sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Reencontro Estelar

Estrelas num mar de solidão
Procuro no meio do nada uma saudade
Vendo a ti refletida nesta imensidão
Acreditando que um dia te reencontrarei em plena eternidade
Com a certeza de tua presença em meu coração
Que não agüenta mais de tanta ansiedade
Para extravasar todo o tempo de espera dessa emoção

De poder te sentir assim iluminada
Banhando de luz minha alma solitária
Que te aguarda como uma estrela a tempos afastada
Por uma força divina extraordinária
Que só a Sua suprema razão que não nos é revelada
Pode saber o quão a magnitude desse brilho é planetária
E que um dia nossas estrelas se fundiram numa só por Deus abençoada

Manoel Trajano
Abril/2000

Nenhum comentário:

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com