uma reação e não somos nós que vamos reagir ou impor nosso castigo àquele que nos faz mal ou equivocadamente nos julgam ou fazem mal entendido de nossos atos ou tentam nos ofuscar ou abalar nosso equilíbrio. O outro nunca é culpado por nossas sensações. Nós é que permitimos estar se sentindo desse ou daquele jeito pela lei da afinidade.
A Paz Interior depende de nós, dos nossos filtros, do nosso escudo protetor, não da Vida, mas daquilo que tenta nos abalar, destruir e afastar. O que é melhor para nós hoje só quem sabe é Ele, o nosso Pai e as mudanças no convívio social, laboral, espiritual e sentimental vai depender do nosso merecimento, necessidade e conveniência, tudo de acordo com as vontades de Deus, portanto se hoje há perturbação, incomodo, provocação e sentimentos como inveja, ciúme, medo entre outros, é porque foram atraídos para o teu campo energético de acordo com a vibração e os pensamentos contrários aos ensinamentos de Jesus.
Meditemos, Oremos, Reflitamos e Vibremos Positivamente por aqueles que precisam de Luz e principalmente por nós mesmos, pelo Auto Perdão e Perdão do Outro.Sejamos Felizes.Essa é nossa meta, nosso destino e nosso maior motivo pelo qual Ele está conosco Hoje e Sempre.

Manoel Trajano, 03/10/2004, 20:00 h – 20:13 h.

TODOS SOMOS ANJOS




A busca da perfeição sempre foi um dilema do homem desde os tempos primórdios, antes meramente materiais nas invenções, depois descobertas, conquistas e expansões imperialistas em busca de riqueza e poder, mas nunca se ateve tanto para a sua melhora interna, como espírito, fazendo da reforma íntima uma meta a ser conquistada para sua felicidade real e espiritual, sua saúde mental e bem estar coletivo , em prol da paz interior e mundial.
Nós somos Anjos com asas ainda fechadas, devido a sua alta densidade material, impregnada de ciúme, inveja, egoísmo, ressentimento, vingança, enfim lixo mental. Devemos acordar para a vida, para o amor e para a libertação das paixões terrenas, bens supérfluos e acomodação social.
Abriremos nossas asas à medida em que aprendermos com nós mesmos, no encontro de si o caminho de felicidade interior e da paz entre com nosso semelhante, através do amor. Neste momento todos seremos Anjos como nós hoje imaginamos, de asas abertas e auréola, símbolo da luz espiritual divina que chega a nós através do chakra coronário.

Trajano, 11/12/05 – 14:25 h.

Casa de Retiro São José – Mar Grande / Ilha de Itaparica – Bahia
Seminário Mediunidade com Jesus

VIGILANCIA AOS MÉDIUNS



Caros amigos, quem estuda sabe e quem não estuda fique sabendo que todos somos médiuns(instrumentos, meios de ligação entre os Espíritos e o plano terrestre) e estamos sujeitos a toda ordem de perturbação, sinalização, comunicação e manifestação daquilo que seja para o nosso engrandecimento moral e espiritual conforme a permissão do Pai. Estou percebendo ao meu redor entre pessoas que conheço, admiro e gosto uma vulnerabilidade, uma insensibilidade diante daquilo que vejo como óbvio no sentido de nos desestabilizar e o que é pior estas pessoas estão sendo usadas por inspiração e telementalização de uma forma sutil por parte daqueles que não querem a nossa união e a melhoria do homem em torno da família, da sociedade, na seara do bem. Acordai e despertai amigos!
Faz-se necessário que estejamos vigilantes às sutis influências daqueles espíritos que não se comprazem com o bem, se incomodam com a sua prática ou mesmo aqueles que só interesse na propagação do mau e dos seus interesses, sustentados pela ignorância, pela desinformação e pelo despertar latente que insiste em ficar assim por orgulho, vaidade, pouca evolução e egoísmo. Quando eles não conseguem parear suas forças com as do bem, haja vista que estas últimas são de tamanha força que os assustam, e se aproveitam da latência delas que há em cada um de nós, suprimidas pela invigilância, pela faculdade mediúnica não trabalhada, temerosa de receios inconsistentes, pois demonstramos falta de fé em Deus e no amparo dos nossos amigos espirituais de toda hora e do nosso amado anjo da guarda que está sempre com nós e não deixaria nada nos acontecer que não fosse permitido pelo nosso Senhor Jesus e pelo Deus Pai Todo Poderoso. As conseqüências disso são o medo e sua propagação principalmente a outros médiuns igualmente fragilizados, não trabalhados e enfraquecidos, não despertados da consciência do bem e da missão do compromisso assumido na programação reencarnatória para reparar erros e dividas contraídas no passado. Que o receio exista no seu inicio exista acredito ser natural, pois também possuo aquela apreensão, aquela expectativa, mas daí passar adiante para o meu irmão filho de Deus, jamais. Muito pelo contrario, acredito que temos que estimular o trabalho, a oração, a meditação, o tratamento através do passe como troca de energia em que receptor e emissor se beneficiam, ir aos Centros Espíritas sem receios de efeitos colaterais porque assim como um remédio amargo e de gosto ruim, o que sentimos de desagradável é ínfimo perante o beneficio que estamos praticando a nós mesmos, a quem nos doa e principalmente àqueles ao nosso redor. Estejamos atentos às sugestões daqueles que estão mais próximos de nós e vejamos como ele está sintonizado com a vida espiritual. Um médium não trabalhado, por ter os canais energéticos mais abertos do que aquele com menor potencial (todos somos médiuns, uns mais outros menos e com essa ou aquela ou varias faculdades mediúnicas). A ironia, as brincadeiras, sugestões desestimulantes, comentários infundados e inoportunos vindos daqueles que nós sabemos do potencial ou da consciência edificante, são sinais sutis da influencia daqueles espíritos inicialmente citados que acham brechas na nossa invigilância e fragilidade para disseminar a pratica do bem e da sua melhoria interna. Estou lendo agora o livro “Aconteceu na Casa Espírita” pelo espírito Nora através de Emanuel Cristiano que nos alerta como eles agem sobre nós todos o tempo, seja no Centro, no nosso lar, no trabalho, na rua, principalmente quando planejamos nos cuidar, nos reunir entre amigos para falar da Boa Nova, de irmos tomar passe e nos cuidar. Todos vocês têm um potencial maravilhoso, uma luz linda que está querendo sair e irradiar, banhando a todos com suas palavras e conhecimento. Não deixem se influenciar. Reajam e verão que cumprindo sua programação espiritual firmada aos espíritos superiores, discípulos humildes do Senhor a serviço do Pai, farão sua paz interior reinar, atraindo assim prosperidade, tranqüilidade, consciência e caridade desprendida dos valores materiais. Eles têm medo do nosso potencial porque sabem o que existe de latente e forte dentro de cada um de nós. Força amigos! Vão ao Centro Espírita de vez em quando quem puder, ore em casa, medite, mas não deixem de praticar o bem a si mesmo e aos outros mesmo que de vez em quando vocês tenham que tomar um passe se não puderem sempre, mas lembrem-se que inicialmente o remédio pode trazer às vezes mal-estar, mas isso é um sinal de que você está limpando, se curando e se protegendo. Não tenham medo. Confiem em Deus. Ele está conosco o tempo todo.

Abraço a todos.

Manoel Trajano, 10/05/2004, 17:05 h.

RENOVANDO

Uma nova pessoa

Para nos tornarmos uma nova pessoa, não é necessário mudarmos nossa personalidade nem nosso caráter, mas sermos capazes de nos melhorar com nós próprios, aumentando nossa auto-estima, nosso amor próprio, nos gostando e alcançando a paz interior que tanto desejamos.
Trata-se de um exercício diário, que temos que nos comprometer a fazer com afinco sem a preocupação de provar nada aos outros a não ser a nós mesmos que estamos evoluindo. Cabe a nós nos aceitar, nos perdoar intimamente sabendo que temos que melhorarmos a cada dia na nossa tão delicada vigilância, orando e pedindo a Deus não para diminuir as provas, mas para nos amparar com as forças necessárias. Ter a humildade de pedir com o coração atrai para nosso campo forças de luz que se juntam ao nosso Anjo da Guarda, fiel amigo inseparável.
Podemos fazer de cada dia um novo começo desta melhora interna, plantar as sementes da futura colheita, sem a pressa do resultado, pois o tempo entre necessário dependerá do quanto foi enraizado em nosso ser os desvios das práticas de caridade, humildade, equívocos, solidariedade, amor, simplicidade e não observância dos sinais evolutivos ao longo desta e de outras vidas. Não atingiremos a perfeição agora, estamos bem longe disso, mas podemos melhorar o suficiente para sermos mais felizes e atrair para nosso campo aquilo que mais desejamos para nosso espírito que nos fará crescer como a Paz e o Amor.
Cada dia é necessário internalizar uma lista básica que dependerá de cada qual no conhecimento de suas necessidades elementares, passo a passo e sem ansiedade, respirando de acordo com o ritmo da serenidade e do equilíbrio.
Segue em anexo uma lista sugestiva de ações que não podem faltar e que ao longos dos séculos e milênios independe da crença e religião pode fazer com que internalizemos dia-a-dia o segredo de uma vida de harmonia e felicidade.

Manoel Trajano, 19/08/07, 23:20h a 23:35h

AGRADECIMENTO

Uma bela história


Estou muito feliz por ter passado os últimos 4 anos de minha vida de uma forma intensa, feliz,engrandecedora,onde aprendi nas pequenas coisas e gestos um pouco do que sei hoje e graças a uma companhia que somou a mim,compartilhou e cresceu junto comigo. Momentos felizes e difíceis fizeram parte desta minha escalada espiritual nesta vida,onde o sentimento de família foi aprofundado e serviu de espelho para melhorar algo aqui em nome do amor, da paciência e do perdão.
Noites,dias e tardes foram testemunhas de trocas de carinho,afeto e respeito,apoio incondicional e irrestrito,profissional e pessoal,onde se passa a admirar alguém pelo caráter,personalidade,cultura e formação indiscutivelmente bem lapidados e raros hoje em dia,onde se procura a melhor pessoa para se conviver.
Deus coloca as pessoas na nossa vida de acordo com a necessidade de ambos para o crescimento, provação, evolução, resgate, perdão, simbiose necessários para esta oportunidade abençoada da reencarnação neste planeta e no tempo necessário para tal etapa. Sou eternamente grato a ele pelos momentos favoráveis e adversos que me colocou e pela escolha acima do meu merecimento de alguém que me faz sentir hoje muito melhor do que fui antes deste período.
A vida continua, as provas continuam e o belo futuro que nos reserva está por vir, no nascer de um pôr-do-sol ao horizonte que resplandece esperança, vida e amor, com a consciência de que o melhor foi feito e que se algo não saiu como se queria,não foi porque assim se desejou mas sim porque era necessário e para mostrar que ainda temos muito o que aprender.
Torço pela nossa felicidade,sincera,verdadeira,singela e iluminada. Você sabe quem é você a que me dirijo. Portanto saiba que você sempre será um espírito marcante em minha vida durante toda a eternidade, que um dia deu a oportunidade de ser feliz ao lado teu.
A espiritualidade e os ensinamentos cristãos foram a tônica que me ajudaram na minha Renovação Interior ainda em processo de melhora. Ser espírita hoje é sinônimo de alegria, felicidade e razão de viver e alguém muito especial colaborou para isso.

Manoel Trajano, 02/06/05, 00:15 h – 00:34 h

ESSA ME ATINGIU EM CHEIO NO CORAÇÃO

Toque no coração


No dia 05 de Maio de 2005, ao sair do trabalho em direção a reunião do Grupo de Estudo Espírita, estava eu no meu carro em frente ao Shopping Iguatemi,esperando o semáforo abrir quando que uma daquelas meninas que vendem bombons e penduram no seu retrovisor para pegar o dinheiro depois,caso você resolva comprar,parou atrás do meu veiculo e começou a escrever com o dedo no vidro traseiro embaçado. Eu fiquei curioso em saber o que ela estava escrevendo ali, mas não conseguia enxergar pelo retrovisor por ser noite e estar de película. Segui meu caminho para o meu destino e quando lá cheguei fui observar o que havia sido escrito, sem em nenhum momento imaginar nada, qual foi a minha surpresa e estava escrito “ carinho”. Confesso o quanto fui tocado naquele momento e levei isso para nosso Grupo de Estudo e todos ficaram igualmente sensibilizados, pois o quanto àquela simples palavra extrapolava mais do que o sentido que nós conhecemos, faltando três dias para o Dia das Mães, as questões sociais que sabemos e aquela menina que naquele momento estava “cumprindo com suas obrigações” e na mesma forma que ela quer e precisa de carinho, nós também temos que nos sensibilizar a esta realidade social e porque não dizer espiritual, diante das quais todos nós temos que estar solidários.
Não sei porque, mas ficou em minha mente visualizar um nome para aquela menina e sua idade, eu a chamaria de Mariana e ela teria 11 anos. Quem sabe não é esse o nome dela? Se não fosse e eu adotasse uma criança hoje com certeza seria o nome, pois senti esta intuição naquele momento. Uma vontade de ajudar a todos pequeninos os quais Jesus disse deixar vir até ele.
No dia seguinte ao sair para o trabalho, com o tempo mais claro vi que acima do nome “carinho” ainda havia “Amor e”, ou seja, AMOR E CARINHO.
Meu Deus, obrigado por ter merecido receber esta frase dentro de tantos carros e que ainda hoje não saiu de trás, talvez porque precise refletir sobre isso mais do que uma questão sócio-espiritual. Que todos sejam tocados pela mesma emoção com que vi a primeira vez, vi a segunda mais completamente e agora escrevo, porque o mundo precisa disso, que neste dia das mães,amor e carinho,perdão,fé e compreensão.
Obrigado a você menina, que Deus ilumine teus passos, caminhos e com toda a certeza que são protegidos estes pequeninos, estes Espírito cumprirá sua etapa nesta vida aqui com êxito, pois vemos que no seu coração há algo que falta em muito na humanidade hoje para vivermos em paz: Amor e Carinho.
Para todos também!

Crédito deste texto: Mariana, 11 anos

Escrito por: Manoel Trajano , 08 de Maio de 2005, 12:50h - 13:05 h

CRÔNICA

Segurança Pública


Vivemos um período de muita turbulência moral, valores atropelados, subestimados,ignorados,suprimidos por uma onda de descaso por parte das autoridades desde a mais poderosa que se impõe pela força bélica em nome do imperialismo e da falsa democracia, outros destroem entre si em nome de uma “Guerra Santa”, outros disparam suas armas em nome do domínio e dos seus princípios onde não atua governo,outros pela influencia das drogas,outros por uma revolta em nome da indignação social, em suma toda forma de violência é estúpida e só proporciona sofrimento,dor e perdas irreparáveis aos civis que quando não desencarnam tragicamente testemunham seus entes queridos arrancados do convívio.
Nosso país,nosso Estado da Bahia,nossa querida Salvador assim como outras grandes cidades tem vivido momentos tristes e próximos a nossos entes queridos a luz do dia,situações que caíram na banalidade por estarem tão comuns hoje na imprensa escrita e falada e enquanto não acontecem conosco,nos assustamos e depois esquecemos,seja um estupro a uma garota de 12 anos às 19 h arrancada da porta do cinema no Aeroclube, uma enfermeira que por pouco não é seqüestrada às 7:00 h ao chegar ao seu trabalho na Pituba, salva por um justiceiro que assassinou friamente os dois elementos, um amigo que às 14:00 indo para o carro foi abordado na praia do Corsário,para não citar outros. Onde estamos? Será que neste momento de mensalão, discussões em torno de um reverendo em que inacreditavelmente um grupo (e muitos concordam) defende a idéia de que legalizar o armamento vamos nos defender da violência (como se soubéssemos usar facas, revolveres e tivéssemos mais experiência e rapidez que os bandidos) sob a ótica iludida de que eles continuarão armados e nós não,ignorando a triste estatística de que a maiorias da morte por violência é discussões em transito e em casa,alcoolismo associado ou não,pena de morte na verdade e enrustida. Estamos assustados, queremos ação e não devemos ficar esperando os governos agirem, temos que atuar nas áreas sociais, ajudar de alguma forma, esclarecer, mobilizar uma pacificação distrital, municipal,estadual,nacional e mundial. Provas e expiações são interrompidas bruscamente pelo livre arbítrio equivocado que faltou esclarecimento, apoio, ajuda. Aquele rapaz que fez uma refém naquele ônibus no Rio e que acabaram ambos morrendo(ela pela ação precipitada do policial e ele pelos policiais a caminho da delegacia) era uma vítima sobrevivente de outra vergonha – a chacina da Candelária. O que a sociedade fez neste entretempo? Ficamos esperando os governantes?
Amigos, sei que este assunto incomoda muita gente, mas eu tenho pensado muito nisso. Minha família se preocupa quando saio para passear sozinho ou acompanhado e por mais que estudemos e debatemos, sabendo que tudo na vida tem uma razão de ser e acontecer e nós podemos atenuar e anular certas tendências pela melhoria de nossas ações, vibrações e amor ao próximo, vem a pergunta: “ O que esta sociedade tem feito para mudar a situação?” Ficaremos nos escondendo atrás de vidro peliculado, não parando nos sinais( virou outro risco,agora de acidente de transito). Luiz Fernando Veríssimo escreveu uma crônica certa feita em que o sonho de um lugar tranqüilo num condomínio fechado, após sucessivos assaltos e reforços na segurança e controle de visitas acabou por transformar o local numa área de segurança máxima em que nem os moradores passaram a fazer motim para sair do local.
Ao refletir sobre o assunto demasiadamente abri o Evangelho Segundo o Espiritismo e abri no tema “Caridade com os Criminosos”. A espiritualidade é maravilhosa e age como uma bençao porque precisamos neste momento ler e refletir sobre isso. Ate agora admito que posso estar passando um pouco de resignação mas ao mesmo tempo espero estar sendo indulgente e compartilhando uma responsabilidade que não é só dos governos nem das Policias Federal,Militar e Civil que ganham pouco,são mal aparelhados e vivem sob tensão constante,mas também é nossa como cidadãos,pois aqueles criminosos são cegos à luz do Pai,não tem a noção que nós temos e ainda assim erramos tanto(situações que cometemos que nem são crimes aos olhos dos homens e são faltas graves aos olhos da justiça divina),achamos que a morte destes tachados de marginais ,resolve quando na verdade adia e ainda nos compromete por assim agir e pensar. Temos que vibrar,orar,agir e atuar na causa,na raiz,na base educacional,cultural e social e não há solução imediata,a não ser nos proteger. Esse atual estágio não é do seu bairro,não é de sua cidade,é nacional,é mundial. Não estamos no G8 e ainda assim tem problemas sérios de violência,é Humano,é a Terra no seu processo de aprimoramento,ajuste e que esses nossos irmãos filhos do nosso Pai,precisam de esclarecimento,orientação e pedem por socorro pela forma mais equivocada,sob o véu do ódio,da revolta e da indignação. As crianças hoje se divertem em jogos que há violência impera,os desenhos agridem e o sangue salta aos olhos como uma realidade que insiste em se perpetuar e os pais em nome da liberdade prosseguem permitindo como o mesmo equivoco daqueles que matam em nome de Alá (Deus).
Que nós possamos através dos pequenos gestos no dia-a-dia,através da vigilância,do autrocontrole e da prece,pedir proteção para não cairmos em tentaçao e tentar amar ao próximo como a nós mesmos. Não somos obrigados a gostar de ninguém,mas aceitar aquele que está próximo de nós por um motivo dado pela divina providencia e esforçarmos para auxiliar a superar as nossas limitações através do amor e do perdão.

Trajano, 03/10/05 – 22:30 – 23:06

MOMENTO DE DOR

Saudade do poeta que escreve

Eis ocupação que me dá satisfação:
Ser poeta...ah ser poeta...
Parece ser inútil desaguar sua saudação
Que tanto lhe afeta.
Admirar belas e inatingíveis criaturas
Que ao despertar percebes a tortura
De saber o quanto é fútil
Gastar tintas de sangue numa vida que é inútil,
A mulher,o amor,a sociedade,que coisa assim e tal
Sonhar se torna algo assim tão banal
Como a certeza de que a noite vem de maneira mais fria
Cutucando,esfregando,arranhando de forma nada sadia...
Oh doce agonia...
Vai-me o passado,vai-se a vida
Como quem deixa o barco e salta na imensidão do mar à deriva,
À procura de algo perdido,em qualquer lugar,
Vai-se a vida enquanto durar.

Manoel Trajano
08/09/91 adaptado e revisado para Word em 11/04/2000.

POESIA ROMÂNTICA

Reencontro Estelar

Estrelas num mar de solidão
Procuro no meio do nada uma saudade
Vendo a ti refletida nesta imensidão
Acreditando que um dia te reencontrarei em plena eternidade
Com a certeza de tua presença em meu coração
Que não agüenta mais de tanta ansiedade
Para extravasar todo o tempo de espera dessa emoção

De poder te sentir assim iluminada
Banhando de luz minha alma solitária
Que te aguarda como uma estrela a tempos afastada
Por uma força divina extraordinária
Que só a Sua suprema razão que não nos é revelada
Pode saber o quão a magnitude desse brilho é planetária
E que um dia nossas estrelas se fundiram
Numa só por Deus abençoada

Manoel Trajano
Abril/2000

QUEM SOU EU?

Quem sou eu
- O retorno –

Após um momento de exposição total, nudez espiritual e tratamento introspectivo no mais fundo do meu ser, sem anestesia e de maneira bem dolorosa como quem retira uma casca presa aos músculos e tecidos, com certeza a leveza prevalece ainda com seqüelas deste que parece ser um momento de renascimento.
O ser que vos fala é um vitorioso desta vida, que teve a benção de nascer em uma família batalhadora, hospitaleira e que não mediu esforços de me nutrir não apenas dos bens materiais para meu desenvolvimento como escola,alimentação,lar,integração,educação que me encaminharam para o que hoje tenho de formação profissional e pessoal, saindo do ninho batendo asas para a vida. Faltou palavras e demonstrações anteriormente citadas, sim, mas se ganhou em outras coisas. O meu passado insconsciente e espiritual se revela através das mensagens de amigos e dos sonhos que fui uma pessoa de luta, de glorias, conquistas, vitórias que foram aprendidas com anteriores quedas,derrotas e frustrações. Isso tudo me tornou belo por dentro e por fora, capaz de superar as maiores dificuldades de sobrevivência da vida,de solidão, de superação e abdicação daquilo que menos importa face a outros valores da vida,como honra,caridade,solidariedade,liberdade,verdade,lealdade,fidelidade e principalmente caráter.
“Você não sabe o quanto eu caminhei para chegar até aqui, percorri milhas e milhas antes de dormir,eu não cochilei...”(Cidade Negra)
Isto me marcou. Só eu sei o que passei em cada etapa da minha vida que foi vivenciada e aprendida dura ou suavemente, mas sempre eu saí melhor do que entrei em cada uma delas.Esse sou eu, que faz a própria felicidade, que não depende de nada nem ninguém, exceto Deus Pai que está no céu. Já tomei puxão de orelha de amigos de outrora,indignado pelo meu momento em que passava de cabeça baixa:
“Ele é um guerreiro e se sucumbir novamente não terá mais ajuda”(Um amigo do outro plano,por comunicação no Grupo de Estudo MCSFSC,2005)
Se referindo a um momento de fraqueza que passei e que era inadmissível (e concordo) se curvar diante das adversidades da vida, se refugiando em formas materiais de alivio e ilusão de conforto frente aos problemas.Eu sou luz, sou inteligente,sou forte e não devo ir atrás de ninguém que por ventura me esnobe, faça dificuldades. Eu tenho um grande amor por mim e ao longo das vidas fui atrás de minhas conquistas e alguém me esperava, que acreditava em mim e me aceitava como eu sempre fui,portanto eu dou as rédeas da minha felicidade e paz interior com Deus me inspirando e me auxiliando. Um homem de reinos e batalhas, da ciência e da fé não pode dar tanta dimensão a pequenas coisas da vida nem tornar ninguém único na vida como se fosse o ultimo.
Estou aqui abrindo minhas antenas ate então fechadas e voltadas para um único foco. A vida é curta, bela, escolar, oscilante, de surtos de felicidades e tristezas. Hoje estou com 34 anos e tenho que ter a consciência do que quero para mim,independente de qualquer um. Sou capaz de encontrar alguém belo e apaixonante sim,como tantas que há por aí.
“Você verá que é mesmo assim, que a historia não tem fim,continua sempre e você responde sim, a sua imaginação, a arte de sorrir cada vez que o mundo diz não...”(Guilherme Arantes)
Hoje colho frutos do que plantei de bom e ruim, mas focando naquilo positivo tenho um bom emprego, um carro novo que me emociona e me faz agradecer a Deus todos os dias,oro sempre por minha família e amigos,peço força para os obstáculos da vida,principalmente as maiores forças interiores que me dominam e me impedem de voar mais.Minhas asas estão com óleo de um derramamento causado por mim mesmo.A águia sente o peso e aproveita para trocar o bico. Hoje meu objetivo não é mais me prender a ninguém e sim me entregar a Caridade para com realmente necessita (e como sou acomodado ainda,inerte para começar como tantos outros também dizem que são,depois voarei alto) e me tornarei melhor,bem melhor.
Me olho no espelho com mais freqüência e vejo o que sou,o quanto sou,como sou sem perder a humildade, a modéstia, mas com a certeza do meu valor e do que sou capaz. É minha auto estima,minha liberdade própria, meu auto perdão todos se manifestando, fazendo sair de dento daquele vulcão interno cujo material eu não sabia o que era, agora sei depois que no espelho mais vezes me olhei.

Manoel Trajano ,18:00 – 18:33 h (18 h-Ave Maria...33 min..a idade de Cristo...), 04/08/07

POESIAS

Queixas de um cético

Maravilhas do mundo afora
Animem tais emoções contidas
Numa busca incansável neste agora.
Oh penosas vidas sofridas,
Enfeitem a tornar ambientes mórbidos,
Luzentes, os quais deveriam parecer.

Alegrias que se escondem atrás das portas
Mostrem os segredos de seus mistérios,
Obcecando manifestações brilhantes
Retratando o contrário da aparência negativista.

Manoel Trajano
Setembro/1991 adaptado e revisado para Word em 11/04/2000. Fator Amizade




Fator Amizade

No que faz pessoas separarem amizades
De sentimentos nobres e ardentes...
Que o corpo discrimina ao longo de tantas idades
E iludirem-se que podem estragar-se com os laços envolventes?

Afetividade firme é aquela que nasce da amizade,
De quem já se conhece sem tristeza e com fidelidade,
Prontos para se beijar, se envolver e se sentir
Longe de coisas ruins a alma se servir
.
Amores, Amizades e Afetos,
Mais que coincidências iniciais vocabulares,
São relações sólidas e maduras que mostram a vida sem demais dialetos.

Ridículo é usar tais desculpas de amizade,
Para do sentimento se afastar,
Contra a natural tendência da vida de ensinar o que é amar...

Manoel Trajano
08/05/92,adaptado e revisado para Word em 11/04/2000.

QUANDO É CHEGADA A HORA DE PARTIR



Após um período lindo e maravilhoso de momentos inesquecíveis, a vida de repente começa a tomar um rumo em que fazemos refletir até quando devemos manter determinada postura, caminho, tendências e formas de encarar os desafios. Passamos um tempo, revisamos atitudes,mudamos estratégias mas a realização pessoal,a felicidade o bem-estar não chega,após varias tentativas.
Já recebi mensagens do tipo “a vida é um grande teatro” onde não sabemos quando vamos entrar em cena e nem sabemos quando vamos sair, as vida dá toques e sinais enviadas por Deus e nós pelo livre arbítrio, fazemos escolhas e muitas vezes tomamos “pancadas” umas necessárias outras não,pela nossa insistência. Sempre aprendemos e crescemos. Vaidade e orgulho se misturam quando menos esperamos estamos escravos da nossa mente, pensamento vem e vão e não temos mais controle.
Qual é a hora de sair de cena? Quando é chegada a hora de partir em novas buscas, desafios, riscos. Até que ponto persistimos ou insistimos sem perceber que a escolha é nossa e que não depende dos fatores externos nem de outras pessoas.e sim de nós mesmos.Muito fácil falar não? Sabe-se que sim e o quanto é difícil praticar. Sair de cena,partir, encerrar um ciclo, seja o que for é preciso ter coragem de mudar,agir,avançar e superar.
O processo as vezes é doloroso,temos vontade de chorar,extravasar, gritar e romper energias que nos encascam, parece as vezes que orar é pouco mas não, é sempre bom e ajuda. Queremos respirar. Algo nos prende e nos sufoca. São os efeitos colaterais,sejamos pacientes e compreensivos. O processo dar dor é purificante e redentor,conforme Joana de Angelis. Reforma intima não é fácil. É a prova do estudo que fazemos e observamos. É quebrar paradigmas. Não peçamos a Deus para tirar as provas e sim para nos dar forças.
Saber a hora de partir, é saber a hora de mudar de atitude,em busca da felicidade pessoal que está dentro de nós. Nao podemos controlar a vida,os outros e sim perdoar,amar e sermos indulgentes. Confiar em Deus é muito mais que palavras e promessas,orações e discursos. É entregar a Ele os desígnios maiores para nossa vida,desde que façamos nossa parte e nos esforcemos.

Manoel Trajano, 22/05/08, 15:55 as 16:02 h,feriado de Corpus Christie.

QUANDO O AMOR ADOECE



Quando se inicia a mágica da paixão, do flerte e do calor humano que aflora na pele o corpo reage como resultado da movimentação celular, hormonal, orgânica, enérgica, simbiótica do encontro de auras, interceptação de campos que tem como resultado o êxtase da paixão e da incondicional fusão de corpos e sentimentos.
Momentos se sucedem, tornam-se inesquecíveis e as sensações ficam impregnadas no perispirito que às vezes reconhece as marcas de outrora, quando não é algo completamente novo e desconhecido no espírito que se encanta e começa a perceber que este encontro parece fazer tornar um novo e único corpo, pela lei da afinidade e sintonia regada a atração física e surreal. Depois de um tempo começam a aflorar as diferenças, os mal entendidos e mal comunicados, que a principio parece ser contornado com o jeito e o tempo,ou o controle e a vontade impostos. É o fator emocional que tenta se amoldar, ou relevar sem entender que é necessário ceder e respeitar, face a diferentes formações culturais,educacionais, internalizadas em vidas passadas e que faz-se necessário um esforço intimo que não se está disposto a fazer visto que o melhor é que o outro faça força em mudar. Mais momentos se sucedem as diferenças se mostram cada vez mais consolidadas,repetitivas e nossa reação inerte faz adiar o inevitável: a doença do amor.
Não se questiona aqui a nobreza inconfundível do amor e a sua transcendência mas aquilo que expressamos e sentimos no nosso evolutivo ser o amor,portanto ele não se torna aquilo que esperamos e daí começamos a misturar os diversos tipos de sentimentos que o corrompem, tais como o ciúme,o desrespeito, a posse, o descontrole, a raiva, a indiferença, a falta de paz interna, o apego que nos deixam cegos para tomar a decisão de seguir adiante tentando mudar ou partir para uma nova felicidade.Mas já estamos presos, perdidos,sofrendo e as lembranças construídas insistem em não sair da mente e do coração que alega sentir saudade e aperto. Afinal o que se sente quando o amor adoece? Ou será que não era amor que era sentido e foi confundido com algo diferente. “O amor é bom, não quer o mal, não sente inveja ou se envaidece”, “ é chama que arde sem se ver”, “é ferida que dói e não se sente”,”é cuidar que se ganha em se perder” são trechos de Luis de Camões que foram lembradas na canção Monte Castelo de Renato Russo. Quando o amor adoece tudo que alimentamos de bom e passou a fazer parte da nossa alma, parece agora querer sair como a lava de um vulcão prestes a explodir e traz dor e desilusão. Falta o ar,perde-se o sono,a auto-estima é abalada e o mundo nos deixa mais tonto. É assumir a doença da alma que insiste em nos fazer sofrer e abalar,desequilibrar nossos pensamentos. É o caminho da cura, mesmo que os efeitos colaterais insistam e tentar nos derrubar.
Afinal o que é o verdadeiro amor,que nos cura, nos alimenta e nos traz a vida. É necessário um novo para esquecer o velho que nos fez sofrer?Sera que Deus planeja para nós um novo tendo como condicionante a superação do antigo? Afinal o que é o amor?

Manoel Trajano
13/06/07 – 23:00 a 23:12

PEDRAS NO CAMINHO



Durante a viagem à paradisíaca Chapada Diamantina, entre as diversas paisagens exuberantes esculpidas por Deus, um lugar chamado Ribeirão do Meio pouco hospitaleiro chamou a atenção. A natureza na suas formas mais bruscas e agrestes chamava a atenção para a necessidade do respeito a vida e a superação dos limites.
Ao longo do percurso composto rigorosamente por pedras em suas formas mais angulosas, de arestas levemente cortantes e vivas nos obrigava a adotar medidas de coragem e solidariedade, em que revesadamente os dois participantes da aventura incentivavam mutuamente a continuidade do percurso em que a água descia forte e não era dada a opção de retorno face às condições do horário e da luminosidade. Em alguns momentos era sentida a vontade de desistir, por mim, e ao procurar as margens em terra firme,estas estavam escondidas pelas pedras. A pergunta que não quer calar é como fomos parar ali, já que era assim inóspito o caminho. A resposta foi que havíamos obtido uma orientação estimulante, porem não completa e clara dos perigos que seriam enfrentados,rumo ao objetivo final, a jusante daquele rio. Assim é a vida em que são nos impostos os desafios,os obstáculos para alcançar uma meta e as surpresas vão surgindo, estimulando reações e decisões rápidas para a superação,em que a confiança no outro é fundamental e aquele que você menos imagina que conseguirá lhe ajudar,encontra forças interiores extremas que são transformadas em sucesso,em cada etapa,fazendo aumentar a confiança e destruindo o medo até então reinante,um trabalho de equipe motivado por outra dupla que serviu de exemplo e motivação ao longo do caminho,um rapaz com seus vinte e poucos anos e uma criança carregada nos ombros,fazendo e superando igual ou melhor que nós,impulsionando mais ainda a lograr a meta.
O cenário que era visto a frente e o que era deixado para trás era predominantemente rochoso, cujo silencio era quebrado pelas águas que desciam em alta velocidade a jusante, em que alguns momentos era necessário escaladas a mãos em trechos que o olhar para baixo e para trás não era recomendável e sim olhar para frente e para o parceiro cuja motivação era mútua numa situação que começou como diversão e passou a ser uma questão de superação e sobrevivência.
Ao chegar ao destino o premio do cenário deslumbrante em águas reconfortantes e reenergizantes digno de um paraíso inesquecível e descobrimos que o retorno poderia ser feito em novo caminho mais tranqüilo.
Assim é a vida.
Vale a pena lutar,superar,confiar e ter em Fé em Deus que tudo vai dar certo.

PAI DE TODAS AS HORAS



Pai de suas filhas, pai de sua esposa, pai de seus genros, pai de seus clientes, pai de seus amigos, pai das crianças amigas, pai de seus funcionários, pai de todos aqueles que lhe conhecem, eis alguém que tem por todos um carinho, um afeto,uma solicitude,uma amabilidade e presteza raros hoje em dia e que faz com que se torne alguém inesquecível e saudosa quando da sua ausência física, longe do seu calor humano,humor inteligente e teimosia questionável.
A vida tem mostrado caminhos injustos aos olhos de quem o admira e participou de suas lutas e as escutou atenciosamente contadas com indignação justificável , mas estamos certos de que as providencias divinas tem escolhido caminhos que o fizeram aprender,crescer e ensinar as melhores rotas para a felicidade e o sucesso,através da humildade que lhe é inerente, da persistência e do exemplo que fez de sua família um exemplo de união,simplicidade,sucesso e paz,inspiração para aqueles que tem a oportunidade de compartilhar,vivenciar e sorrir junto ao privilegio único de estar junto a ele e a todos com os quais vive e convive. Sentimentos de emoção, admiração e saudade fazem brotar do coração daqueles que um dia conviveram com sua presença marcante e sincera, sonhando com um dia retornar a este seio de conforto e amizade, na certeza de que um dia será um excelente avô, ou duas vezes pai.
Que neste Dia dos Pais, Deus lhe abençoe e dê muita paz, saúde,amor e felicidade assim como para sua família compostas de varias estrelas nesta constelação.

Manoel Trajano – 14/08/05 – 22:52 h

OVERDOSE



Estamos vivendo num mundo de transformações, competitividade, correria, resultados, produtividade, estereótipos e desconfianças como jamais visto em outra época anterior. Talvez isto tudo se deva a uma falta de amor próprio, conhecimento interior para que desenvolvêssemos tolerância, paciência, compreensão e amor com nós mesmos e para com o próximo. Jovens e adultos se perdem no consumismo e na necessidade de preencher os seus vazios através de drogas (incluindo álcool), diversões inconseqüentes e irresponsáveis, futilidades, banalização do sexo e da violência e olhe que foi questão de 20 anos para cá um crescimento vertiginoso. Tudo isso sempre existiu na humanidade, mas em proporções menos relevantes e mais dispersas.
Às vezes paro e penso como que na minha adolescência,há pouco tempo atrás as revistas masculinas ficavam escondidas, hoje se escancaram nas bancas para concorrer com a internet, cujo único filtro e controle são os pais, que por motivos diversos (omissão, desleixo, ignorância, desatualização, conivência) tem perdido o controle dessas crianças e jovens desta nova geração que é preocupante, ao tempo em que é esperta, ativa, inteligente, mas rebelde, anárquica e geralmente com valores distorcidos do que é realmente importante para a vida, com dificuldades para se saber o que quer ser. No meio deles estão as crianças índigo com algumas dessas características.
Realmente precisamos neste momento de uma injeção, na verdade não apenas uma dose, mas uma overdose de divindade, uma overdose de Deus na veia, para lembrarmos dos feitos de Jesus que morreu por nós cujo sofrimento foi para nos preparar aos desafios da vida. Uma dose cavalar de fé e amor próprio que nos deixem loucos de amor por ele e por nós mesmos, com humildade, fé de que Ele sabe o que é melhor para nós. Extrapolar de amor, paz e felicidade num mundo tão controverso e tentador de provocações, sensualidade, ambições de poder e dinheiro. Perdemos a prática pelas coisas simples, do passeio na praia, no jardim, no abraço ao amigo ou ao desconhecido que assusta,vivemos com medo de ser tachados de careta, antiquado, maluco, esdrúxulo, esquisito, anormal (em outra oportunidade falaremos sobre normose, nossos conceitos estão equivocados).
Precisamos dormir esta noite e acordar com uma nova proposta para nós mesmos, sermos empáticos, se posicionar no lugar do outro na sua dor e na sua alegria antes do fato para que não haja mais atitudes dignas de arrependimento, Pensemos mais em Jesus, no Deus Pai misericordioso e amigo ao acordar, nas refeições, nos desafios, nas graças e no descansar a noite. Vamos propagar a paz, o amor incondicional para que hoje, dia de sua morte não vá em vão seu sofrimento. Sinta esta luz, esta energia correr pelo corpo, este arrepio benéfico da sua mediunidade sensitiva, perceba Sua presença. Faça correr nas veias esta overdose de amor divino, de paz, de perdão, de compreensão e desapego. Basta ver os jornais todos os dias, a banalização da futilidade na violência e na sensualidade faz-nos despertar para o agora.Amemos.Abracemos e vivamos na Paz.

Manoel Trajano, 21/03/08, Sexta-feira da Paixão, 20:05 a 20:26 h

ECUMENISMO

Ecumenismo é a manifestação livre e democrática de várias seitas,religiões e doutrinas,sem qualquer tipo de preconceito,restrição,discriminação,limitação e principalmente censura.É o respeito de ser sincretista,ou adotar em si afinidades diversas que convertam para Deus em nome do bom senso,da paz interior e da felicidade.Eu sou uma pessoa ecumênica na medida em que tenho um respeito e afinidade por varias formas de pensar e sintonizar minhas energias para o bem e principalmente respeitando a opção do outro,seja cada qual com seu grau de evolução ou diretriz de pensamento.Tenho um pouco de budismo,de hinduísmo,ambiento minha casa com o som harmônico do Feng Shui,respeito e acredito o lado do bem do Candomblé e da Ubanda e de quem pratica o bem ao próximo sem contrair dívidas morais e espirituais,apesar de ser um tema ainda difícil de se acreditar e absorver dada a sua complexidade e a nossa cultura católica e conservadora,adoro ir a Igreja e meditar,orando e saindo melhor do que entrei.A cultura budista e indiana tem muito a nos ensinar com práticas simples de autocura pela Natureza e técnicas de respiração.Os índios e negros nas várias tribos com seus costumes,crenças não provada pela ciência mas com efeito garantido.As danças orientais com ligação terra-terra com a ponta do dedão do pé e as varias formas de sintonizar com o Alto em todo o mundo.O Espiritismo entra nesta história respeitando a tudo e a todos e explicando didaticamente, nas áreas de biologia, física, química, psicologia, teologia entre outras de uma maneira até certo ponto rebuscada de linguagem difícil outras vezes fácil,temas complexos orientados por mestres espirituais que quando estiveram aqui na Terra e em outros mundos aprenderam e ensinaram toda uma variedade de assuntos que ainda nos faz ter que exercitar dia-a-dia muito que ainda não sabemos.Antes de tudo devemos ser Espiritualistas e respeitar o próximo e a sua opção de ser feliz, desde que seja racional e equilibrada, pois caso não seremos o agente de transformação de um mundo sem diferenças pois lá no alto ha UNIDADE e aqui ha DIVERSIDADE.O Esperanto será a língua universal dos homens (vide em www.esperanto.org.br) já observada na época de Freud e Einstein.Nossa religião é DEUS e o Espiritismo é o caminho mais técnico e elucidativo de aprender mais sobre nós e os mundos que se interagem entre si.
Um grande abraço a todos
Manoel

CRIANÇA INTERIOR


O nosso crescimento em meio a vida que escolhemos para nós mesmos ou pela vida nos foi imposta dentro da nossa escala evolutiva faz com que nos deparemos sempre com os obstáculos que fazem parte do longo caminho a percorrer em busca da nossa reforma íntima e melhoria espiritual, tentando nos depurar de um passado encoberto pelo véu do esquecimento de outras vidas.
Criamos em nós uma casca protetora que vai ficando cada vez mais densa e difícil de ser quebrada até mesmo quando tentamos mudar atitudes, hábitos, costumes e formas de encarar situações que teoricamente sabemos que devem ser focadas de maneira diferente. Perdemos o encanto, a transparência, a autenticidade, a alegria inocente e verdadeira sem censura e contagiante que tínhamos na nossa infância e por algum motivo se perdeu no caminho porque ficou com medo na nossa criança interior, amedrontada e escondida sob a casca protetora. Ficamos mais sérios, mais céticos, mais desconfiados, mais incrédulos. O medo da pergunta boba, de cair no ridículo e de agir espontaneamente sob o receio da reação alheia deu lugar ao comportamento adolescente e depois adulto, da postura correta e exemplar no meio em que vivemos. Queremos reencontrar novamente aquela criança perdida que conquistava, cativava e fazia sorrir. Nos deixamos esconder pela nossa máscara protetora, nossa capa poderosa que aprendemos na infância e fica hoje não mais no consciente e sim no inconsciente dominador e monopolizante. Queremos voltar a ser feliz e a sorrir espontaneamente, a não levar tão a sério as pequenas coisas que geram grandes brigas e discussões, queremos voltar a ser autênticos e não precisar do refugio do álcool, das drogas e dos esportes radicais e arriscados em nome do prazer efêmero e liberador de hormônios relaxantes. É necessário encontrar de novo a euforia e a inocência perdida neste mundo de malícia e exploração. Como dizia Cartola: “Se alguém por mim perguntar,diga que eu só vou voltar quando eu me encontrar ”,pois de fato não sabemos onde nos separamos da nossa criança interior que nos ilumina e nos governa, pois assim que a encontrarmos aí sim poderemos dizer que somos felizes. A busca desta paz interior encontrada na criança que existe em nós é o caminho do equilíbrio e da felicidade.



Manoel Trajano, 12/11/06 – 22:40 – 22:50 h

CORAGEM



Coragem para se libertar e ser feliz
Permitir conhecer e se conhecer
Amar e se desapegar
Reformar a si próprio sem medo de crescer
Presenciar e viver para a caridade
Primeiro em si e depois com os outros
Estamos aqui por Deus,em Deus e com Deus
A flor que desabrocha para a vida
Recebe as bênçãos de Deus
Para mostrar que pela humildade
Se chega ao Alto
Que a paz esteja com todos
Amém

(Autor desconhecido)

Trajano, 09/09/2005

COMUNICAÇÃO



Desde os primórdios através de sons e ruídos que o ser humano tenta se fazer ouvir,sentir,expressar,entender,compreender,acasalar e porque não,amar. Ao longo da sua evolução biológica e espiritual a emissão e a recepção de sinais, gestos, sons, atitudes tem tido no meio do caminho algo até então ignorado: a interferência.
A interferência não está necessariamente entre as partes que emitem e recebem a comunicação,ela tem uma influencia muito grande de quem emite e de quem recebe,através do seu campo energético,evolução moral,ligado às nossas “antenas” mentais e estas como se ligam ao coração. A articulação destes mecanismos de emissão e recepção estão ligados a nossa experiência passada,nossas bagagens culturais e ao meio ambiente em que vivemos um dia e agora. Como fazer para melhorar e se fazer entender pelo outro, sem ofender,machucar,quando o que queríamos dizer não era bem assim era outra coisa,pois você entendeu errado? A comunicação entre amigos e conhecidos é mais fácil do que entre namorados,irmãos,pais e filhos,colegas de trabalho,porque nestes últimos está a chave da nossa melhora e crescimento,que Deus uniu para através do amor,do perdão,do resgate sabermos tolerar,ceder,compreender e entender,achando a resposta desta dificuldade através da solução conjunta,pois todos formam uma família,de convívio diário,sujeito a oscilações de humor,paciência,adaptação e respeito mutuo,daí surgir aqueles desgastes com os quais não sabemos lidar e saímos atrás de livros de auto-ajuda e acompanhamento psicológico. A solução está em nós.Eu tenho como me melhorar e descobrir como posso interagir com este outro,pedindo auxilio ao meu Anjo da Guarda,meus guias espirituais,meditando,orando e melhorando meu campo. Não estamos aqui a passeio,embora tenhamos muitos momentos inesquecíveis de alegria,emoção,prazer e aprendizado com todos estes com os quais temos dificuldades de relacionamento,mas que são nossas maiores metas de felicidade e crescimento moral e espiritual,alem de maturidade e experiência de vida.Muito fácil desistir,abrir mão e dizer não dá mais.Olhe a vida com outro ângulo.Diga “ Eu vou entender você e você vai me entender,como podemos fazer isso?”. Nossos somos filhos de Deus,somos irmãos antes de tudo,nos amamos e nos programamos para através destes que amamos e temos dificuldade encontrarmos a solução da nossa química, da nossa física, da nossa simbiose. Tenhamos fé.
Comunicação é uma arte linda e em algum ponto está havendo uma falha,um mal entendido num gesto,num tom,numa atitude,um sinal verbal ou visual. A solução está em nós e através do amor e da inspiração do Alto encontraremos a resposta.Não desistamos porque nossos pais,parceiros e colegas de trabalho refletem através daquilo que menos gostamos justamente o que não aceitamos em nós,daí a dureza da sinceridade que incomoda, daquela palavra não bem-vinda. O que mais reclamamos nos outros é uma projeção do que não aceitamos em nós mesmos,retido e censurado no nosso inconsciente.
Passemos a ver o outro com outros olhos,o que há na historia pessoal e espiritual daquele irmão que amamos que tanto me incomoda e como podemos nos adaptar e contribuir para sua melhora e a nossa melhora. O exercício é diário e não é fácil.Mas é preciso começar. Trazer a tona o passado ou uma passagem de algo expresso numa conversa passada para a comunicação atual só faz nos distanciarmos ainda mais da melhora deste contato e da aplicação do consenso e da harmonização entre aqueles que se amam.

Que Deus nos abençoe e nos ilumine a cada dia, fazendo florescer a luz do amor,do perdão e do esquecimento daquilo que não volta mais,pois como é bem conhecido do pensamento indiano,temos três flechas: uma que já foi atirada(passada), a que está na nossa mão(presente) e outra guardada(futuro). Cabe a você saber o que fará com a palavra ou atitude(flecha) que está em seu poder.

Manoel Trajano
Salvador, Bahia, 17/04/2005, 22:15-22:45 h

CANTO SAGRADO



Escolhe em teu lar um canto particular em que possas meditar, conversar contigo mesmo, conversar com teu Anjo da Guarda a sós, com teus guias espirituais, respirar, suavemente, desabafar e se encontrar com Deus, seja uma vez por semana, duas se quiser, três ou mais de forma que deste encontro tu saias melhor, relaxado, com a paz interior restabelecida.
Você sentirá os benefícios de imediato e nos dias seguintes, tornando-te mais vigilante, atento, memória melhor e mais sensível às nuances energéticas do ambiente em que convives.
Neste espaço sagrado não precisas de muita coisa, apenas condições que te façam bem, uma musica agradável baixinha de fundo, uma água para fluidificar, um aromatizante (opcional) e principalmente silencio exterior, pois faz parte a busca pelo silencio interior que acalma e harmoniza.
Os bons espíritos estarão atentos a conviver contigo neste ambiente criado de luz e amor, preparado por ti e que afetará todo o teu lar, tendo no Evangelho do Lar seu momento maior de elevação do pensamento a Deus.
Quem entrar no teu canto sagrado sentirá o bem estar a que tu se acostumaste a conviver e seguirá teu exemplo.
A prática da meditação é antiga e já ultrapassou a 3000 anos e só agora o mundo ocidental tem despertado para os seus benefícios, de energização, paz interior, harmonia e fluidoterapia.
O canto sagrado é um espaço onde se sente amor, paz, equilíbrio e renovação. Dentre todas as pessoas que sentem esta vibração, em particular os médiuns encontram forças e refazimento ectoplasmático através da busca do perdão, do agradecimento e pela solicitação junto ao Pai, dos benefícios obtidos, das dificuldades encontradas e por aqueles que amam e equivocadamente vibram negativamente por eles.
Que Deus continue abençoando a todos com seu imenso amor, dando a Tua misericórdia e luz.
Manoel Trajano, 05/06/2005, 23:15h – 23:37h.

sábado, 6 de setembro de 2008

SEMINÁRIO AMAR

A SOCIEDADE ESPÍRITA AMAR, LOCALIZADA NO PORTO DA BARRA - SALVADOR -BAHIA REALIZA NESTE SÁBADO, DIA 06/09/08
O SEMINÁRIO SEXO E SEXUALIDADE
COM NAHON CASTRO.


VALE A PENA CONFERIR.
INVESTIMENTO: R$ 15,00.


INFORMAÇÕES: 3264-3585/8112-4768

TÔ COM UM INGRESSO AQUI PARA SORTEIO OU DOAÇÃO(COMPRADO POR MIM)!!!
PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com