sexta-feira, 21 de maio de 2010

<><> Perdoe <><>





 

 
  
 
 

Infeliz o homem que não sabe perdoar

Perdoe as pessoas que insistem em lhe querer mal.
Sem que você saiba, na maioria das vezes, são seus inimigos do passado que retornam como seus familiares ou superiores a lhe cobrar dívidas pretéritas. Estão sempre colocando em prova sua paciência e tolerância.
Suporte pois, com equilíbrio, os ataques, a calúnia, o despeito e o ciúme dessas irmãozinhos que não conseguem esquecer antigas desavenças. São muito mais ignorantes que maus. Talvez estejam passando por problemas mais complexos e difíceis que os seus.
Releve, pois, as faltas e a irritabilidade de seus adversários e afaste-se o quanto puder das brigas e discussões estéreis.
Conviver bem com as pessoas é muito difícil, pois requer esforço, luta e renovação de nossa parte. O grande problema é não aceitá-las como são, com seus defeitos, mas também com suas virtudes. Aceitando nossos irmãos, o nosso relacionamento será muito melhor. Quem não aceita, não perdoa. Jesus perdoou a todos exactamente porque aceitou a cada um de nós da maneira como somos.
Talvez ainda possuímos a serenidade para aceitar tudo sem nos abalar e, por isso, pode ser normal de nossa parte uma revolta momentânea. Entretanto, faça o possível e o impossível para não guardar rancor em seu coração. Guardar mágoa é atrair desequilíbrios e enfermidades para o nosso corpo e para nosso espírito. São indícios de enfermidade futuras, pois a mágoa guardada em nossos corações é como ácido a corroer nosso íntimo.
Lembre-se de uma grande verdade: o perdão é sempre melhor para quem perdoa. Esqueça as ofensas e viverá melhor. Quando Pedro perguntou ao Mestre se era lícito perdoar sete vezes a uma mesma pessoa, Ele respondeu que "não apenas sete, mas setenta vezes sete". (1)
Nos Evangelhos de Nosso Senhor Jesus Cristo está também escrito: "Se perdoares aos homens as faltas que eles fazem contra vós, vosso Pai Celestial vos perdoará também vossos pecados, mas se não perdoar, vosso Pai também não vos perdoará os pecados."(2)
O perdão traz serenidade. A serenidade traz equilíbrio. O equilíbrio nos traz saúde fisíca e espiritual.
Infeliz o homem que não sabe perdoar.

1 - Mt 18:21-22
2 - Mt 6:14

Do Livro Sândalo, página 49, lição 11 - Autor Sergito de Souza Cavalcanti


.

 
Enviado por Marluce Faustino/RJ.


__,_._,___





Nenhum comentário:

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com