domingo, 4 de julho de 2010

DEUS: O GRANDE BANQUEIRO



Domingo, Julho 04, 2010

 

Que as igrejas evangélicas, em especial as pentecostais e neo-pentecostais, estão arrebanhando milhares de fiéis todo ano não é novidade para ninguém. O tele-evangelismo, restrito ao religiosos americanos nos anos '70 e '80, onde viamos Rex Humbard, Jimmy Swaggart e outros pregando nas manhãs de domingo, com uma dublagem para lá de ruim, hoje é programação corriqueira nos canais de televisão brasileiros.

Hoje, temos uma centena de "tele-pastores" brasileiros, dos quais destaco Silas Malafaia, R.R. Soares, "Apóstolo" Valdomiro, casal Hernandez (aquele dos dólares dentro da Bíblia) e, claro, todos os pastores que se revezam na programação da Igreja Universal do "Bispo" Macedo.

O que todos estes nomes têm em comum, além do fato de manterem programas religiosos em vários canais de televisão, é o fato que estão sempre orando para "levantar" dizimistas, ofertantes, colaboradores e patrocinadores para os mesmos.

Com exceção do Pastor Silas Malafaia, homem que reputo como sério, no que pese algumas restrições, todos eles inventam, dia após dia alguma campanha, desafio ou coisa que o valha afim de aumentar o caixa de suas instituições.

As promessas de enriquecimento rápido e de todos os demais problemas da vida resolvidos, têm levado centenas de milhares de pessoas à estas igrejas, onde são, não raramente, exortados a dar o "seu tudo" para a "obra de Deus", o que seria convertido em uma espécie de investimento à longo prazo que ao vencer traria dividendo na ordem de dez vezes o valor ali aplicado.

Não raramente, nos programas religiosos, em especial aqueles da madrugada, vemos pastores exortando seus fiéis a ofertarem até mesmo o dinheiro reservado para o pagamento das contas mensais (água, luz, telefone, plano de saúde, etc), como um "desafio à Deus", prometendo, em seguida, que estes valores aparecerão, como mágica, em dobro em suas contas bancárias daqui a alguns dias.

Isto nos faz chegar a conclusão que a relação de Deus conosco, na visão deste pessoal, é que somos grandes investidores endinheirados e Ele é o grande banqueiro. Devemos encher "Casa de Deus" de dinheiro e, como compensação, Ele fará com que conquistemos fortuna de forma rápida e fácil.

E os testemunhos se avolumam: empregadas domésticas que se tornaram grande empresárias de importação e exportação, garis que viviam na favela e hoje moram em coberturas triplex, gente que não tinha nem mesmo um velocipede e agora tem uma frota de carros.

A dominação evangélica é tão grande, que hoje em dia não se pergunta "qual a sua religião" e sim "qual é a sua igreja", já que o "povo de Deus" acredita que não existe outra forma de vivenciar a fé, exceto a deles.
 
 

Nenhum comentário:

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com