terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Previdência de empresas cresce mais que individual



Gente,
 
Quem puder fazer um plano desse, que faça logo.
 
Pois os nossos políticos que administram a previdência pública não estão nem aí.
 
Temos vistos a cada ano a gritaria geral, muitos que se aposentaram veem a cada ano o seu benefício se aproximar do salário mínimo.
 
Ou este daquele?
 
"16/01/2012 - 08h00

Previdência de empresas cresce mais que individual

Publicidade

DE SÃO PAULO

As aplicações nos planos de previdência empresariais cresceram, em 2011, em ritmo maior que as feitas nos planos individuais, informa reportagem de Carolina Matos publicada na edição desta segunda-feira da Folha.

A íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL (empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

Contribuição ao INSS do trabalhador sobe para até R$ 738,34
INSS libera consulta a benefício com reajuste na quarta

É a primeira vez que isso acontece desde que o modelo PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) começou a ser vendido no país, em 1998. Este plano é o que permite o abatimento no IR. Já o VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) não prevê o desconto.

Segundo dados da Fenaprevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida), a captação dos planos corporativos de janeiro a novembro de 2011 foi de R$ 5,8 bilhões, 25,4% maior que no mesmo período de 2010.

Já a aplicação nos planos individuais, que não têm vínculo com empregadores, subiu 16,9% --percentual menor, embora o total investido nesses produtos seja bem mais alto, R$ 39 bilhões.

Editoria de Arte/Folhapress


--

Nenhum comentário:

PARA PARTICIPAR DO GRUPO NO YAHOO GRUPOS:
Assinar irmaosdeluz

Desenvolvido por br.groups.yahoo.com