quarta-feira, 7 de setembro de 2011

<<>> BRIGITE BARDOT A GRANDE DEFENSORA DOS ANIMAIS <<>>




 

 
 
Acabei de assistir a um documentário na GNT, canal 41, sobre a ex-estrela do cinema francês, Brigite Bardot.
Na verdade, nada da vida famosa da artista, mas a sua consciência adquirida a partir de 1962, em defesa dos animais. Ela citou que doou sua beleza física aos homens e sua inteligência e dignidade à defesa dos animais.

Mulher sofrida, pois quem defende os animais sofre muito neste mundo de horror em que vivemos, neste mundo de farta desilusão, de enganações, de mentiras e muitas injustiças. 
Durante esses 49 anos, lutando incansavelmente no trabalho a favor dos animais, levou a leilão todos os seus bens materias, cujo dinheiro arrecadado fora destinado  para criar a Fundação Brigite Bardot, abrigando animais. Inclusive, salvou a vida de um cavalo que seria abatido. 

Durante esse tempo, visitou diversas nações, conversou com autoridades, presidentes, primeiros-ministros e até c om o papa João Paulo II, pedindo-lhes que a ajudassem nesta luta em prol dos animais. Foi ao Canadá e sua chegada fora filmada, tentando conversar com o primeiro-ministro. Todavia, não a deixaram com ele falar.
De nada adiantou conversar com essas autoridades e com o papa. Ninguém, em sã consciência se preocupa com a causa desses nossos irmãos. Não é à toa que a Igreja Católica não se preocupa com isso.
Há alguns meses eu critiquei o padre Marcelo Rossi que em programa televisivo ensinava a preparar carne de carneiro. Possivelmente, esse sacerdote não tinha o que fazer e, estando fora da mídia, precisava aparecer. Não é à toa que se tornou um abobalhado. Coisa rara, pois os sacerdotes católicos são intelectuais, principalmente, os frades. Mas, a sua origem foi o esporte. Eu não conheço nenhum desportista amigo dos livros. Portanto, como não tinha o que fazer, ensinou, lamentavelmente, a preparar a perna de um carneiro. Um idiota perfeito!� � 

Nenhuma das religiões se preocupa com a causa animal, como deveria e poderia ajudar, conscientizando aos fieis. Não é à toa que o mundo sofre, pois de nada adianta rezar e não transformar a fé em ação em prol do bem.

Fico admirado pela falta de comiseração de grande parte da humanidade em relação aos animais, com esses malditos abatedouros, que matam cruelmente esses nossos irmãos para saciar a fome da hipócrita e insana humanidade, que aceita a morte dos animais e, ao mesmo tempo, frequenta templo religioso. São todos ofensores às leis de Deus e o mundo pagará caro por tudo isso, com certeza. A espiritualidade punirá com extremado rigor essa onda de assassinato de animais.

São bilhões de animais assassinados anualmente no mundo para os humanos se alimentarem, essa raça inferior metida a superior. Não é à toa que o câncer de intestino sufoca essa gente ignara, pois a carne de um animal leva em média oito  hora s para ser digerida.  A matança de focas e baleias é uma selvageria, oficializada pelo governo japonês e canadense. Os chineses matam cachorros para comer e cortam no meio o peixe ainda vivo.
Na Espanha as terríveis touradas, assim como em Portugal, México, países eminentemente católicos. 
Que vergonha! Que cristianismo é esse que permite tamanha covardia e barbárie???
Quando o ser humano reformará seus valores???

Bem disse a Brigite Bardot que o pior animal existente na Terra é o ser humano e que hoje ela só tem olhos para os animais. Está corretíssima pois não existe fidelidade maior de amor do que a dos animais.

Eu ainda acredito que  haverá muitas guerras no mundo, muitas doenças, muito sofrimento, pois quem mata um animal, atinge a criação de Deus. E também quem tem coragem de matar um indefeso animal é, com certeza, um assassino sádico em potencial. Isso eu não tenho a menor dúvida. O tempo passa e as m esmas vocações para o mal predominam. Tenho muita dó dos animais e raiva de quem os maltrata. Deus precisa punir com rigor esses malditos selvagens.

E ainda dizem que somos superiores aos animais. Ridículos e inferiores são os que assim pensam e pensaram no decurso de suas vidas medíocres. Que Deus perdoe os ridículos que defendiam a ideia que os animais nasceram para alimentar os humanos e vesti-los. Só os de alma pequena pensam ou pensavam assim.

GILBERTO PINHEIRO


 

Nenhum comentário:

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com