domingo, 20 de dezembro de 2009

ERRATA

ERRATA:

No envio de texto anterior (número 984), houve um erro na informação do dia e horário do programa “Viagem Espiritual” (apresentado pelo Prof. Wagner Borges na Rádio Mundial de São Paulo – 95.7 FM). O programa não é apresentado mais às quintas-feiras, e sim aos domingos, das 12h30min às 13h.

AVISO DE CURSO E PALESTRA EM SALVADOR - EM JANEIRO DE 2010:

Caros (as) colegas,
Comunicamos o retorno do prof. Wagner Borges a cidade de Salvador em janeiro de 2010, com os seguintes curso e palestra:

CURSO: "ESTUDOS CONSCIENCIAIS: OS MANTRAS E AS ENERGIAS".
Com Wagner Borges.

Data: 19, 20 e 21 de janeiro de 2010 – 3ª, 4ª e 5ª feira - das 19h40min às 22h15min.
- Tópicos Básicos do Curso: “Considerações sobre Sange Menla, o Buda da Medicina”, Mantras budistas (alusivos a Sange Menla), Mantras hinduístas (alusivos a Rama, Krishna, Vishnu, Narasinha, Shiva, Ganesha e Durga), A Natureza dos Avatares, e as Experiências fora do corpo e os chacras.

Obs.: Cada participante receberá um CD contendo material relativo aos temas abordados no curso. Esse curso foi criado pelo prof. Wagner Borges em 2009 e será realizado pela primeira vez em Salvador. O Curso é ilustrado com recursos áudio/visuais em Data Show.
Favor ligar antes para reservar a vaga. Como todo o material do curso é preparado com antecedência em São Paulo, é necessário que haja uma previsão da quantidade de pessoas inscritas. Caso alguém chegue na hora do curso sem ter avisado antes por telefone, correrá o risco de ficar sem o material.
Por isso, pedimos aos interessados que liguem, o quanto antes, para a confirmação da vaga.

PALESTRA GRATUITA: "Experiências Fora do Corpo e Presenças Extrafísicas" - E
Com Wagner Borges – Entrada Franca.

Dia: 22 de janeiro de 2010 – 6ª feira, das 19h40min às 22h15min.

Tópicos Básicos: "".

Obs.: É necessário ligar antes para reservar vaga.
Os organizadores da palestra pedem que cada participante leve dois quilos de alimentos não perecíveis, que serão distribuídos para famílias carentes de Salvador.

O local do curso e da palestra será o mesmo no qual o prof. Wagner Borges vem realizando suas atividades em Salvador desde o ano de 1990, sempre no mês de janeiro:

Auditório do Hotel Vila Velha - Av. Sete de Setembro, 1971 (Corredor da Vitória).
Informações: Fones: (71) 3358-1070, (71) 9975-1310, (71) 9131-9607 -
Ou no IPPB - (11) 6163-5381 e (11) 6915-7351 - das 11h às 17h.
E-mail: sizenanda@uol. com.br
Internet: www.ippb.org. br

- NOTA IMPORTANTE: Devido ao alto custo com a remessa de correspondência - cópias de carta e envio postal para cerca de 1200 pessoas -, não enviaremos o aviso dos cursos e palestra pelo correio. Portanto, pedimos aos participantes habituais dos cursos e palestras que, por favor, avisem aos demais interessados.

Paz e Luz a todos!

- Equipe I.P.P.B. -













Obs.: A partir de hoje, dia 18 de dezembro de 2009, por motivo de férias da equipe que coordena a manutenção do site, o envio dos textos será interrompido temporariamente. Em meados de janeiro de 2009 voltaremos ao envio normal dos textos pelo site, com o texto 986.

Paz e luz a todos.
- Equipe I.P.P.B. -












KRISHNA – UMA PONTE PARA O INFINITO
(Quando a Taça do Amor Transborda no Coração)

Eu estava sentado embaixo de uma árvore quando Ele surgiu.
Não sei de onde ou como, mas Ele estava bem ali.
Talvez Ele tenha vindo deslizando pelos raios de sol.
De toda forma, Ele estava ali e sentou-se ao meu lado.
E eu fiquei sem saber o que fazer diante d’Ele.
Não sabia se me ajoelhava e beijava os Seus Pés...
Ou se entoava algum mantra em Sua homenagem.
Contudo, Ele era tão simples e jovial... E ria como criança arteira.
E eu perdi a minha timidez e ri junto com Ele, mesmo sem saber do que.
Então, Ele tirou sua flauta e me perguntou: “Amigo, posso tocar algo?”
Surpreso, eu disse que sim, e pensei: “Eu devo estar sonhando. Ele, aqui?”
E aí Ele tirou o seu som como quem gera a vida num sopro de harmonia.
E eu compreendi porque os sábios sempre falavam do Sopro Vital do Eterno.
Será que eles também o viram tocando? E se extasiaram com a doçura?
Sim, eu devia estar sonhando, porque via estrelas saindo de sua flauta.
E, acima de nós, empoleirados nos galhos da árvore, os passarinhos o escutavam.
E começaram a acompanhá-lo com seu canto... Como uma banda da natureza.
E eu ali, no meio, entre as estrelas e os pássaros, enquanto o Céu se abria para Ele.
Ele não me disse, mas eu sabia que Seu som se propagava por entre os planos...
Sua doçura viajava curando homens e espíritos na vastidão universal.
Ele tocava e miríades de cores se espalhavam em sua aura (1) e em torno de nós.
E eu poderia jurar que até mesmo as flores em volta se abriam para ouvi-lo.
Eu só podia estar sonhando. Sim, era isso. Era a única explicação para Ele estar ali.
No entanto, Ele me olhou e sorriu mais uma vez. E, aí, eu compreendi a verdade.
O Divino toma a forma que quer e é simples como uma criança, e ri à vontade...
O seu templo é em todo lugar e cada coração é sua casa. Ele conhece a todos.
E, quando ele toca sua flauta, tudo muda. Porque, quem escuta o seu som, desperta!
Ele não estava no meu sonho, eu é que estava no som d’Ele, despertando. ..
E, quando o Seu olhar tocou o meu, Ele me disse, dentro do meu coração:
“Eu toco para despertar as consciências; para fazer o Amor acontecer.
O Céu e a Terra Me escutam; os devas (2), os pássaros e as estrelas também.
E, às vezes, Eu toco entre os homens e os espíritos, por entre os planos...
E libero as cores curativas a favor de todos. Elas viajam no Meu sopro vital.
Eu toco a flauta e chamo a Luz e a Harmonia para dentro dos corações.
São raros os que escutam o Meu som. E, mais raros ainda, os que Me vêem.
Mas veja como são lindas essas cores. E elas curam secretamente.
E a doçura do som dessa flauta não se compara. É som das esferas do infinito...
Agora, você sabe: O Divino se manifesta de muitas formas, e ri igual criança.
Porque o Espírito Supremo sopra onde quer, e é simples como a própria vida.
Se Eu toco com os pássaros e as estrelas, por que não tocaria com os homens?
A grande maioria é impermeável aos toques espirituais. Mesmo assim, Eu toco.
Porque Eu não toco por eles, mas pelo Amor e pelas cores lindas que surgem.
E, quando Eu toco, o Céu se abre e a Terra Me escuta, e tudo muda...
Às vezes, Eu apareço para alguém, como agora, para rir junto, igual criança.
Então, ria, meu amigo. E deixe o seu coração escutar o meu som celeste.
E aí, um dia, você se lembrará desse momento e escreverá sobre isso.
Sobre essa doçura que viaja com as cores a favor do bem de todos.
Há outros no mundo que também Me sentem, mesmo sem Me ver.
E eles compreenderão essas linhas e seus propósitos espirituais.
E em seus corações eles reconhecerão o Amor que viaja com eles.
Sim, você se lembrará e escreverá sobre o Sopro Vital do Eterno.
E Eu virei novamente, bem dentro do seu coração, para rirmos juntos.
E você Me verá com seus sentidos espirituais, e escutará Minha flauta.
Amigo, não há doçura igual, medite nisso. Ah, você se lembrará!
E, juntos, abraçaremos o mundo com as cores mais lindas e curativas.
Quando a taça do seu coração transbordar de Amor, você se lembrará.
Então, você escreverá por Mim... E realizará isso, por Amor.
E a doçura viajará nas linhas escritas até outros corações sensíveis à Luz.
Esse é o darma (3) que Eu lhe dou: escrever sobre as coisas do espírito.
Ah, meu amigo, você se lembrará! Porque não há doçura igual.
E a taça do Amor transbordará, como dever ser...”
Ele me disse isso, em espírito e verdade e, a seguir, transformou- se em menino.
E novamente riu. E eu o vi entrar na abertura celeste e voar por entre os devas.
Acho que ele foi brincar com as estrelas e fazer o Amor acontecer, por aí...
E eu fiquei ali, embaixo da árvore, pensando n’Ele. Ou, melhor dizendo, sentindo-O.
Ele, Krishna, o Senhor dos Olhos de Lótus, que sentou-se e riu junto comigo.

P.S.:
Krishna, a taça do Amor transbordou.
E eu senti Você dentro do meu coração.
Então, escrevi, como Você me disse.
Você se transformou em criança na minha frente.
Mas, diante do infinito, eu é que sou criança.
E é assim que me sinto diante de Você.
E, como tal, também escrevi assim.
Sim, igual criança admirada.
Criança que se lembrou, porque a taça transbordou. ..
E o Amor voou para dentro dessas linhas.
E eu escutei o som de Sua flauta, mais uma vez...
Porque não há doçura como essa.
Govinda (4), a taça transbordou mesmo...
E eu escrevi, por Amor. E por Você.
Então, que assim seja!

Om Namo Bhagavate Vasudevaya! (5)

(Dedicado a todos aqueles que sentem um toque espiritual em seus corações e que, mesmo sob a pressão do materialismo do mundo e das pessoas em torno, ainda estudam e trabalham em nome da Luz.)

Em Tempo: Enquanto eu escrevia essas linhas, rolava aqui no som a bela canção “Back For Good”, sucesso da banda pop inglesa Take That – faixa 2 do CD. “Nobody Else”, lançado na Inglaterra no ano de 1995.
Obs.: Essa foi a banda de onde surgiu o cantor do pop inglês Robbie Williams.
E depois, enquanto eu passava o texto a limpo, deixei tocando a bela balada “Kiev”, sucesso da banda inglesa de rock progressivo Barclay James Harvest – faixa 6 do CD. “Face To Face” – lançado na Inglaterra no ano de 1992.

Paz e Luz.

- Wagner Borges –
São Paulo, 05 de dezembro de 2009.

- Notas:
1. Aura – do latim, aura - sopro de ar – halo luminoso de distintas cores que envolve o corpo físico e que reflete, energeticamente, o que o indivíduo pensa, sente e vivencia no seu mundo íntimo; psicosfera; campo energético.
2. Devas – do sânscrito – divindades; seres celestes; anjos.
3. Darma – do sânscrito Dharma – dever, missão, programação existencial, mérito, bênção, ação virtuosa, meta elevada, conduta sadia, atitude correta, motivação para o que for positivo e de acordo com o bem comum.
4. Govinda (ou Gopala) – epíteto de Krishna, considerado como o “Pastorzinho Divino”, que tangencia os seres na direção da Bem-Aventuranç a (ananda) e da consciência cósmica (o samadhi, a expansão da consciência, muitas vezes associada ao despontar da aurora dissolvendo as trevas – o ego - e fazendo a atmosfera dançar na luz).
Govinda e Gopala também são considerados como mantras de dissolução de climas psicofísicos densos. Trazem alegria e espantam as confusões e equívocos.
5. Om Namo Bhagavate Vasudevaya - do sânscrito - é um dos mantras de evocação de Krishna. OM é a vibração interdimensional que interpenetra a tudo e a todos.
NAMO: Saudação ou reverência ao poder divino.
BHAGAVATE: Respeito ao Senhor.
VASUDEVAYA: Vasudeva é o nome da família carnal que criou Krishna. O Ya acrescentado no final significa a característica ativa (masculina) do mantra. Quando alguém faz esse mantra completo, evoca Krishna como homem que também viveu aqui na Terra e sabe das dificuldades enfrentadas por todos.
Obs.: Sobre esse mantra, favor ver o texto “Surfando nas Ondas da Consciência Feliz – Om Namo Bhagavate Vasudevaya”, postado no site do IPPB – www.ippb.org. br -, no seguinte endereço específico:
http://www.ippb. org.br/modules. php?op=modload&name=News&file=article&sid=3897
Dica de música: Há um ótimo CD de Jai Uttal (músico americano especialista em mantras) contendo mantras alusivos a Krishna e outras divindades hindus. Trata-se de seu melhor trabalho, intitulado “Kirtan! The Arte and Practice of Ecstatic Chant” – lançado nos Estados Unidos da América no ano de 2003. Destaque para a faixa 5 do CD, intitulada “Shri Krishna Govinda”.





JÓIAS INTERDIMENSIONAIS

Somos as jóias de tua consciência.
Moramos em teu coração;
Amamos e brilhamos contigo.

Nossa luz é tua luz,
E teu trabalho é nossa alegria.
Viajamos na música contigo.

Somos o brilho de teus olhos
E a clareza de teu pensamento.
Trilhamos contigo a nova esperança,
Na Terra, no Céu e em tua aura*.

Somos as jóias interdimensionais que
Te ligam às “muitas moradas” do TODO.
Somos coloridas e pulsantes, unindo
Mente e corpo na vida que segue e ensina...

Estamos contigo, com todos, jóias e seres,
Na expansão da consciência do TODO.

Vivemos em tua alma,
Para ligar-te às correntes vitais
Da alma do Universo.

Somos tua luz, tua essência
E teu viver.

Nossa missão contigo é franquear-te
As portas espirituais, inspirando-te
A canalizar o eterno e sutil para as
Dimensões humanas.

Fazemos isso pura e simplesmente,
Pois tua glória é nossa glória.

Somos as jóias da tua alma;
Somos teus chacras!**
Somos paz e luz em ti.

P.S.:
Este texto é dedicado ao meu amigo extrafísico Eduardo Liedens, que me apareceu sorrindo enquanto eu escrevia.

- Wagner Borges –
(Texto extraído do livro “Viagem Espiritual - Vol. III” – Editora Universalista – 1998.)

- Notas:
* Aura – do latim, aura - sopro de ar – halo luminoso de distintas cores que envolve o corpo físico e que reflete, energeticamente, o que o indivíduo pensa, sente e vivencia no seu mundo íntimo; psicosfera; campo energético.
** Chacras - do sânscrito - são os centros de força situados no corpo energético e que têm como função principal a absorção de energia - prana, chi - do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico.
Os principais chacras são sete – que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino: coronário, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sexual e básico.

Enviado por Raimunda Gesteira/BA

Nenhum comentário:

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com