segunda-feira, 30 de novembro de 2009

O SILÊNCIO

Por Manoel Trajano
Já sabemos que o silêncio é uma prece, mas quando o ele é reflexo do que represamos,contemos,sufocamos como fica? Obviamente que não se deve dizer tudo que pensa mas também sabemos que não se deve calar a tudo continuamente. O chackra laríngeo é aquele responsável pela área da fala,não á toa está relacionado as cordas vocais. E quantas pessoas tem plasmadas doenças que começam no perispírito e se transformam em tumores ou algo pior como o câncer de esôfago,já aqui numa situação extrema?
Mas o silêncio não fica restrito a sua expressão.ele se estende aos olhos,aos ouvidos e ao coração."Melhor ficar na minha" dirão. O tempo cura! Não seria melhor admitir e administrar o que sente,transformar o sentimento ou conviver com ele ao invés de tentar matá-lo?
Joana de Angelis através de Divaldo Franco em suas obras de Visualização Terapêutica já nos ensinava"não lute contra os pensamentos,conquiste-os com paciência..." sejam eles quais forem. Me admira pessoas que se apresentam tão carinhosas,sinceras,amáveis guardarem tanto ressentimento e mágoas por um relacionamento que simplesmente não deu certo e daí nem sequer mantem uma amizade.Dizem os infelizes que "não se pode ter amizade apos namoro".Que absurdo! Vemos o baixo nível de maturidade de crianças grandes ,ou seja espíritos inseguros e sofridos em corpos adultos.
Devemos respeitar sempre o livre arbítrio de cada um e para tanto devemos deixar que essas aves alcem vôo,mesmo que tenham uma queda livre momentânea tal qual numa tiroleza e depois estabilizem em direção ao infinito. ´
"Não existiria som senão houvesse o silêncio..."(Lulu Santos) é a reflexão de que precisamos para extravasar,se fazer ouvir e não reter. Precisamos nos expressar,mostrar o recibo e viver intensamente pois somos Espíritos Livres.




O SILÊNCIO-Meimei-

O silêncio ajuda sempre:

Quando ouvimos palavras infelizes.

Quando alguém está irritado.

Quando a maledicência nos procura.

Quando a ofensa nos golpeia.

Quando alguém se encoleriza.

Quando a crítica nos fere.

Quando escutamos a calúnia.

Quando a ignorância nos acusa.

Quando o orgulho nos humilha.

Quando a vaidade nos provoca.

O silêncio é a gentileza do perdão que se cala e espera o tempo.



*
O PERDÃO
O perdão, em qualquer tempo,
É sempre um traço de luz,
Conduzindo a nossa vida
À comunhão com Jesus.






Meimei/Chico Xavier
Sexta Parte:
PERDOA ÁS NOSSAS DÍVIDAS, ASSIM COMO
PERDOAMOS AOS NOSSOS DEVEDORES
Do Livro Pai Nosso


Enviado por Marluce Faustino/RJ

Nenhum comentário:

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com