quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Convite: Escola de Estudos Espíritas em Taubaté



CONVITE

Os Amigos do Centro Espírita "Auta de Souza" convidam a todos para a Escola de Estudos Espíritas - Ciclo Introdutório.

O curso tem início no dia 25 de fevereiro, as 17h30', na Rua Djalma Nogueira Minhoto, nº 40 - Bairro São Gonçalo - Taubaté.

Mais informações: (12) 3686-4944 ou 8832-9829.

Padre Médium





Palestra Pública Doutrinária da Feees - O Espiritismo como Educação



Será a tendência do futuro estas transmissões ao vivo?Será que os passes beneficiarão as pessoas em casa tendo preparado o ambiente para ficar receptivo?

AINDA TEM TANTA GENTE QUE CAI NESTE GOLPE...





Dia Estadual da Educação Espírita e Revivendo(Bahia)


Caros amigos,
 
Segue divulgação para a comemoração do Dia Estadual da Educação Espírita.
 
Paz.
--
--
FEEB - Federação Espírita do Estado da Bahia



terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

ABERTAS AS INSCRIÇÕES: WORKSHOP MEDIUNIDADE DESAFIOS E BENÇÃOS COM DIVALDO FRANCO-DIA 06 DE MAIO DE 2.012(Salvador-Bahia)




 Obs1: Segue em anexo o banner do evento


 Seminário Mediunidade Desafios e Bençãos
 Data: 06 de maio de 2.012
 Local: Centro de Convenções da Bahia
 Horário: 9h às 18h
 Focalizador: Divaldo Pereira Franco
 Valor: R$ 50,00
 Central de Informação: 71-3409-8320-Mansão do Caminho
 
Locais de Inscrição:

1-Mansão do Caminho: 71-3409-8320-Segunda a Sexta feira(Horário comercial).
2-Feeb-sede Iguatemi-3359-3323/3351-3320.
3-Centro Espírita Deus,Luz e Verdade-3381-8536.
4-CEPE-Centro Espírita Paulo e Estevão-3248-8320.

Maiores informações:
www.mansaodocaminho.com.br

Obs2:Todos os inscritos receberão 01 exemplar do livro lançamento:Mediunidade Desafios e Bençãos do Espírito Manoel Philomeno de Miranda da LEAL Editora.


Sinopse do livro MEDIUNIDADE DESAFIOS E BÊNÇÃOS:


Mais uma vez, o mestre Manoel Philomeno de Miranda nos presenteia com esta extraordinária joia psicografada por Divaldo Franco, o incansável operário do Espiritismo por mais de seis décadas.
A completude – sem esgotar-se o tema –, a objetividade e a clareza desta obra não encontram par em nenhuma outra de mesmo gênero, sem que haja nisso demérito para as demais.
Aos estudiosos, pesquisadores, aos espíritas em geral e aos médiuns em particular, este belo livro proporciona lições e orientações de inestimável valor doutrinário, ético, moral, filosófico e espiritual, constituindo-se mesmo num poderoso mecanismo de defesa contra as perigosas e sutis ciladas das entidades infelizes do plano Espiritual.
Nenhum valor material paga o valor intrínseco desta grandiosa obra!

Muito obrigado por divulgar este evento.
Muita Paz.





































[Momento Espirita] - Nao nos permitamos



 

Momento Espírita




Não nos permitamos

Refletindo sobre nossos companheiros de jornada, é provável que, em alguns momentos da vida, nos deparemos com uma angustiante questão.

Olhamos para nossos pais, cônjuge, filhos ou amigos e nos perguntamos: Quando foi a última vez que recebi ou que lhes ofertei um abraço?

O toque, seja através do afago, do beijo ou do abraço expressa nossos sentimentos, enche a vida de ternura e aquece a alma de quem o oferece e de quem o recebe.

As manifestações sinceras de afeto fazem as pessoas se sentirem amadas e queridas pois demonstram o amor que as envolve.

Ter a liberdade de falar sobre os sentimentos e expressá-los, com equilíbrio e sensatez, também mantém apertados os laços que nos unem às pessoas com as quais nos relacionamos.

Ao constatarmos a distância estabelecida sutilmente entre os afetos, uma grande tristeza nos invade. É o momento em que  nos questionamos: Quando e como começou a ser estabelecida essa distância?

Como pudemos permitir que chegasse a esse ponto? Quem foram os responsáveis? E agora? Como fazer para construir novamente essa ponte de ligação com as pessoas amadas?

Olhamos para trás buscando as respostas, na tentativa de começar a construir um caminho diferente, uma nova aproximação.

Muitas vezes, essas respostas não serão facilmente encontradas pois, por mais que busquemos nos arquivos de nossa memória, será difícil identificar o registro de quando foi que tudo começou.

Essa análise do passado é importante, pois descobrindo onde erramos, podemos, a partir dessa constatação, agir de outra forma.

Verificamos então, que talvez tenhamos nos permitido adotar algumas atitudes que podem ter nos distanciado lenta e gradativamente dos seres amados.

Foi o Bom dia deixado de lado pela pressa de começar logo as atividades de mais uma jornada de trabalho; o Boa noite esquecido, vencido pelo cansaço.

Os sentimentos ocultados pela quietude diária, onde cada um se envolve apenas com suas próprias questões pessoais.

A falta de compreensão e de companheirismo, o egoísmo, as mentiras sutis, as mágoas acumuladas e os pequenos desentendimentos.

Essas atitudes são como gotas pequeninas que, com o tempo, se transformam em imensos oceanos.

E quando nos damos conta, não mais sabemos atravessar esse espaço e tocar alguém que tanto estimamos.

*   *   *

Não deixemos que isso aconteça pois transpor essa distância que construímos é uma difícil tarefa.

Não nos permitamos deixar de dar o sorriso de boas vindas, o abraço de despedida, o afago de boa noite e de bom dia. Esse esquecimento pode significar o início dessa barreira invisível que se forma entre as pessoas.

Falar sobre os sentimentos, perguntar com interesse como vai o outro, escutar, importar-se, perceber o que incomoda, vibrar com o que felicita, dividir as angústias e as alegrias, faz muita diferença.

Lembremos que todas as manifestações sinceras de carinho e amor são vibrações que envolvem o próximo, aquecem as almas, alegram e embelezam a vida.

Redação do Momento Espírita.
Em 24.02.2012.

Pedimos a sua atenção para o fato de o Momento em Casa não ser um serviço diário.
São enviadas, em média, 3 a 4 mensagens no decorrer da semana. As mensagens do Momento
Espírita também estão disponíveis em cd's e livros, em www.livrariamundoespirita.com.br.

Se não desejar mais receber nossos textos clique aqui e selecione retirar.





CURSO BÁSICO DE ESPIRITISMO - AMAR (Salvador-Bahia)


segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

O que é o espírito? De onde Veio?


O que é o espírito? De onde Veio?

Vamos tomar por referência algumas questões que fazem parte do "O Livro dos Espíritos", 71ª edição IDE, tradução de Salvador Gentile,1991. A primeira delas é a de número 76, cuja transcrição é:

P.76 - "Que definição se pode dar dos Espíritos?"
- "Pode-se dizer que os Espíritos são os seres inteligentes da Criação. Povoam o Universo fora do mundo material".

O significado de matéria, exposto na questão número 22, do mesmo "O Livro dos Espíritos", conceitua matéria como sendo tudo aquilo que tem extensão, impressiona os sentidos e é impenetrável. Por outro lado, a palavra mundo na questão nº 76 tem o significado, de acordo com o Novo Dicionário Aurélio, da língua portuguesa, de "totalidade das coisas que pertencem a um mesmo domínio, a uma mesma classe". Assim sendo, pode-se inferir que o Espírito, ser inteligente da Criação, povoa o Universo fora do domínio da matéria que é perceptível aos sentidos (olhos, ouvidos, paladar, tato e olfato), ou seja, fora do domínio da matéria densa.

Se o Espírito é o ser inteligente da Criação e nós, humanos, somos inteligentes, ou pelo menos julgamos assim ser, então somos Espíritos. Eu sou Espírito e não eu tenho um Espírito, como prega a teoria dualista de Descartes. Eu existo. Eu me percebo pelos meus sentidos e percebo também o próximo ao meu lado ou suficientemente distante, onde minha acuidade visual pode alcançar. Desta forma, Espírito, perispírito e corpo humano, expressões usadas na Doutrina Espírita, devem formar um todo indivisível, que se une por ocasião da constituição do corpo humano, no processo reencarnatório e se desfaz na hora da morte biótica desse mesmo corpo.

Outra referência de interesse para nosso raciocínio, é a questão 79, de "O Livro dos Espíritos", cuja transcrição é:


P.79 - "Visto que existem dois elementos gerais no Universo - o elemento inteligente e o elemento material - poder-se-á dizer que os Espíritos são formados do elemento inteligente como os corpos inertes são formados do elemento material?"
- "Evidentemente; os Espíritos são individualizações do princípio inteligente, como os corpos são individualizações do princípio material. A época e o modo dessa formação é que são desconhecidos".

Nessa questão, é importante conhecermos bem o significado da palavra elemento que, segundo o Novo Dicionário Aurélio da língua portuguesa expressa "tudo aquilo que entra na composição de alguma coisa".

O nosso Universo surgiu de um estado plano, extremamente organizado, por meio de uma grande explosão, conhecida pelo nome de Big-Bang, concentrando alta temperatura, criando o espaço-tempo. A expansão foi provocando diminuição de temperatura e, atualmente o nosso Universo encontra-se a apenas 3 graus acima do zero absoluto, caminhando para um congelamento irreversível. No nosso Universo só existe energia que, em parte, se transforma em matéria e esta que retoma a forma de energia, num ciclo permanente. Existe, portanto, uma Lei da Física afirmando que irreversivelmente "calor só se propaga de um corpo mais quente para um mais frio".


Como o nosso Universo foi criado a partir de um estado extremamente organizado, porque tudo o que ele foi, é, e será já estava definido no instante do seu nascimento, ele se expande para um estado cada vez mais desorganizado ou caótico. Existe uma quantidade física, chamada entropia, que mede o grau de desordem de um sistema fechado qualquer, inclusive o Universo. Uma afirmação adequada, conhecida pelo nome de Segunda Lei da Termodinâmica estabelece que a entropia de um sistema isolado sempre aumenta com o tempo, isto é, que a desordem aumenta com a expansão do Universo. Mas, se a desordem aumenta à medida que o Universo se expande, então a matéria formada no nosso Universo não pode criar inteligência. É que sendo inteligência a faculdade que nos permite resolver problemas novos, para existir ela depende de um grande banco de dados contendo qualidade e quantidade de informações, extremamente organizado. Mas, se somos humanos inteligentes, Espíritos encarnados, estamos presentes na crosta da Terra, um dos planetas do sistema solar, que por sua vez faz parte da galáxia conhecida por Via Láctea, uma das constituintes do Universo, como podemos existir, se a Segunda Lei da Termodinâmica repudia nossa formação? E, como a questão 79, de "O Livro dos Espíritos" nos ensina que existem no Universo dois elementos, o inteligente e o material, pergunta-se: de onde viemos, se sabemos que nos encontramos aqui? Só podemos ter vindo de outro Universo, já que este não permite sermos criados aqui, como seres inteligentes. Apenas nosso corpo humano, material, pode ser formado no nosso Universo. Mas, então, existem outros Universos?


Podemos responder essa questão de duas maneiras, uma pela dedução lógica e outra pelas leis da Física Quântica. Por meio da primeira, sabemos que nosso Universo possui cerca de 15 bilhões de anos, um número grande, mas perfeitamente finito. Se Deus, o Criador do Universo cria, a todo o instante, de toda a eternidade, o que criou antes e depois desses 15 bilhões de anos? Ou será que Deus passou toda a eternidade imaginando o que iria criar no nosso Universo? E, depois da Criação, ficou apenas observando, extasiado, sua obra? A lógica indica que Deus deve ter criado outros Universos, com espaço-tempo de características diferentes, adequados a formação de inteligência, onde a neguentropia (entropia negativa) crescente favorece o surgimento de seres inteligentes ou Espíritos.

Embora desconhecida por muitos físicos brasileiros, a Mecânica Quântica já tem 100 anos de vida. Seus conceitos extremamente imateriais que descrevem o comportamento do Universo podem parecer absurdos à primeiros vista - e possivelmente podem assim parecer da segunda, terceira e trigésima vista. Apesar disso, é impossível enfatizar suficientemente o notável sucesso prático que ela nos apresenta quando observamos o comportamento dos átomos. E, como tudo o que existe no Universo se assenta no comportamento dos átomos e das partículas elementares, a Mecânica Quântica é a melhor ferramenta que dispomos para a compreensão de "tudo aquilo que entra na composição de alguma coisa", como especifica a questão 79, de "O Livro dos Espíritos", inclusive do elemento inteligente.


Nesse sentido, recomendamos aos incrédulos a leitura da revista "Scientific American - Brasil", ano 2, n° 13, junho de 2003, página 36, Universos Paralelos, onde se especifica que "mais que fantasia da ficção científica, universos alternativos são uma realidade confirmada pela observação astronômica".



Autor: WLADIMYR SANCHEZ (físico formado pela USP, engenheiro mecânico formado pela Universidade Mackenzie, engenheiro nuclear, formado em Oak Ridge, USA, engenheiro civil, pela UNESP. É Mestre e Doutor em Ciências, pela USP e PhD em Gerenciamento de Recursos Hídricos, pelo MIT, USA, Presidente do Instituto de Pesquisa e Ensino da Cultura Espírita - IPECE ( www.ipecesp.org.br )).

 

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Diferença lógica entre religião e espiritualidade


Diferença lógica entre religião e espiritualidade

Mais uma questão controversa para muitos e uma convição para outros, entre os quais me incluo. Passo para vocês com a sábia introdução de Sir Francis Bacon, 1561-1626).
 
"Não leia com o intuito de contradizer ou refutar, nem para acreditar ou concordar,
tampouco para ter o que conversar, mas para refletir e avaliar".(Sir Francis Bacon, 1561-1626)
 
Texto é do Prof. Dr. Guido Nunes Lopes, graduado em Licenciatura e Bacharelado em Física pela Universidade Federal do Amazonas (FUAM, 1986), Mestrado em Física Básica pelo Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo (IF São Carlos, 1988) e Doutorado em Ciências em Energia Nuclear na Agricultura pelo Centro de Energia Nuclear na Agricultura da Universidade de São Paulo (CENA, 2001).
 
 
A religião não é apenas uma, são centenas.
A espiritualidade é apenas uma.
 
A religião é para os que dormem.
A espiritualidade é para os que estão despertos.
 
A religião é para aqueles que necessitam que alguém lhes diga o que fazer e querem ser guiados.
A espiritualidade é para os que prestam atenção à sua Voz Interior.
 
A religião tem um conjunto de regras dogmáticas.
A espiritualidade te convida a raciocinar sobre tudo, a questionar tudo.
 
A religião ameaça e amedronta.
A espiritualidade lhe dá Paz Interior.
 
A religião fala de pecado e de culpa.
A espiritualidade lhe diz: "aprenda com o erro"..
 
A religião reprime tudo, te faz falso.
A espiritualidade transcende tudo, te faz verdadeiro!
 
A religião não é Deus.
A espiritualidade é Tudo e, portanto é Deus.
 
A religião inventa.
A espiritualidade descobre.
 
A religião não indaga nem questiona.
A espiritualidade questiona tudo.
 
A religião é humana, é uma organização com regras.
A espiritualidade é Divina, sem regras.
 
A religião é causa de divisões.
A espiritualidade é causa de União.
 
A religião lhe busca para que acredite.
A espiritualidade você tem que buscá-la.
 
A religião segue os preceitos de um livro sagrado.
A espiritualidade busca o sagrado em todos os livros.
 
A religião se alimenta do medo.
A espiritualidade se alimenta na Confiança e na Fé.
 
A religião faz viver no pensamento.
A espiritualidade faz Viver na Consciência..
 
A religião se ocupa com fazer.
A espiritualidade se ocupa com Ser.
 
A religião alimenta o ego.
A espiritualidade nos faz Transcender.
 
A religião nos faz renunciar ao mundo.
A espiritualidade nos faz viver em Deus, não renunciar a Ele.
 
A religião é adoração.
A espiritualidade é Meditação.
 
A religião sonha com a glória e com o paraíso.
A espiritualidade nos faz viver a glória e o paraíso aqui e agora.
 
A religião vive no passado e no futuro.
A espiritualidade vive no presente.
 
A religião enclausura nossa memória.
A espiritualidade liberta nossa Consciência.
 
A religião crê na vida eterna.
A espiritualidade nos faz consciente da vida eterna.
 
A religião promete para depois da morte.
A espiritualidade é encontrar Deus em nosso interior durante a vida.

 


[via irmaosdeluz] seminario mediunidade (Em Salvador/ Bahia)


Workshop com Divaldo Pereira Franco

Workshop com Divaldo Pereira Franco

Tema: Mediunidade - Desafios e Bênçãos
Data: 06 de maio de 2012
Local: Centro de Convenções da Bahia
Horário: 09h às 18h

As inscrições serão abertas em 28/02/12 no Centro Espírita Caminho da Redenção/Mansão do Caminho e em outros postos de venda que brevemente serão divulgados em nosso cartaz.


__._,_.___

Convite: SEMINÁRIO DE PASSES - SÃO JOSÉ DOS CAMPOS


Olá amigos,
Dia 03, às 09:00 horas, na OBRA SOCIAL CÉLIO LEMOS, terá inínico o SEPAS - SEMINÁRIO DO PASSE.
É um evento marcado no calendário anula da USEI-SJC.
Paulo Fernandes falará sobre FLUIDOS; Luiz Eduardo Riberio falará sobre CORPO HUMANO; dra Ilayne Arakaki falará sobre DOENCAS; e Mario Waltrick falará sobre o PASSE.
Não percam! O SEMINÁRIO é excepcional e dá excelente base de conhecimento sobre o que acontece no passe.
Todo passista e aqueles que querem sê-lo, devem participar ativamente deste SEMINÁRIO.
Aguardamos vocês e seus convidados.
Divulguem o cartaz anexo, nas Instituições que frequentam.
Abr Waltrick
 










ENTREVISTA COMPLETA: OPINIÃO DE DIVALDO FRANCO SOBRE A ENXURRADA DE LIVROS '' ESPÍRITAS'''NO MERCADO



Fonte: Facebook: Mansão do Caminho

OPINIÃO DE DIVALDO FRANCO SOBRE A ENXURRADA DE LIVROS "ESPÍRITAS" NO MERCADO

Segue trechos da entrevista de Divaldo Franco do livro Conversando com Divaldo Pereira Franco editado pela Federação Espírita do Paraná sobre as obras espíritas.


FEP: O movimento espírita tem sido invadido por uma enxurrada de publicações que trazem a informação de serem mediúnicas. Temos visto que os dirigentes, vários deles, não utilizam qualquer critério de seleção doutrinária. O que nos aconselha?


Divaldo: "O nosso pudor em torno do Index Expurgatorius da Igreja Romana leva-nos, sem nos darmos conta, a uma tolerância conivente. Como não nos é lícito estabelecer um mapa de obras que mereçam ser estudadas em detrimento daquelas que trazem informações inautênticas em torno dos postulados espíritas, muitos dirigentes, inadvertid amente, divulgam obras que prejudicam mais a compreensão do Espiritismo do que aclaram.

É muito comum dizer: mas é muito boa! Mas, muito boa, porém não uma obra espírita e no que diz respeito à mediunidade, a mediunidade ficou tão barateada, tão vulgarizada, que perdeu aquele critério com que Allan Kardec a estuda em "O Livro dos Médiuns".

O médium é médium desde o berço. Os fenÃ?menos nos médiuns ostensivos começam na infância e quando têm a felicidade de receber a diretriz da Doutrina, torna-se o que Chico Xavier denominava com muita beleza: mediunidade com Jesus. O que equivaleria dizer: a mediunidade ética, a mediunidade responsável, criteriosa, a mediunidade que não se permite os desvios do momento, os modismos.

Mas a mediunidade natural pode surgir em qualquer época e ela surge como inspiração. O indivíduo pode cultivá-la, desenvolve-la naturalmente.

Vem ocorrendo uma coisa muito curiosa, pela q ual, alguns espíritas desavisados, de alguma maneira, são responsáveis: se o livro é de um autor encarnado, não se lê, porque como se ele não tivesse autoridade de expender conceitos em torno da Doutrina. Mas, se é um livro mediúnico, ele traz um tipo de mística, de uma chancela, e as pessoas logo acham que é o máximo. Adotam esse livro como um Vade Mecum, trazendo coisas que chocam porque vão de encontro aos postulados básicos do espiritismo.

Entra agora uma coisa que é profundamente perturbadora: o interesse comercial. Vender o livro sob a justificativa de que as Casas Espíritas necessitam de recursos. Para atender as necessidades, vendem obras de autoajuda, de esoterismo, de outras doutrinas, quando deveríamos cuidar de divulgar as obras do Espiritismo, tendo um critério de coerência.

Quando visitei Paris pela primeira vez, em 1967, eu fui ver e conhecer a Union Spirite Française que ficava na Rua Copernique, número 8. Era perío do de férias, agosto a setembro, praticamente a Europa fecha-se e a França, principalmente. A Union estava fechada. Chamou-me a atenção as vitrinas que exibiam obras: não tinha uma espírita. Eram obras esotéricas, eram obras hinduístas, eram obras de Madame Blavatsky. São todas respeitáveis, mas não temos compromisso com elas. O nosso compromisso é com Jesus e com Kardec, sem nenhum fanatismo e sem nenhuma restrição pelas outras obras, que consideramos valiosas para cultura, para ampliação do entendimento. Mas, temos que optar por conhecer a Doutrina que professamos.

Verificamos, neste momento, essa enxurrada perniciosa, porque saem mais de cinqÃ?enta títulos de obras pseudomediúnicas por mês, pelo menos que nos chegam através dos catálogos, tornando-se impossíveis de serem lidas. O que ocorre? Eu recebo entre 10 e 20 solicitações mensais, pedindo aos Espíritos prefácios para obras que ainda estão sendo elaboradas. A pressa desses indivà ­duos de projetar a imagem, de entrarem nesse pódium do sucesso é tão grande que ainda não terminaram de psicografar - quando é psicográfica - ou de transcrevê-la, quando é inspirada, ou de escrevê-la, quando é de próprio punho, de própria concepção, já preocupado com o prefácio. Eu lhes digo: Bom, aos Espíritos eu não faço solicitações. Peço desculpas por não poder mandar o prefácio desejado. Espere, pelo menos, concluir o trabalho. Pode ser que eu morra, pode ser que você morra e pode ser que o Guia reencarne antes de terminar a obra.

É uma onda de perturbação para minar-nos por dentro. O Codificador nos recorda que os piores inimigos estão no próprio Movimento, o que torna muito difícil a chamada seleção natural. Nós deveremos ter muito cuidado ao examinar esses livros. Penso que as instituições deveriam ter uma comissão para lê-los, avaliar a sua qualidade e divulgá-los ou não, porquanto as pessoas incautas ou desconhece doras do Espiritismo fascinam-se com ideias verdadeiramente absurdas.

Tenho ouvido e visto declarações pessoais de médiuns que dizem não serem espíritas e não terem nenhum vínculo com qualquer "ismo"; são livres atiradores e as suas obras são vendidas nos Centros Espíritas, porque vendem muito. Até amigos muito queridos têm, em suas livrarias, nos Centros Espíritas que frequentam, essas obras que são romances interessantes, como os antigos romances de Agatha Christie, de M. Dellyt e tais. Mas essas obras não são espíritas, embora ditadas por um Espírito, mas ditadas ao computador.

Essas obras são muito interessantes, ninguém contesta, mas o tempo que se gasta, lendo-as, é um desvio do tempo de aprendizagem da Doutrina Espírita. As pessoas ficam sempre à margem, não se aprofundam. Observo, em nossa Instituição, pelas perguntas infantis que me fazem.

É necessário que procuremos divulgar a Doutrina, conforme nós a herdamos do ínclito Codificador e das entidades venerandas, que preservaram essa Doutrina extraordinária, para que nós possamos contribuir com a construção de um mundo melhor.

A respeito desses livros que proliferam, me causam surpresa, quando amigos com quarenta, cinqÃ?enta anos de idade, pessoas lúcidas, pessoas cultas, que nunca foram médiuns, ou, pelo menos, jamais o disseram, escrevem livros até ingênuos, que nem são bons nem são maus, e rotulam como mediúnicos e passam a vender, porque são mediúnicos.

Realmente, a questão deve ser muito bem estudada, inclusive, penso, que pelo Conselho Federativo Nacional para se tomar uma providência. Não de cercear-se a liberdade — não temos esse direito, mas pelo menos de esclarecer os leitores e procurar demonstrar quais são as características de uma obra espírita e as características de uma obra imaginativa.

Um dos livros mais vendidos, dito mediúnico, tem verdadeiras abe rrações, em que a entidade fez do mundo espiritual uma cópia do mundo físico, ao invés de o mundo físico ser uma cópia do mundo espiritual. Inverteu, porque o Espírito está tão físico no mundo espiritual! E um Espírito do sexo feminino, que tem os fluxos catamênicos no mundo espiritual e que vai ao banheiro e dá descarga!

Outras obras, igualmente muito graves, falam de relacionamentos sexuais para promoverem reencarnação no Além. Ora, a palavra reencarnação já caracteriza tomar um corpo de carne. Como reencarnar no Além, no mundo de energia, de fluidos, onde não existe a carne? O Além, com ninhos de passarinhos multiplicando-se, em que as aves vêm, chocam e nascem os filhotinhos. Não é que estejamos contra qualquer coisa, mas é que são delírios, pura fascinação.

Acredito que alguns desses médiuns são médiuns autênticos. Ocorre que eles não perderam a mediunidade, a sua faculdade mediúnica é que mudou de mãos, daque las entidades respeitáveis para as entidades frívolas que estão criando verdadeiros embaraços, porque em determinados seminários, palestras, fazem perguntas diretas e ficamos numa situação delicada, porque citam os nomes. Toda vez que dizem os nomes eu me recuso responder. Numa pergunta em tese muito bem, mas declinar nomes, não. Não tenho esse direito de levar alguém ao escárnio.

Dessa forma, o problema é mais grave do que parece, porque muitos também estão fazendo disso profissão, embolsam o resultado das vendas. Enquanto outros justificam obras de má qualidade, por terem um objetivo nobre: ajudar obras de assistência social. Os meios não justificam os fins."





SEMINÁRIO PARA OS JOVENS



sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

CONVITE (Em Catu/ Bahia)




 



Prezado(a) companheiro(a)

Segue, em anexo, cartaz de divulgação do 1º AMEC - Aniversário do Movimento Espírita em Catu. Colabore repassando-o para todos os seus amigos. Será um prazer tê-lo(a) conosco.

Atenciosamente agradece

Equipe Organizadora






O Carnaval Segundo o Espírito Emmanuel(1939) psicografia de Francisco Cândido Xavier






O Carnaval.
Emmanuel fala sobre o Carnaval

Nenhum espírito equilibrado em face do bom senso, que deve presidir a existência das criaturas, pode fazer a apologia da loucura generalizada que adormece as consciências, nas festas carnavalescas.

... É lamentável que, na época atual, quando os conhecimentos novos felicitam a mentalidade humana, fornecendo-lhe a chave maravilhosa dos seus elevados destinos, descerrando-lhe as belezas e os objetivos sagrados da Vida, se verifiquem excessos dessa natureza entre as sociedades que se pavoneiam com o título de civilização. Enquanto os trabalhos e as dores abençoadas, geralmente incompreendidos pelos homens, lhes burilam o caráter e os sentimentos, prodigalizando-lhes os benefícios inapreciáveis do progresso espiritual, a licenciosidade desses dias prejudic iais opera, nas almas indecisas e necessitadas do amparo moral dos outros espíritos mais esclarecidos, a revivescência de animalidades que só os longos aprendizados fazem desaparecer.

Há nesses momentos de indisciplina sentimental o largo acesso das forças da treva nos corações e, às vezes, toda uma existência não basta para realizar os reparos precisos de uma hora de insânia e de esquecimento do dever.

Enquanto há miseráveis que estendem as mãos súplices, cheios de necessidade e de fome, sobram as fartas contribuições para que os salões se enfeitem e se intensifiquem o olvido de obrigações sagradas por parte das almas cuja evolução depende do cumprimento austero dos deveres sociais e divinos.

Ação altamente meritória seria a de empregar todas as verbas consumidas em semelhantes festejos, na assistência social aos necessitados de um pão e de um carinho.

Ao lado dos mascarados da pseudo-alegria, passam os leprosos, os cegos, as crianças abandonadas, as mães aflitas e sofredoras. Por que protelar essa ação necessária das forças conjuntas dos que se preocupam com os problemas nobres da vida, a fim de que se transforme o supérfluo na migalha abençoada de pão e de carinho que será a esperança dos que choram e sofrem? Que os nossos irmãos espíritas compreendam semelhantes objetivos de nossas despretensiosas opiniões, colaborando conosco, dentro das suas possibilidades, para que possamos reconstruir e reedificar os costumes para o bem de todas as almas.

É incontestável que a sociedade pode, com o seu livre-arbítrio coletivo, exibir superfluidades e luxos nababescos, mas, enquanto houver um mendigo abandonado junto de seu fastígio e de sua grandeza, ela só poderá fornecer com isso um eloqÃ?ente atestado de sua miséria moral.
Emmanuel
Psicografado pelo médium Francisco Cândido Xavier em Julho de 1939 / Revista Internacional de Espiritismo, Janeiro de 2001.






[via irmaosdeluz] FEB - fevereiro 2



 
 
Fevereiro | 2012     2ª QUINZENA
 
 
Novela Amor, eterno amor abordará temática espírita
"Quanto tempo dura um amor?" Em torno desta pergunta, a próxima novela das seis da Rede Globo, com data de estreia para 5 de março, abordará a temática espírita. A trama contará a história de pessoas que estão em busca de respostas e de amores perdidos no passado. O romance faz parte do núcleo de Rogério Gomes e terá a direção Elizabeth Jhin que tem lido obras de Allan Kardec e psiciografas por Chico Xavier para melhor compreensão da Doutrina. 
 
 
 
 
Nosso Lar no Canadá
O filme Nosso Lar estará disponível no Canadá com direitos de difusão para Guido Rud's FilmSharks International, com o título Our Home: The Astral City. A FilmSharks mantém negociações para distribuição...
Comunicação e Unificação  

Goiânia será sede do 1º Simpósio de Comunicação Social Espírita de Goiás, promovido pela Federação Espírita do Estado de Goiás, nos dias 10 e 11 de março. Atuarão no evento Yasmin Madeira (RJ), Merhy Seba e o secretário geral do CFN da FEB...
 
 
 
 
 
 
 
 
Formação de Educadores Espíritas da Infância
A União das Sociedades Espíritas de São Paulo realiza o "Curso de Formação de Educadores Espíritas da Infância no dia 26 de fevereiro, no Centro Espírita Gabriel Ferreira em Vila Mariana (SP).
TVCEI promove uma série de videoaulas
Confiança, Mediunidade, Administração da Casa Espírita, Anjos e Demônios, Conhecimento da Verdade são algumas das abordagens em uma série de videoaulas promovidas pela TV do Conselho Espírita Internacional.  
 
 
 
 
 
Reinício dos cursos da FEB
No dia 25 de fevereiro a FEB promoverá o Encontro de Preparação dos Trabalhadores da Área de Estudo Doutrinário da Casa, um evento interno que contará com palestras sobre os temas: "A Missão da FEB e o Trabalhador Espírita" e "A União e a Unificação na Visão dos Espíritos"... 

mais [+]
Conte Mais, da FERGS
O projeto Conte Mais, da Federação Espírita do Rio Grande do Sul recebeu parecer favorável do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDICA) para captação de recursos. Com isso, facilitando para o doador, será possível realizar as doações via Município ou Estado.  

mais [+]
 





No RJ - Zen Budismo



O Zendo Brasil Rio informa que as práticas realizadas no domingo às 10:00 horas foram transferidas para quarta-feira às 19:00

--
ZenDo Brasil RIO

Largo das Neves, 10 / 101 - Santa Teresa.
Rio de Janeiro, RJ. Brasil. 20240-040



Atividades Regulares:

Quarta-feira 19:00 - Zazen - meditação formal sentada, orientada e conduzida para iniciantes. 20' zazen, 7' kihin e 20' zazen. Tchoka (Serviço Litúrgico Matinal) e Teisho (Palestra do Dharma).

Favor chegar pelo menos 20 minutos antes. Usar roupas leves e confortáveis de cores neutras.

Gasshô.



Abertura das inscrições para Seminário: Ecologia e Espiritismo com André Trigueiro e Divaldo Franco será neste sábado dia 24.02


Em Salvador- Bahia.


Obs1:Segue em anexo o banner do evento.



As inscrições para o Seminário Ecologia e Espiritismo com André Trigueiro e Divaldo Franco serão abertas neste sábado dia 25.02 após a reunião doutrinária na MANSÃO DO CAMINHO.
Posto único de inscrição: Mansão do Caminho.
Doutrinárias:
Domingo: 16h
Terça feira: 20h
Quinta-feira:20h
Sábado:20h
Durante a semana de SEGUNDA A QUINTA-FEIRA as inscrições serão realizadas no Setor de Eventos:71-3409-8320(horário comercial).
PS:Para inscrever-se basta escolher apenas uma das opções abaixo discriminadas:
01-lata de leite em pó
01-Banheira
01-pct de fralda descartável(tamanho M ou G)

Obs2: Número de vagas limitadas(800 pessoas)

Muito obrigado por divulgar este evento.
Muita Paz.

 












Meditação



                                                     

Meditação

 

 

"No coração de cada ser humano existe uma energia espiritual, pura, de paz, amor, verdade e felicidade sem dependência. Estar consciente dessa energia e experimentá-la nos dá a força interior necessária para a mudança. Meditação é o método de acessar e permitir que essa energia venha para a superfície da nossa consciência. Meditar é colorir nossos pensamentos e sentimentos com energia pura e virtuosa."

 

Brahma Kumaris

 

 

 

Links – BK Brasil:

           

 

Meditações, Palestras e Artigos

clique aqui

 

        Conheça também:

Editora BK  |  Outras mensagens

 

*

Para indicar o recebimento dessas mensagens a um colega, favor sugerir que acesse www.bkumaris.org.br/cadastro

**

A Organização Brahma Kumaris respeita sua privacidade.

 Caso você não deseje mais receber as mensagens, responda este email com a palavra "EXCLUIR" na linha de assunto.

Elas podem estar sendo enviadas diretamente por nós (remetente mensagens@bkumaris.org.br) ou reenviada por terceiros; no nosso caso, garantimos a descontinuidade no recebimento.

 

 






SP, em março!





 
XXII   MÊS   ESPÍRITA DA FAMÍLIA – MARÇO/2012
REALIZAÇÃO: USE-INTERMUNICIPAL  DE  TAUBATÉ  -  FAMÍLIA  E  COMUNICAÇÃO
 
03/03 - Sábado - 20:00 hs. - Orador:  EDUARDO  GUIMARÃES - Niterói
Local:  C. E. União e Caridade  -  Rua  Dr. Souza Alves, 142 - Centro
 
04/03 - Domingo - 09:00 hs. – SEMINÁRIO com EDUARDO GUIMARÃES - Niterói
Local: C. E. União e Caridade - Rua Dr. Souza Alves, 142 - Centro
 
04/03 - Domingo - 20:00 hs. - Orador: ANDRÉ LUIZ N. RAMOS - Cachoeira Paulista
G. E. Paulo de Tarso - Av. Cesar Costa, 139 - Vila Nogueira
 
10/03 - Sábado - 20:00 hs. - Orador: CARLOS ALBERTO D. DE OLIVEIRA - Caçapava
Local: C. E. Francisco de Assis - Rua Antonio Bento, 18 - Alto do Cristo
 
11/03 - Domingo - 20:00 hs. - Orador:  VITOR DE SOUZA - Guaratinguetá
Local: G. E. Irmão Tomaz - Rua Rebouças de Carvalho, 69 - Centro
 
17/O3 - Sábado - ** 15:00 HORAS** - Orador: JOSÉ CARLOS DE LUCCA - São Paulo
Local: C. E. União e Caridade - Rua Dr. Souza Alves, 142 - Centro
 
18/03 - Domingo - 20:00 hs. - Oradora:  GENI  QUEIROZ - Tremembé
Local: N. E. Irmã Izabel - Av. Armando Salles de Oliveira, 407 – Centro
 
24/03 - Sábado - 20:00 hs. - Orador:  JOÃO LUIZ N. RAMOS - Cachoeira Paulista
Local: C. E. Obreiros do Bem - Rua Major Agarra, 78 - Gurilândia
 
31/03-Sábado-20:00 hs.- Orador: JOSÉ MARIA M. SOUZA - São Bernardo do Campo
Local: C. E. Fé, Amor e Caridade - Av. Campinas, 545 - Chácara do Visconde
 
 
PARTICIPE!   LEVE   SUA   FAMÍLIA


________________________________________________________________________
USE - União Social Espírita Intermunicipal de Taubaté
A maior caridade que podemos fazer pela doutrina espirita é a sua divulgação
________________________________________________________________________ 









quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Meditação(2)

Meditação 2

"Meditação é a habilidade de criar algum espaço para você, todo dia. Ela lhe capacitará a rever seus pensamentos, palavras e atos, colocando-os na direção correta. É uma oportunidade para você se renovar e se refrescar. Um momento para treinar a mente a ficar livre de pensamentos inúteis e negativos. A meditação conecta você com a inteligência infinita, com o Ser Supremo. O poder dessa conexão é o maior poder que pode existir no mundo."

BK Surendran, Empowering the administrators in changing times, The World Renewal, April, 2007

Links – BK Brasil:

Meditações, Palestras e Artigos

clique aqui

Conheça também:

Editora BK | Outras mensagens

*

Para indicar o recebimento dessas mensagens a um colega, favor sugerir que acesse www.bkumaris.org.br/cadastro

**

A Organização Brahma Kumaris respeita sua privacidade.

Caso você não deseje mais receber as mensagens, responda este email com a palavra "EXCLUIR" na linha de assunto.

Elas podem estar sendo enviadas diretamente por nós (remetente mensagens@bkumaris.org.br) ou reenviada por terceiros; no nosso caso, garantimos a descontinuidade no recebimento.




PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com