segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Espiritos Protetores...




 
 
 
                                                                                                       
                                                                                                                     
                                                                                                                     Espiritos Protetores.
 
-Existem Espiritos protetores?
 
Em outros campos religiosos, sao classificados como anjo-de guarda.
Nossa intuicao, diz que sim, existem!
Nao vamos, porem, confundi-los com alguma categoria de espiritos especiais, criados pelo Pai Celestial com a tarefa unica e especilissima de velar por nos a semelhanca de um pai que tutela o filho em crescimento.

-Eles nao sao de classe diferente!

Poderemos considera-los como aqueles que, apos uma seria de reencarnacoes, adquiriram uma experiencia mais profunda, neste ou naquele campo do conhecimento humano e das virtudes divinas, e, apos tais aquisicoes, aceitam a missao de prestar assistencia aos menos experientes.

Eles nos acompanham do nascimento e ate apos a morte.

Auxiliam-nos com seus conselhos, com suas experiencias, consolando-nos nas aflicoes e nos desencontros que sentimos, buscando elevar o nosso animo para vencermos nas provas da vida.

-E todos temos um Espirito protetor?

Cada um de nos tem o seu Espirito protetor.

Se assim nao fosse, nao conseguiriamos articular ideias mais enobrecidas capazes de, se realizadas, soerguerem-nos da lama em que nos arrojamos pelas paixoes, para os mais Altos Planos da Vida.

Eles nos aconselham, sem violentar-nos.

Onde quer que estejamos, porem, eles estao conosco.

Talvez nos tenhamos remetidos aos carceres, sofrido internacoes hospitalares, quem sabe nos chafurdamos nos lugares de devassidao, nos lupanais ou, entao, nos internemos em estado
de solidao, em quadros de angustia, em crises de consciencia culposa.
 
Em qualquer desses lugares e em qualquer desses estados d'alma, tenhamos certeza de que eles nos acompanham;  seguem nos os passos;  vao para onde vamos e sempre, incansavelmente, nos banham com seus pensamentos alentadores, com seus convites para que optemos pelo bem e para que permanecemos no campo de amor ao proximo.

-Isso da coragem para viver!
 
-E por isso que eles estao conosco!

Mesmo quando, por nossos momentos de quedas morais, atraimos Espiritos menos felizes para partilhar do banquete de nossas paixoes insanas, os Espiritos protetores nao nos abandonam, embora possam tomar ligeira distancia enquanto perdurar a nossa inclinacao infeliz.

-Mas voltam sempre!

Se criassemos o habito de rogar por eles, de buscar ouvi-los, notadamente quando graves decisoes devem ser tomadas, de quantas dificuldades e de dores nos libertariamos, ja que eles sao os amigos que dizem presentes em nossas crises e nos oferecem maos amigas.

Eles sao a voz da prudencia e da cautela.

Se pudessemos, portanto, fazer-nos intimos deles, reconhecendo que falam conosco pela voz da consciencia, encurtaremos nossas provas, inclinaremos nosso destino para melhor, tornaremos nossa existencia mais feliz, porque com eles aprendemos a viver com Jesus.

Teremos neles os amigos das horas amargas.
Serao, igualmente, os companheiros das horas felizes.

A cada vitoria nossa, contra os arrastamentos para o mal, eles se rejubilam e agradecem a Deus pela nossa escolha do bom caminho no relacionamento com o nosso semelhante

-E eles estao fisicamente ao nosso lado?

A proximidade fisica nao e uma necessidade.
A Qualquer distancia em que eles se encontrem, empenhados na sua missao de velar pelo nosso crescimento espiritual, eles nos transmitirao os seus conselhos, visto que para os pensamentos nao existem distancias intransponiveis.

O fato de serem os Espiritos infelizes mais "visiveis" ao nosso lado, nao significa ausencia de orientacao dos Espiritos protetores de cada um de nos.

-Esses espiritos protetores deixam que os Espiritos infelizes nos facam algum mal?

Nao sao eles que admitem essa influenciacao. Somos nos mesmos, pelos nossos pensamentos desalinhados do bem e pelas nossas inclinacoes por vezes inconfessaveis, que atraimos a companhia daqueles que sao um nosso espelho, que refletem os mesmos pensamentos e as mesmas inclinacoes desajustadas da caridade.

Nao ha ausencia! Inexiste o abandono do Espirito protetor, mas deveremos dar todo a forca para esse bom Amigo, a fim de que a sua sugestao prevaleca em nossa decisoes, evitando "as consequencias amargosas do mal".

Esta claro que se nos fizermos surdos as suas sugestoes, esses bons Amigos presenciarao a sementeira de amarguras que estaremos a realizar, sabendo que precisaremos deles nos instantes aflitivos da inevitavel colheita do que semearmos.

-Eles nao quererao lutar contra os maus Espiritos.

Sabem que, embora todo o amargor que experimentaremos pela opcao infeliz, emergiremos dos quadros da dor com mais instrucao, com mais conhecimentos, com nosso inteligencia fermentada e aspirando a nao mais penetrar pelas vielas enganosas do egoismo e do orgulho.

-Esses Espiritos bons deveriam gritar aos nossos ouvidos, para evitar nosso compromisso?

Eles nao violentam a nossa vontade.

Sabem que se se manifestassem ostensivamente, fazendo-se visiveis aos nossos olhos e audiveis a nossos ouvidos, tirariam de nos as oportunidades do progresso genuino, ja que necessitamos de experiencias e de aprender a tomar, por nos mesmo, decisoes que falem do amor crescente em nossos coracoes.

-Que fazem os pais com as criancinhas?

Quando os filhos comecam a ensaiar os primeiros passos, os pais deverao acompanha-los a distancia, dispostos a ajuda-los apos as quedas, mas nao deverao impledi-los dos exercicios necessarios e nem poderao anular os riscos naturais a que estarao sujeitos, uma vez que cabera a eles aprender andar sozinhos.
-E que fazem os pais com os jovens?
Buscam cuidar deles, a distancia, sem interferir diretamente nas suas resolucoes de juventude, embora estejam a aconselha-los, ja que os filhos deverao exercitar as suas proprias forcas para vencerem-se a si mesmos, mesmo quando num meio hostil.
Nao podemos tolher o livre arbitrio alheio.

Se isso fizermos, sob a alegacao de protecao necessaria, por certo que livraremos a crianca e o jovem de alguns ligeiros tropecos, mas nao conseguiremos evitar que eles caiam em abismos maiores, por fruto da inexperiencia que fizemos por perdurar neles.

-O protetor sofre quando tomamos um mau caminho?

-Digo sofrer assim como um pai diante de um filho desavisado?! Nao sofre tanto quanto esse pai.

Os, pais encarnados, por desconhecer que ha sempre um remedio para o mal e, tambem, porque cultivamos um grande amor proprio que facilmente se fere, terminamos por sofrer demais com os erros de nossos filhos, pentrando em quadros de aflicao profunda

-O protetor se sente compungido diante de nosso mal!

-Lastima os nossos erros.

Folgaria muito com nossos acertos e nossas vitorias espirituais.
Ele nao sofre, porem, toda a angustia indescritvel de um pai que para todo mal existe um remedio que chegara com os favores do tempo e da Misericordia Divina.

Ele sabe que o celerado se transfigurara.

Sabe que sairemos de nossos erros, mais robustecidos.

Nos conhecemos nosso Espirito protetor?

Voce o conhece, meu caro, pois ouve a sua voz!

Nao sabe, por certo, o nome que ele tem e, por isso, pode atribuir-lhe o nome que seja o mais familiar e simpatico para voce, para criar um meio de conversar com ele.
Esse recurso nao o tornara aborrecido.

Ele sabe que sera um artificio, para nos necessario, para que criemos a consolidemos uma linha de relacionamento com aqueles que nos protegem e que nao vermos.
 
Se disso resultar um estreitamento de coracoes, do nosso para com os deles, na certa que lhes transmitiremos profunda satisfacao, ja que estaremos abrindo os nossos canais de comunicacao entre este nosso mundo e os legitimos Amigos que se encontram no mundo espiritual.
 
"Roque Jacintho"
Livro:-Os Espiritos Em Nossa Vida Diaria.

                                                                    
                                                                       
                                                                      Roque Jacintho 

*Amigos caso queiram saber mais sobre o Prof. Roque Jacintho, entrem no site do Grupo de Estudos Espiritas "Amor e Esperanca"
Voces encontraram sua Biografia, a lista de alguns de seus livros reeditados pela Editora Luz no Lar..... [www.luznolar.com.br]
Encontraram tambem, no formato PDF, "O Evangelho Segundo o Espiritismo" - Autor Allan Kardec - Traducao Roque Jacintho - Editora Luz no Lar.
Eh uma versao popular e atual, de facil entendimento para aqueles que poderiam sentir dificuldades na leitura.
Esta obra, neste formato, foi gentilmente cedida pela Editora Luz no Lar.
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.
 

 
 
 
 
 
 
 
 

 




--
Quem decide vencer-se e produzir em tudo, encontra razões de vitória.
 
Paz,saúde e luz!
Andréa Lílian
 
 
Enviado por Marluce Faustino/RJ
Grupo IRMÃOS DE LUZ-Salvador-Bahia
SIGA-NOS NO BLOG! 

Junte-se a nosso Grupo no Yahoo - Para todos com religiões ou sem religiões,doutrinas,templos,etc.
(Veja como no rodapé do site)
 


 


Nenhum comentário:

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com