terça-feira, 9 de novembro de 2010

TÁ BARATO!


Por Manoel Trajano

A exemplo daqueles estudantes abestalhados que espalham para todo mundo que o professor é uma "mãe", aconselhando para aqueles que pegarão determinada disciplina,pois só eles acham que nunca chegará ao professor este carinho,ao que em seguida virará "madrasta", há várias pessoas que não podem ver coisas boas, baratas e espalham aos quatro cantos e "botam na rádio" aquela imperdível oportunidade de economia. Isso pode variar até de bairros num grande centro urbano e será que é bom compartilhar tudo,inclusive oportunidades baratas? Para quem mora na região não,tem que ficar pianinho,quietinho e só com ele se aproveitar da pechincha.

Falar em pechincha, em muitos países ditos desenvolvidos é falta de educação tentar diminuir o preço do comerciante.Ele se sente que está sendo desvalorizado em seu suor, sua luta,seu produto e brasileiro é craque nisso!

Uma certa feita me contaram a seguinte reflexão que não sei se é lenda ou verdade: um cliente ao colocar a sua CPU para orçamento de conserto, ouviu que seria R$ 1000,00.O cliente achou um absurdo e queria que saber por que? Ao que o técnico informou"por causa do parafuso". Indignado, o cliente quis detalhamento do orçamento,pois afinal, esse valor por causa do parafuso...Ao que o técnico detalhou:"Valor do parafuso: R$ 1,00. Saber qual parafuso apertar:R$ 999,00. E assim vamos pechinchando o conserto do automóvel, da geladeira, da parte elétrica da casa,da TV, do material escolar,não necessariamente querendo desvalorizar,mas querendo implantar "o jeitinho brasileiro". Mas já somos viciados nisso e eu às vezes vou na onda...(risos)

Recentemente descobri três promoções de lazer e comida(que não vou dizer para vocês,claro) a partir de um amigo que sempre pensa no preço pequeninho, se bem que às vezes o fator qualidade passa batido,mas na maioria das vezes ele acerta. E como acerta! Mas não fale alto com ele que "tá barato" senão já sabe:acaba a nossa folia. Quando vejo aquelas propagandas explosivas, caindo tudo,estrondos cujo nível de ruído em decibéis nos assusta passando do aceitável(que o diga Frank Menezes em sua sátira no ótimo "O indignado") quando as grandes lojas de magazines concorrem em horário nobre com geladeiras caindo,Televisões de Plasma e que formam um som uníssono do grande supermercado nacional que canta "Tá barato,Tá barato"...

Mas ao ouvi isso meu grande amigo diz:"Fala baixooooooooooooooooooooo".....

Nenhum comentário:

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com