segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

A MENTE E A MEDICINA DO SÉCULO XXI(AME-RIBEIRÃO PRETO-SP)



Fonte:www.oconsolador.com.br

Brasil
Ano 5 - N° 238 - 4 de Dezembro de 2011
GIOVANA CAMPOS
giovana@ccbeunet.br
Santos, SP (Brasil)

 

A Mente e a Medicina
do Século XXI

 Seminário promovido pela AME-Ribeirão Preto reúne cerca
de 500 participantes


"A Mente e a Medicina do Século XXI" foi o tema do V Seminário Médico-Espírita de Ribeirão Preto, realizado no dia 26 de novembro, no auditório das Faculdades COC-Unisem, em Ribeirão Preto-SP. Cerca de 500 pessoas estiveram presentes. Organizado pela Associação Médico-Espírita (AME) local, o evento teve início no período da manhã, e teve as boas-vindas nas palavras do dr. Tácito Sgorlon, presidente da AME-Ribeirão Preto, que enfatizou a importância da espiritualidade nos cuidados de saúde e também os esforços dos profissionais da saúde na busca do conhecimento para a quebra de paradigma.
 

A primeira palestra, também a cargo do dr. Tácito Sgorlon, teve como tema A Consciência Espiritual do Século XXI, em que foi enfatizado que primeiramente precisamos mudar a consciência em relação a Deus. Esta afirmação aparece depois de um estudo realizado pela Universidade de Duke, na Carolina do Norte (EUA), onde vários pacientes foram questionados se a doença era ou não um castigo de Deus.  O grupo que acreditou que a doença não era um castigo de Deus, mas uma oportunidade de reflexão, teve resposta positiva, com menor tempo de internação e restabelecimento mais rápido.  

Amor, a realidade mais pujante 

Outro ponto levantado pelo palestrante foi quanto à psicobiosfera do planeta, no momento ainda assolado por fatores negativos, mas aliviado pela mudança mental da maioria dos habitantes, que buscam reflexões no campo científico, filosófico e religioso, para assim terem informações suficientes, para aprender, realizar uma autorreflexão, opinar e aí sim mudar a atitude com mudança de comportamento em busca de melhor consciência espiritual. E terminou com as palavras de Joanna de Ângelis, por intermédio da mediunidade de Divaldo Franco, que diz: "Não há como negar ser o amor a realidade mais pujante da vida. Irradia-se de Deus e vitaliza o Universo, mantendo as Leis que produzem o equilíbrio. Todos os homens e mulheres que edificaram os ideais de felicidade humana fundamentaram o seu pensamento no amor pleno e incondicional. Transcendendo definições, o amor é vida exuberante; é a razão básica da manifestação do ser que pensa e que sente. Jesus sintetizou todo o código da Sua Doutrina no amor a Deus, ao próximo e a si mesmo. As modernas ciências da alma, que penetraram na essência profunda das criaturas, fascinadas com as suas descobertas em torno dos conflitos e problemas,  recorrem também ao amor, para que ele solucione os enigmas existenciais e erradique os agentes causadores dos distúrbios interiores e externos que aturdem a humanidade. Assim, o amor deve ser causa, meio e fim para o comportamento humano feliz, que desperta com anseios de plenitude. Amar é o grande desafio". 

A saúde segundo a OMS 

A segunda palestra foi proferida pelo dr. Eurico Medeiros, presidente da AME-Bebedouro, sobre o tema Saúde Integral no Mundo Contemporâneo. Ele iniciou a palestra com a definição de saúde dada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) que preconiza que saúde não é apenas a ausência de doenças, mas sim o bem-estar, físico, mental, emocional e social do indivíduo. Também leu trechos da Carta de Ottawa sobre a promoção da saúde e enfatizou que o corpo é responsável pelo Espírito que nele habita, tendo assim dever e direito de zelar pela saúde e consequente melhora na qualidade de vida espiritual. Citou o capítulo 19 do livro Ação e Reação, de Chico Xavier, que diz que "a alma ressurge no equipamento físico transportando consigo as próprias falhas a se lhe refletirem na vest e carnal, como zonas favoráveis à eclosão de determinadas moléstias, oferecendo campo propício ao desenvolvimento de vírus, bacilos e bactérias inúmeros, capazes de conduzi-la aos mais graves padecimentos, de acordo com os débitos que haja contraído, mas

Vista geral do público presente

A importância do pensamento, com a
Dra. Eliza Pacheco

Dr. Eurico Medeiros - AME-Bebedouro SP 

Dr. Flávio Braun - AME-Santos

Dr. Ney Carter e o cultivo das emoções

Dr. Rodrigo Bassi - AME-São Paulo

Dr. Tácito Sgorlon, presidente da
AME-Ribeirão Preto

Dra. Solange Bataglion de Ribeirão Preto

também carreia consigo as faculdades de criar no próprio cosmo orgânico todas as espécies de anticorpos, imunizando-se contra as exigências da carne, faculdades essas que pode ampliar consideravelmente pela oração, pelas disciplinas retificadoras a que se afeiçoe, pela resistência mental ou pelo serviço ao próximo com que atrai preciosos recursos em seu favor. Não podemos esquecer que o bem é o verdadeiro antídoto do mal". Após este trecho ele perguntou aos presentes: "O que tenho feito pela minha saúde com os ensinamentos da Doutrina Espírita", e abriu espaço para a reflexão. 

O processo de autocura 

A terceira palestra, realizada pelo dr. Rodrigo Bassi, focalizou a Terapêutica do Ser Espiritual, importante conhecimento para a construção da saúde mental, mostrou a responsabilidade do paciente em avaliar a sua saúde física, mental, intelectual, social-familiar e também a religiosidade. Colocou que todos são responsáveis pelo processo de autocura no binÃ?mio saúde-doença. Como relatou o benfeitor espiritual Emmanuel, a saúde é a perfeita harmonia da alma e, conforme André Luiz relata no livro Nosso Lar, "Toda medicina honesta é serviço de amor, mas o trabalho de cura é peculiar a cada espírito". E terminou sua explanação com as palavras de Emmanuel: "A saúde humana nunca será o produto de comprimidos, de anestésicos, de soros, de alimentação artificialíssima. O homem terá de voltar os olhos para a terapêutica natural, que reside em si mesmo, na sua personalidade e no seu meio ambiente. Há necessidade, nos tempos atuais, de se extinguirem os absurdos da 'fisiologia dirigida'. A medicina precisa criar os processos naturais de equilíbrio psíquico, em cujo organismo, se bem que remoto para as suas atividades anatÃ?micas, se localizam todas as causas dos fenÃ?menos orgânicos tangíveis. A medicina do futuro terá de ser eminentemente espiritual".

O período da tarde trouxe temas que consolidaram as apresentações matutinas, iniciando com a fala da dra. Solange Bataglion, que abordou o tema Medicina Vibracional. Como o ser encarnado assimila energia das mais diversas de acordo com o seu grau evolutivo, ela expÃ?s as definições de sintonia passadas pelos instrutores espirituais. Também ponderou que os pensamentos e as emoções geram energias que podemos moldar de acordo com nossas ideações.

O pensamento e a saúde 

Outro ponto abordado pela palestrante foi que os seres humanos são vistos a partir de uma perspectiva de sua anatomia transdimensional constituída pelos corpos vibracionais espirituais, chakras e meridianos, que sofrem constantemente influência do mundo ao redor. Após esta exposição, ela comentou sobre as formas de tratamento que interagem com as energias do paciente, pormenorizando cada uma delas, como a homeopatia, a acupuntura, terapia de florais e fitoterapia, entre as mais conhecidas.

A dra. Eliza Pacheco, de São Bernardo do Campo, focalizou a Influência do Pensamento Humano na Saúde, enfatizando que nossos pensamentos interagem com a matéria, sendo a doença um desequilíbrio dos humores corporais, do temperamento, do meio ambiente e das ações atuais do paciente.  Conforme Emmanuel, "ninguém poderá dizer que toda enfermidade, a rigor, esteja vinculada aos processos de elaboração da vida mental", mas sim "que os processos de elaboração da vida mental guardam positiva influenciação sobre todas as doenças". Dra. Eliza também apresentou alguns trabalhos científicos datados de 1994, mostrando que a proteína da membrana celular é capaz de responder a um campo eletromagnético. Para exemplificar o poder do nosso pensamento na saúde, apresentou dados de outro trabalho, segundo o qual o treinamento intensivo de meditação pode aumentar a atividade da telomerase (enzima que tem como função adicionar sequências específicas e repetitivas de DNA à extremidade dos cromossomos, nas células imunológicas). Então, concluiu que podemos iniciar um novo tempo e buscar maneiras de entendermos quem somos nós, em prol de maior harmonia celular.  

Efeitos das emoções negativas 

Emoção, Coração e Espiritualidade foi o tema abordado pelo dr. Ney Carter, cardiologista e presidente da AME-Campinas. Foi apresentado ao público que o cultivo de emoções negativas, se mantidas por tempo prolongado, pode causar dano ao sistema imunológico, podendo inibir anticorpos e até mesmo invalidar o sistema imune do nosso corpo. O livro Pensamento e Vida, ditado pelo espírito Emmanuel, informa que "A cólera e o desespero, a crueldade e a intemperança criam zonas mórbidas de natureza particular no cosmo orgânico, impondo às células a distonia pela qual se anulam quase todos os recursos de defesa, abrindo-se leira fértil à cultura de micróbios patogênicos nos órgãos menos habilitados à resistência. É assim que, muitas vezes, a tuberculose e o câncer, a lepra e a ulceração aparecem como fenÃ?menos secundários, residindo a causa primária no desequilíbrio dos reflexos da vida interior". Mostrou também que o estresse altera a dilatação das artérias, podendo em muitos casos comprometer a função vascular. Em contrapartida, sentimentos de gratidão são emanações energéticas de alta frequência, produzindo grande luminosidade. Outros trabalhos acadêmicos apresentados trouxeram a questão do medo, sendo este responsável pela morte precoce, inclusive em experimentos realizados com animais. A relevância em pessoas que podem temer uma doença ou mesmo a morte teve resultados bem semelhantes. 

O ectoplasma na saúde humana 

Finalizando o encontro, o dr. Flávio Braun, psiquiatra e presidente da AME-Santos, falou sobre a Influência do Ectoplasma na Saúde Humana, definindo primeiramente o que é o ectoplasma e quem foram seus principais pesquisadores. Após a primeira explanação, foi apresentado ao público uma hipótese da formação de ectoplasma no organismo humano e como este pode sofrer a sua influência nas mais variadas formas, tendo sua relação com algum desequilíbrio mediúnico, bem como áreas mais sensíveis ao aparecimento dos sintomas. Foram abordados os principais problemas nas áreas digestivas e respiratórias para melhor compreensão da plateia.

O V Seminário Médico-Espírita de Ribeirão Preto foi filmado e os DVDs estarão disponíveis para venda a partir de 5 de dezembro, no site www.ameribeiraopreto.org.br

Durante todo o evento, o sr. Luiz Claudio, da USE-São Paulo, esteve esclarecendo o público presente sobre a importância da realização do Evangelho no Lar, distribuindo panfletos e dando dicas de livros para essa finalidade. Também incentivou a prática entre as crianças, para que se fortaleça o estudo da Doutrina Espírita entre os mais jovens, sugerindo que essa prática seja cada vez mais incentivada dentro das casas espíritas de todo o Brasil.
 

 


 

Voltar à página anterior

 


O Consolador
 Revista Semanal de Divulgação Espírita




Nenhum comentário:

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com