quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Pecado Por Pensamentos - Adultério

Aprendestes que foi dito aos antigos: "Não cometereis adultério. Eu, porém, vos digo que aquele que houver olhado uma mulher, com mau desejo para com ela, já em seu coração cometeu adultério com ela." (S. Mateus, cap. V, vv.27 e 28.)

A palavra adultério não deve absolutamente ser entendida aqui no sentido exclusivo da acepção que lhe é própria, porém, num sentido mais geral. Muitas vezes Jesus a empregou por extensão, para designar o mal, o pecado, todo e qualquer pensamento mau, como, por exemplo, nesta passagem: "Porquanto se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras, dentre esta raça adúltera e pecadora, o Filho do Homem também se envergonhará dele, quando vier acompanhado dos santos anjos, na glória de seu Pai." (S. MARCOS, cap. VIII, v. 38.)

A verdadeira pureza não está somente nos atos; está também no pensamento, porquanto aquele que tem puro o coração, nem sequer pensa no mal. Foi o que Jesus quis dizer: ele condena o pecado, mesmo em pensamento, porque é sinal de impureza.

Esse principio suscita naturalmente a seguinte questão: Sofrem-se as conseqüências de um pensamento mau, embora nenhum efeito produza?

Cumpre se faça aqui uma importante distinção. À medida que avança na vida espiritual, a alma que enveredou pelo mau caminho se esclarece e despoja pouco a pouco de suas imperfeições, conforme a maior ou menor boa-vontade que demonstre, em virtude do seu livre-arbítrio. Todo pensamento mau resulta, pois, da imperfeição da alma; mas, de acordo com o desejo que alimenta de depurar-se, mesmo esse mau pensamento se lhe torna uma ocasião de adiantar-se, porque ela o repele com energia. É indício de esforço por apagar uma mancha. Não cederá, se se apresentar oportunidade de satisfazer a um mau desejo. Depois que haja resistido, sentir-se-á mais forte e contente com a sua vitória.

Aquela que, ao contrário, não tomou boas resoluções, procura ocasião de praticar o mau ato e, se não o leva a efeito, não é por virtude da sua vontade, mas por falta de ensejo. E, pois, tão culpada quanto o seria se o cometesse.

Em resumo, naquele que nem sequer concebe a idéia do mal, já há progresso realizado; naquele a quem essa idéia acode, mas que a repele, há progresso em vias de realizar-se; naquele, finalmente, que pensa no mal e nesse pensamento se compraz, o mal ainda existe na plenitude da sua força. Num, o trabalho está feito; no outro, está por fazer-se. Deus, que é justo, leva em conta todas essas gradações na responsabilidade dos atos e dos pensamentos do homem.


Allan Kardec. Da obra: O Evangelho Segundo o Espiritismo. Capítulo VIII. Livro eletrônico gratuito em http://www.febnet.org.br. Federação Espírita Brasileira.

Um comentário:

Manoel Trajano disse...

Prezados amigos,

Aproveitando o assunto e até mesmo Francisco pode me ajudar a esclarecer uma dúvida a partir do comentário que vou fazer abaixo:

Durante muitos e muitos séculos de domínio da Igreja Católica nas formas como conhecemos na História,domínio do Clero onde a figura papal era mais respeitada do que os reis e as rainhas,visto que tinham poder de juizes,enviando muitas mulheres à fogueira,principalmente no período da Inquisição(me perdoem se eu falar alguma besteira,visto que Historia sempre foi meu calcanhar de Aquiles..rss).

A masturbação sempre foi objeto de condenação,de pecado mortal,de gozação e humilhação.Hoje é considerado um ato saudável para homens e mulheres,conhecer o prórpio corpo e se conhecer intimamente entre outras vantagens,sem contra indicação como calos na mão,pelos e um monte de boabgens.

Como fica na opinião de vocês a questão mental ja que outros espiritos lêem nosso pensamento,nos observam?Atraímos entidades que vampirizam essas energias mais instintivas e inferiores?Ou será que gostando de alguem em especial,é possivel fantasiar com ela sem atrair visitantes indesejados?Como fica a questao do pudor ou autocensura? Lembro-me da música de Raulzito chamada "Paranóia" em que uma passagem ele diz"Vendo o que se faz dentro do banheiro"(..)"quando eu tive a sensação de ter alguem comigo ali parado..."e por aí vai...

Como isso é visto nas demais linhas espiritualistas dos nossos amigos que não sao espiritas?

Grande abraço,

Trajano

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com