quinta-feira, 30 de outubro de 2014

TRANQUILIDADE


> _TRANQUILIDADE (I)_
>
> */A tranquilidade independe de paisagens, circunstâncias e ocasiões.
> Faz-se no espírito como efeito de uma consciência pacificada./*
>
> */O cansaço, o desaire, a perseguição e a dor, embora aflijam, jamais
> logram romper a armadura da tranquilidade real./*
>
> */Quando existe harmonia interior os ruídos de fora não ecoam
> perturbadoramente./*
>
> */Se exiges silêncio, melodias, ginásticas para a tranquilidade, apenas
> estás no rumo./*
>
> */Se te enerva a espera ou te desagradam o cansaço e o medo, fruis
> apenas comodidades, encontrando-te longe da tranquilidade real./*
>
> */Um espírito tranquilo não se atemoriza nem se enfada, não se
> desarranja nem se rebela porque, pacificado pela consciência reta,
> vibram nele as energias da renovação constante e do otimismo perene./*
>
> */Jesus, no Sermão da Montanha ou no Gólgota, manteve-se o mesmo./*
>
> */Íntegro, confiante, demonstrou que a tranquilidade é preciosa
> aquisição da vitória da vida nas incessantes batalhas do existir./*
>
> */.Joanna de Ângelis / Médium Divaldo Franco/*
>
> */Livro: Leis Morais da Vida (extrato) - Ed. LEAL/*
>
> .
>
> __,_._,___

Nenhum comentário:

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com