segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

A ÁGUIA


Por Manoel Trajano
 Mais um ano se inicia e devemos estar atentos às mudanças e os cuidados de não cometermos os mesmos erros de ontem. Tenhamos a humildade de recomeçar com mais humildade, ciente de nossas limitações e valores em busca de vôos mais altos, seja no campo afetivo, emocional, profissional, psicológico, sentimental, intelectual e principalmente, espiritual.

Para isso é preciso ter ousadia, ter autoestima elevada, confiança em si mesmo e em outras pessoas (mesmo em tempos difíceis disso), perdoar, se perdoar, amar, doar antes de receber, sem esperar nada em troca.

É preciso ter os olhos focados no objetivo, mas com o corpo em alerta às turbulências do caminho para não perder o equilíbrio do vôo. E é nessa figura que me inspiro não à toa carinhosamente me chamam desde a adolescência. A águia é esperta, não é previsível e é determinada na sua busca. Certa de que as correntes de vento podem desestabilizá-la no caminho, só se permite sucumbir quando sabe que é necessário aprender e quase sempre a vida impõe aprendizados. Não há passeio neste vôo e sim viagens constantes que começam no amanhecer e se encerram na hora do repouso do sono.

Mas mesmo à noite em que o corpo descansa,o espírito trabalha,ajuda e se ajuda,auxilia,orienta e aprende com outros espíritos, usando todo o aprendizado de tantas vidas que ainda é um muito pouco para ensinar àqueles que em se encontram em pior situação e ao mesmo tempo aprendendo com eles e com os mais sábios, pois a vida é isso, é essa troca e respeito pelas opiniões diversas e divergentes da sua.

A águia tem o seu processo de renovação das penas e do bico bem doloroso e sofrido, mas ela não faz isso por autoflagelação como alguns espíritos encarnados infelizes e equivocados o fazem em nome de um sacrifício cego achando que Deus fica feliz com isso. O processo de adaptação, renovação e mudanças na vida é natural e às vezes vem em doses homeopáticas, às vezes em forma de choque seja em perdas humanas e materiais como o chão que se abre para após uma queda inicial levantarmos vôo, arremetendo em direção a superação, a felicidade, a maturidade para ensinar aqueles que vão um dia passar por isso e ensinaremos,mas para tanto não podemos desistir,precisamos persistir e é bem diferente de insistir,que já é a fé cega e irracional.

Amemos e nos amemos, vivamos em paz, começando dentro de nós e libertando-nos de nosso lixo mental acumulado e fétido. Vamos começar a sermos cada vez mais tolerantes, corteses, pacificadores, por nós mesmos e sem seguida, logo em seguida, o irmão mais próximo.

Muita paz.


Nenhum comentário:

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com